Sarandi (Porto Alegre)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados de Sarandi, veja Sarandi.
Sarandi
  Bairro do Brasil  
Sarandi bairro Porto Alegre.JPG
Localização
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Distrito Região Norte
Município Porto Alegre
História
Criado em 7 de Dezembro de 1959
Características geográficas
Área total 950 hectares
População total 99,531 hab (2 019)
36,110 homens
63,421 mulheres hab.
Outras informações
Taxa de crescimento (+) 12,0% (de 1991 a 2019)
Domicílios 51.169 (2019)
Rendimento médio mensal 2,64 (R$ 1,850,00) salários mínimos
Limites Jardim Lindóia - Rubem Berta - Jardim Itú Sabará - São Sebastião - Minuano - Passo Das Pedras - Jardim Dona Leopoldina
Subprefeitura Região Norte
Fonte: Não disponível

Sarandi é um bairro da zona norte da cidade brasileira de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul.

Foi criado pela Lei 2022 de 7 de dezembro de 1959 alterado pela Lei 12.112/16.

Histórico[1][editar | editar código-fonte]

Antigamente denominado "Várzea do Gravataí", o território que compreende o bairro fazia parte da sesmaria de Jerônimo de Ornelas. No século XIX, várias estâncias e chácaras se estabeleceram na região e, a partir do século XX, instalaram-se muitos moradores. Entre as décadas de 1940 e 1950, a prefeitura municipal iniciou o saneamento e o loteamento do Sarandi, já então um bairro popular, criando as vilas Meneghetti, Leão, Parque, Elizabeth e Minuano.

Em 2008, o bairro Sarandi, recebeu a comitiva presidencial do ex-Presidente Luís Inácio Lula da Silva, juntamente com seus vereadores, senadores e deputados estatuais do Rio Grande do Sul. Na ocasião histórica, o Exército Brasileiro e a Policia Federal fizeram toda a segurança do local.

A então, Ministra das Minas e Energia, Dilma Russelff estava presente no local, ao lado da ex-governadora, Yeda Crusius.

Lady Gaga em Porto Alegre[editar | editar código-fonte]

A produtora responsável pelos shows de Lady Gaga no Brasil anunciou mais uma apresentação da cantora no país em Novembro de 2012.

Depois de passar por Rio de Janeiro e São Paulo, nos dias 9 e 11 de novembro, ela se apresentará em Porto Alegre.

O show na capital gaúcha foi no estacionamento da Fiergs, na Zona Norte (Bairro Sarandi).

Características atuais[editar | editar código-fonte]

Situado no extremo da zona norte de Porto Alegre, o bairro fica próximo das cidades de Canoas, Alvorada e Cachoeirinha.

Predominantemente residencial e muito populoso, o Sarandi é considerado um bairro de classe média baixa. Algumas vilas do bairro estão em processo de regularização. É o primeiro bairro acessível para pessoas que vêm da rodovia BR 290 (Freeway) em direção a Porto Alegre.

O bairro Sarandi abriga um grande centro de eventos culturais e um dos maiores teatros da América Latina: o Teatro do Sesi,[2] no Centro de Convenções da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs).

A população do bairro, étnica e religiosamente, é bastante heterogênea: a primeira igreja católica do Sarandi, a Igreja São José Operário, foi fundada em 1953, mas atualmente há também templos evangélicos, templos de Religião Afro-brasileira (denominadas casas de Nação) e Umbanda.

Limites atuais[editar | editar código-fonte]

Ponto inicial e final: encontro da Rua Joaquim Silveira com a Avenida Assis Brasil; desse ponto segue pela Avenida Assis Brasil até Rua Dona Alzira, por essa até a Avenida Sertório, por essa até a Rua Ouro Preto, por essa até a Rua Taim, por essa até a Avenida Dique, por essa até o ponto de coordenadas E: 284.974; N: 1.682.983; segue por uma linha reta e imaginária até o eixo do Rio Gravataí, ponto de coordenadas E: 285.015; N: 1.683.453; desse ponto segue o eixo desse rio, limite com o município de Cachoeirinha, até encontrar a foz do Arroio Feijó, ponto de coordenadas E: 290.449; N: 1.683.827; segue pelo eixo desse arroio, limite com o município de Alvorada, até o Arroio Santo Agostinho, ponto de coordenadas E: 291.462; N: 1.682.122; segue o eixo desse arroio, em dois segmentos de reta, até o ponto de coordenadas E: 289.639; N: 1.681.677, junto a Rua Jesse Coll Leite, por essa até Avenida João Elustondo Filho, por essa Avenida Caldeia, por essa até a Avenida Bernardino Silveira de Amorim, por essa até a Rua Aparecida, por essa até a Avenida Nossa Senhora Aparecida, por essa até a Avenida Francisco Silveira Bittencourt, por essa até a Avenida Plinio Kroeff, por essa até a Avenida Dante Ângelo Pilla, por essa até o ponto de coordenadas E: 288.663; N: 1.679.039, localizado no prolongamento do limite sul da propriedade da Praça Parque Reserva do Açungui; segue o limite dessa praça por linha reta e imaginária, passando pelo ponto de coordenadas E: 288.428; N: 1.679.071 seguindo até a Rua do Pampa, ponto de coordenadas E: 288.443; N: 1.679.293, por essa e pelo limite da Praça Parque Residencial Malcon até o ponto de coordenadas E: 287.917; N: 1.679.347; desse ponto segue por linha reta e imaginária passando pelo final das ruas Rua Comissário Bergmann, Rua Professor Joaber Pereira e Rua Norberto Jung até encontrar a Avenida Sertório, no ponto de coordenadas E: 287.684; N: 1.679.373, por essa até a Avenida Baltazar de Oliveira Garcia, por essa até a Rua Joaquim Silveira, por essa até a Avenida Assis Brasil, ponto inicial.[1]

Lei de Limites de Bairros (2013-2014)[editar | editar código-fonte]

No relação ao Sarandi, o anteprojeto da chamada Lei de Limites de Bairros o Sarandi aumentaria consideravelmente de tamanho e ganharia uma enorme área que, atualmente é sem denominação.[3]

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Referências

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]