Vila Assunção

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vila Assunção
—  Bairro do Brasil  —
Vila Assunção Porto Alegre.JPG
Município Porto Alegre
Área
 - Total 120 hectares
População
 - Total 4,591 hab (2 000)
2,164 homens
2,427 mulheres
    • Densidade 38 hab/ha hab./km²
Taxa de crescimento (+) 0,1 % (de 1991 a 2000)
Domicílios 1.363
Rendimento médio mensal 27,74 salários mínimos
Fonte: Não disponível

Vila Assunção é um bairro nobre da zona sul da cidade brasileira de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Foi criado pela Lei Municipal nº 2022 de 7 de dezembro de 1959.

Histórico[1][editar | editar código-fonte]

A área da Vila Assunção, Vila Conceição, Sétimo Céu, as duas primeiras quadras do bairro Tristeza mais próximas ao lago Guaíba e a Pedra Redonda, é considerada a primeira praia balneária da cidade de Porto Alegre, tendo sido muito procurada por compradores a partir da década de 1940. Normalmente, os moradores das ruas Duque de Caxias e Coronel Fernando Machado, no Centro Histórico da cidade, bem como dos bairros Independência e Moinhos de Vento, e do outrora nobre entorno do parque da Redenção, tinham residências de fim-de-semana e balneário na região.

A importante avenida da Vila Assunção é a Pereira Passos, que não passava de um estreito caminho de acesso ao interior da chácara de José Joaquim Assunção, o qual deu o nome ao bairro. O proprietário tentou instalar em suas terras uma destilaria de álcool, mas nunca chegou a finalizar a construção dessa, por causa de desentendimentos com as autoridades.

Em 1918, Assunção faleceu e, em 1937, sua viúva, Felisbina, fez um acordo com a empresa Di Primio Beck, que urbanizou a região, calçando, canalizando a água, puxando a luz, e reservando uma fatia deste loteamento para uso da viúva.

Ressalta-se também a Rua Doutor Castro de Menezes, que além de delinear o limite norte da Vila Assunção, fazendo um trajeto arborizado de plátanos subindo o "Morro da Assunção", abriga um grande complexo da Brigada Militar (Polícia Militar do RS), com os quartéis do Departamento de Saúde, Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre e o Centro de Manutenção Tecnológica.

A maioria de suas ruas fazem referência aos índios tupi-guaranis, primeiros moradores dessas terras.

Na chamada "Ponta do Dionísio", onde hoje funciona o Clube Veleiros do Sul, havia um trapiche do qual eram jogados no lago Guaíba os dejetos fecais da população da cidade. Após 1899, os dejetos passaram a ser jogados na "Ponta do Melo", onde o extinto Estaleiro Só estava instalado.[2]

Junto à avenida Guaíba está situada a chamada "Vila dos Pescadores", originalmente formada por pescadores vindos da ilha da Pintada após a enchente de 1941. As famílias trouxeram para a comunidade da Vila Assunção a tradição da pesca artesanal. Em julho de 2011, a vila dos Pescadores completou 70 anos de história.[3]

Características atuais[editar | editar código-fonte]

É um bairro pitoresco, com paisagens bucólicas, que desenvolveu vida própria por estar afastado do centro de Porto Alegre.

Exclusivamente residencial, possui belas casas, condomínios de alto padrão e é banhado em seus limites pelo estuário do lago Guaíba.

Pontos de referência[editar | editar código-fonte]

Áreas verdes
  • Praça Araé
  • Praça Araguaia
  • Praça Caraíbe
  • Praça Dante Barone
  • Praça Franklin Perez
  • Praça João Bergmann
  • Praça José Assunção
  • Praça Soluma
  • Praça Tomocaré
  • Praça Tupiniquim
  • Praça Divo do Canto (defronte ao Hospital da Brigada Militar)
  • Esplanada das Comunicações (no quartel do Centro de Manutenção Tecnológica da Brigada Militar)
Clubes
Educação
Outros

Galeria[editar | editar código-fonte]

Limites atuais[editar | editar código-fonte]

Da Rua Dr. Castro de Menezes e seu prolongamento na divisa das águas do lago Guaíba até encontrar a Avenida Copacabana; desta, até a esquina com a Avenida Wenceslau Escobar; desta, até a Rua Dr. Castro de Menezes; desta e seu prolongamento, por uma linha reta e seca, até a margem do lago Guaíba.

Seus bairros vizinhos são: Cristal e Tristeza.

Moradores famosos[editar | editar código-fonte]

Referências

Bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • RIOS, Renata Ferreira. Histórico–Vila Assunção.
  • SANHUDO, Ary Veiga. Porto Alegre: Crônicas da minha cidade. vol. 2. Porto Alegre: Ed. Movimento/ Instituto Estadual do Livro, 1975. p. 185-186.
  • Dados do censo/IBGE 2000

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Vila Assunção