Carlos Jordy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde janeiro de 2019) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlos Jordy
Deputado Federal pelo Rio de Janeiro
Período 1° de fevereiro de 2019 até a atualidade
Vereador de Niterói
Período 1° de janeiro de 2017 até 1° de fevereiro de 2019
Dados pessoais
Nome completo Carlos Roberto Coelho de Mattos Júnior
Nascimento 8 de fevereiro de 1982(37 anos)
Niterói
Nacionalidade Brasileiro
Partido PSL (2018-presente)
PSC (2016-2018)
Religião Cristianismo
Profissão Servidor público e político
Website https://www.carlosjordy.com.br/
linkWP:PPO#Brasil

Carlos Roberto Coelho de Mattos Júnior (Niterói, 8 de fevereiro de 1982)[1], ou simplesmente Carlos Jordy,[2][3] é funcionário público e um político brasileiro.

Concorreu nas eleições de 2018 ao cargo de deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro, sendo eleito o 4° candidato mais votado para o cargo neste estado com 204.048 mil votos (2,64% dos votos).[4]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu na cidade de Niterói no ano de 1982, viveu primeiramente no bairro de Ingá, bairro a qual viveu boa parte da infância e início da adolescência e aos 13 anos se mudou junto com a família para o bairro de Icaraí, nesta mesma época seus pais o matricularam no Colégio São Vicente de Paulo - foi nestes anos de colégio que ele diz que começou a se interessar por política - , instituição ao qual terminaria o ensino médio no ano de 2001. Em 2004 ingressou na Universidade do Vale de Itajaí, universidade a qual ele ganhou o diploma de Bacharel em Turismo e Hotelaria.[5]

Iniciou sua carreira no serviço público em 2011, quando, após ser aprovado em 10º lugar no concurso de Analista de Planejamento e Orçamento da Prefeitura Municipal de São Gonçalo, foi lotado na Secretaria de Fazenda e passou a trabalhar na elaboração dos instrumentos orçamentários (Plano Plurianual, Lei de Diretrizes Orçamentárias e Lei Orçamentária Anual) e na execução do orçamento do Município. Após um ano de exercício, foi nomeado Diretor de Divisão de Planejamento e Elaboração Orçamentária.[carece de fontes?]

Em 2013, foi aprovado no concurso para Escrivão de Polícia Federal, tendo cursado a Academia Nacional de Polícia.[carece de fontes?]

No ano seguinte foi 1º colocado do processo seletivo para ingresso na Pós-Graduação Lato Sensu Especialização em Gestão Pública Municipal, curso realizado pela Escola de Contas e Gestão do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro.[carece de fontes?]

Atualmente é servidor público federal, exercendo o cargo de Analista na área de licitações e contratos da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, concurso em que foi aprovado em 4º lugar num total de 6562 inscritos.[carece de fontes?]

Carreira Política[editar | editar código-fonte]

Estreou na política nas Eleições em 2016 a qual ele concorreu ao cargo de vereador por Niterói pelo PSC, sendo eleito pra o mandato de 2017-2020.[6]

Em 2017, se envolveu em disputas com a Universidade Federal Fluminense após criticar o uso de banheiros mistos na Universidade. A UFF aprovou uma moção de repúdio contra o então Vereador, acusando-o de ferir a autonomia universitária.

Em fevereiro de 2018 saiu pré-candidato ao cargo de deputado federal, mas ele ainda estava no PSC e já demonstrava que iria troca de partido, situação a qual foi definida em abril do mesmo ano em um ato de filiação dele ao PSL realizado na Câmara Municipal de Niterói, evento a qual reuniu militantes do partido e o então pré-candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro Flavio Bolsonaro.[7] Sua candidatura recebeu apoio do então candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro.

Em 2018, disputou as eleições para o cargo de deputado federal, tendo sido eleito com 204.048 mil votos (2,64% dos votos).


Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.