Farrapos (Porto Alegre)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Farrapos
—  Bairro do Brasil  —
Farrapos porto alegre.JPG
Município Porto Alegre
Área
 - Total 165 hectares
População
 - Total 17,019 hab (2 000)
8,193 homens
8,826 mulheres
Taxa de crescimento (+) 2,6% (de 1991 a 2000)
Domicílios 4.814
Rendimento médio mensal 3,00 salários mínimos
Fonte: Não disponível

Farrapos é um bairro da zona norte da cidade brasileira de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Foi criado pela lei 6218 de 17 de novembro de 1988 e alterado pela Lei 12.112/16.

Faz divisa com os bairros Humaitá e Navegantes.

Características atuais[1][editar | editar código-fonte]

A ocupação da região está ligada ao processo de crescimento populacional de Porto Alegre.

Mais conhecido como Vila Farrapos, o bairro é uma das regiões mais carentes da cidade.[2][3] Os habitantes são de origem humilde e muitos vivem em precárias condições de moradia.[4]

É um bairro residencial, com um pequeno comércio de gêneros alimentícios e possui um posto de saúde.[5] No entanto, diversas empresas têm suas sedes em torno desse bairro, como a Zandoná e a Viação Navegantes, entre outras.

Limites atuais[editar | editar código-fonte]

Ponto inicial e final: encontro da Avenida Padre Leopoldo Brentano com a Avenida A. J. Renner; desse ponto segue pela Avenida A. J. Renner até a Rua Dona Teodora, por essa até a Rua Voluntários da Pátria; desse ponto segue por uma linha reta e imaginária até o Lago Guaíba, junto ao Cais Navegantes, ponto de coordenadas E: 280.234; N: 1.681.215; desse ponto segue pela orla até o Rio Gravataí, ponto de coordenadas E: 281.723; N: 1.683.333; desse ponto segue por uma linha reta e imaginária até o final da Avenida Dois Mil Cento e Vinte e Dois (2122), ponto de coordenadas E: 281.736; N: 1.683.075, seguindo o eixo dessa avenida até o entroncamento entre a Avenida Padre Leopoldo Brentano com a Avenida A. J. Renner, ponto inicial.[1]

Lei dos limites de bairros- proposta 2015-2016[editar | editar código-fonte]

No fim do ano de 2015, as propostas com as emendas foram aprovadas pela câmara de vereadores de Porto Alegre. Quanto aos limites do bairro Farrapos, a Arena do Grêmio e o Residencial Liberdade passaram a pertencer ao bairro. [6] [7]


Referências

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • SOUZA, Celia Ferraz; MULLER, Doris Maria. Porto Alegre e sua evolução urbana. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS, 1997.
  • Dados do Censo/IBGE 2000

Ligações externas[editar | editar código-fonte]