Zilla (monstro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Godzilla Americano
Zilla
Espécie Iguana radioativa
Conhecido também como GODZILLA:
Godzilla
Godzilla Generations:
Godzilla USA
Godzilla The Series:
Godzilla
Godzilla Final Wars:
Cabeça de atum
Altura De 60 1 até 902 metros
Peso 500 toneladas1
Habilidades Velocidade
Natação
Reprodução assexuada
Escavação
Saltar
Rajada de Vento
Fogo atômico (série animada)
Origens Teste nuclear na Polinésia Francesa
Maiores inimigos Godzilla
Aliados
Controlado por Xiliens
Primeira aparição Godzilla
Criado por Roland Emmerich
Dean Devlin
Patrick Tatopoulos

Zilla (ジラ/Jira em japonês) é o nome oficial dado pela Toho ao monstro do filme da TriStar Pictures de 1998.

Criado de um teste nuclear na Polinésia Francesa, Zilla é uma iguana marinha mutante. Antes de receber o nome oficial de Zilla, vários fãs inventaram apelidos para diferenciar o Godzilla dos Estados Unidos do Godzilla do Japão.

Aparições[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

GODZILLA (1998) 3 [editar | editar código-fonte]

Um ovo de iguana marinha é irradiado por um teste nuclear na Polinésia Francesa. Godzilla só passa a ser conhecido depois de anos ao atacar um navio de pesca japonês. Ele então vai a cidade de Nova Iorque, destruindo três traineiras, e depois causando caos no Mercado de Pesca de Fulton, antes de começar a destruir a cidade. Manhattan é evacuada e as forças armadas tentam derrotá-lo, primeiro levando-o até uma enorme pilha de peixe. Ele dá umas mordidas mas logo se assusta com alguns tiros e foge, em seguida, Godzilla é perseguido por três helicópteros de ataque AH-64 Apache, eles atiram, mas tudo que conseguiram acertar foram lojas, casas, e o topo do Chrysler Building. Godzilla consegue fugir, mas não antes de se descobrir que ele está grávido, e não está coletando comida só para si, mas para suas crianças. Os militares conseguem enganar Godzilla novamente, desta vez o levando até o Rio Hudson e supostamente o matam com torpedos. Enquanto isso, centenas de ovos são descobertos no Madison Square Garden. Os bebês Godzilla procuram por comida mas a construção acabou por ser bombardeada. Godzilla Pai emerge dos destroços somente para encontrar seus filhotes mortos, depois de ver sua linhagem acabada e olhar para os humanos a frente dele, Godzilla começou a perseguí-los. Eles conseguem levar Godzilla até a Ponte do Brooklyn onde ele fica preso nos cabos da ponte e é acertado por 12 mísseis, depois de gritar de dor, ele vai ao chão. Godzilla dá seu último suspiro olhando para os humanos vitoriosos observando a sua morte. Enquanto isso, nas destroçadas ruínas do Madison Square Garden, um único ovo sobreviveu ao bombardeio, intacto, o ovo rapidamente quebra e revela outro bebê Godzilla.

Script Cancelado4 [editar | editar código-fonte]

GODZILLA tinha quatro roteiristas e duas histórias diferentes para o monstro. A primeira, é a citada acima.
A segunda se chamaria Godzilla vs The Gryphon, onde o Godzilla Americano teria todas as habilidades que ele já tem mais o raio atômico do Godzilla Original, e ainda lutaria contra outro monstro(a Gryphon) que causaria caos e destruição de Utah até Nova Iorque, onde encontraria com Zilla. Mas a Toho não permitiu que Zilla lutasse contra um monstro original da TriStar, então, ofereceu dois monstros dela mesma, Mothra e Rei Ghidorah, mas os preços oferecidos eram muito caros e o projeto teve de ser abandonado.

Godzilla: Final Wars (2004)[editar | editar código-fonte]

Zilla é um dos vários monstros controlados pelos Xilliens, antagonistas do filme. Sob controle dos alienígenas Xilliens, Zilla atacou Sydney, Austrália, onde também enfrentou Godzilla. Zilla correu até Godzilla, mas o mesmo mandou um raio atômico em cima do mesmo, porém, Zilla conseguiu pular por cima do raio e continuar seu avanço, somente para tomar um ataque da cauda de Godzilla, com o impacto, Zilla cai em cima da Sydney Opera House. Godzilla então atira mais um raio atômico e explode ambos Zilla e a famosa construção.

A batalha em si não dura menos/mais de 13 segundos, sendo a batalha mais rápida de todo o filme. Zilla também é o único monstro a ser exibido completamente em CGI e não em fantasias, como Godzilla e o resto.

Após ver a humilhação sofrida pela iguana, o líder dos Xillien diz:

Estados Unidos Versão estadunidense Japão Versão japonesa
"I knew that tuna-head wasn't up to much." "やっぱりマグロ喰ってるようなのは駄目だな。"
Eu sabia que aquele cabeça-de-atum não era de nada. Afinal de contas não é bom para comer um atum.

Ambas as versões fazem referência as toneladas de atum consumidas por Zilla em GODZILLA.

Desenhos animados[editar | editar código-fonte]

Godzilla:The Series (1998)[editar | editar código-fonte]

Essa era uma série de desenho animado feita pela Toho e Adelaide Productions como uma continuação do filme de 1998. Vários personagens do filme retornam e também há novos.

A série tem como monstro principal o filho de Godzilla 1998, Zilla Junior(chamado de Godzilla na série). Nessa série, Godzilla luta contra vários monstros ao redor do globo. O jogo tem como personagens principais Godzilla e o EAAH. Enquanto GODZILLA teve uma recepção relativamente negativa, a série conseguiu justamente o resultado contrário, atraindo inclusive, pessoas que não haviam gostado do filme.

Jogos[editar | editar código-fonte]

Godzilla The Series[editar | editar código-fonte]

Zilla fez aparições modestas em jogos eletrônicos, grande parte delas junto de Godzilla(tendo como exceção só os jogos Godzilla: The Series).

Godzilla: The Series, jogo feito pela Crawfish e distribuído pela Crave baseado na série de desenho animado de mesmo nome, tem como objetivo controlar Zilla e fazê-lo destruir tudo que tem pela frente e enfrentar um chefe, todos os chefes são monstros da própria série. Foi lançado no dia 30 de Novembro de 1999 para o console portátil Game Boy Color.

Godzilla The Series: Monster Wars segue a mesma linha do primeiro jogo, só que desta vez é baseado na trilogia de episódios da série animada(Monster Wars). Os chefes desta vez são monstros que só aparecem nesta trilogia. Foi lançado em 20 de Novembro de 2000 também para o Game Boy Color.

Outros[editar | editar código-fonte]

Diferenças entre os Zillas5 [editar | editar código-fonte]

Zilla Zilla Jr. Zilla 2004
Verde-acizentado Azul escuro-acizentado Cinza-azulado claro
Rajada de Vento Fogo atômico Fogo atômico
Reprodução assexuada Estéril Desconhecido
Atitude materna Atitude masculina Atitude masculina
Corpo vulnerável à armas de fogo Imune à armas de fogo Corpo vulnerável à armas de fogo
Bastante inteligência Bastante inteligente Pouca inteligência
Pode ser controlado mentalmente Imune a controles mentais em condições normais Pode ser controlado mentalmente
Não possui fator regenerativo Capacidade de se regenerar Não possui fator regenerativo

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O ataque de Zilla em Nova Iorque é mencionado no filme Godzilla, Mothra, King Ghidorah: Giant Monsters All-Out Attack.
  • Foi com Godzilla: The Series e sua derrota em Final Wars que Zilla conseguiu respeito pela Toho e os fãs de Godzilla, e um espaço entre os outros monstros da Toho.
  • Pode eventualmente retornar no novo filme a ser lançado em 2012.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]