Antônio Petrin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antônio Petrin
Nascimento 20 de junho de 1938 (79 anos)
Laranjal Paulista, São Paulo
Ocupação ator
IMDb: (inglês)

Antônio Petrin (Laranjal Paulista, 20 de junho de 1938), é um ator brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ainda criança foi morar em Santo André. Na Paróquia Senhor do Bonfim no bairro Parque das Nações, dirigida por padres italianos da Ordem Terceira Franciscana, começou a ter contato com o teatro, participando de várias encenações de peças religiosas e comédias de costumes. Estudou desenho industrial, profissão que exerceu até terminar a Escola de Arte Dramática (EAD).

Em 1967, formou-se na E.A.D. Escola de Arte Dramática, dirigida pelo Dr. Alfredo Mesquita.

Após se formar, a convite do dramaturgo Jorge Andrade foi lecionar teatro no Serviço de Ensino Vocacional, e paralelamente começa sua carreira de ator profissional. Até a presente data participou de 42 peças teatrais como ator; dirigiu 12 espetáculos teatrais. Atuou em 35 programas [1]) entre telenovelas e especiais para a televisão e em doze filmes brasileiros. Foi indicado para os mais importantes prêmios como melhor ator, tendo ganho o Prêmio APETESP no ano de 1983 com a peça Ganhar ou Ganhar (Gim Game) e em 1991 o prêmio Manchete pela novela Pantanal.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Direção
1977 Antônio Conselheiro e a Guerra dos Pelados Carlos Augusto Oliveira
A Árvore dos Sexos Delegado[3] Sílvio de Abreu
O Jogo da Vida Silverinha Maurice Capovilla
1980 Ato de Violência Ermínio Eduardo Escorel
1981 Eles não Usam Black-tie Companheiro Leon Hirszman
1982 Amor de Perversão Pai de Raimundo Alfredo Sternheim
1983 O Beijo da Mulher-Aranha Capenga Hector Babenco
1985 Os Bons Tempos Voltaram - Vamos Gozar Outra Vez Armando Ivan Cardoso e John Herbert
1987 O País dos Tenentes Delegado João Batista de Andrade
1989 Lua Cheia Ministro Alain Fresnot
1995 Quem Matou Pixote? Comissário José Joffily
Esperando Roque Pai Luiz Montes
1998 Até que a Vida nos Separe Pai de Paulo José Zaragoza
Através da Janela Dono do bar Tata Amaral
O Sonho no Coração do Abacate Marcos Ambiel
2000 Sonhos Tropicais Rotchilds André Sturm
2002 Mutante... Patrão de Júlia Rossana Foglia e Rubens Rewald
2004 Veias e Vinhos João Batista de Andrade
2005 Bodas de Papel Sr. Humberto André Sturm
2009 Um Homem Qualquer Turco Caio Vecchio
Se Nada mais Der certo Antenor José Eduardo Belmonte
2010 Plastic City - Cidade de Plástico Coelho Yu Lik-wai
2011 A Hora e a Vez de Augusto Matraga Tio Ofeliano Vinícius Coimbra
2012 Fala Comigo Agora! Pai Karina Ades
2013 Jogo das Decapitações Plínio Sérgio Bianchi
2016 Walter do 402 Walter[4] Breno Ferreira
O Amor no Divã Leon Alexandre Reinecke

Referências

  1. O2 Filmes
  2. teledramaturgia.com.br. «Em Família (elenco) - Teledramaturgia». Consultado em 11 de janeiro de 2014 
  3. «A Árvore dos Sexos». Cinemateca Brasileira. Consultado em 25 de março de 2018 
  4. «Walter do 402». História do Cinema Brasileiro. Consultado em 25 de março de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]