Belém Velho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Belém Velho
  Bairro do Brasil  
Belém velho bairro porto alegre.JPG
Município Porto Alegre
Área
 - Total 866 hectares
População
 - Total 7,876 hab (2 000)
3,839 homens
4,037 mulheres
    • Densidade 09 hab/ha hab./km²
Taxa de crescimento (+) 4,10 % (de 1991 a 2000)
Domicílios 2.315
Rendimento médio mensal 4,94 salários mínimos
Limites Restinga , Lomba do Pinheiro
Fonte: Não disponível

Belém Velho é um bairro da cidade brasileira de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Foi criado pela lei 4876 de 24 de dezembro de 1980.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Um dos mais antigos núcleos habitacionais de Porto Alegre, o Belém Velho deve seu nome à Nossa Senhora de Belém, a qual foi homenageada com a construção de uma capela em 1830, a Capela de Belém Velho. A construção da igreja levou funcionários eclesiásticos a se responsabilizarem pela distribuição de lotes. Posteriormente, a capela foi elevada à condição de curato e Belém, à de freguesia. Quando alguns moradores se mudaram para o bairro Belém Novo, às margens do lago Guaíba, passou a ser chamado de Belém Velho.

Paisagem natural de Belém Velho.

Em 1926, o trem passou pelo bairro, com o objetivo de transportar produtos agropecuários da região até o Centro Histórico, mas a linha férrea, considerada economicamente deficitária, foi desativada em 1932. A partir da década de 1930, três instituições ligadas à saúde pública e à assistência social instalaram-se no Belém Velho: o Sanatório Belém (hoje Hospital Parque Belém), o Amparo Santa Cruz e o Instituto São Benedito. Em função disso, mais pessoas emigraram do bairro, por não considerá-lo sadio.

Em 1992, o Cemitério Belém Velho[1], de dois hectares, construído no século XIX, foi encampado pela prefeitura. Naquele mesmo ano, a capela e a praça foram tombadas como patrimônio cultural.[2]

Em agosto de 2011, uma das escolas públicas do bairro, a Doutor Pacheco Prates, chamou atenção da imprensa quando uma merendeira confessou ter colocado veneno para rato no almoço escolar, intoxicando mais de trinta alunos, professores, funcionários, além de si própria.[3][4][5]

Características atuais[editar | editar código-fonte]

Embora sua população tenha crescido, o Belém Velho permanece como um dos bairros porto-alegrenses de menor densidade, e o uso produtivo da terra ainda é sua principal característica. Por causa disso, o Belém Velho também faz parte dos Caminhos Rurais de Porto Alegre, um projeto de turismo rural que tem apoio da Prefeitura de Porto Alegre.

Marcos[editar | editar código-fonte]

Educação
  • Escola Estadual de Ensino Fundamental Anita Garibaldi
  • Escola Estadual de Ensino Fundamental Dona Luiza Freitas Vale Aranha;
  • Escola Estadual de Ensino Fundamental Doutor Pacheco Prates;
  • Escola Estadual de Ensino Fundamental Luiz Gama;
  • Escola Municipal de Ensino Fundamental Rincão;
  • Escola Técnica Santo Inácio;
Outros

Moradores ilustres[editar | editar código-fonte]

Limites atuais[editar | editar código-fonte]

Ponto inicial e final: encontro da Avenida Belém Velho com a Estrada Kanazawa; desse ponto segue por uma linha reta e imaginária até o ponto de coordenadas E: 282.144; N: 1.667.262, no final da Rua Ventura Pinto, junto ao Arroio Cavalhada; desse ponto segue por uma linha reta e imaginária até o encontro da Rua Santuário com a Avenida Professor Oscar Pereira; desse ponto segue pela Avenida Professor Oscar Pereira até a Estrada Antônio Borges, por essa até a Estrada Afonso Lourenço Mariante; desse ponto segue por uma linha reta e imaginária até a Estrada do Rincão, ponto de coordenadas E: 285.801; N: 1.666.844; segue por essa até a Estrada Octávio Frasca, por essa até a Estrada Costa Gama, por essa até a Estrada das Três Meninas, por essa até a Rua Florestan Fernandes, por essa até Estrada Kanazawa, por essa até a Avenida Belém Velho, ponto inicial.[1]

Lei dos limites de bairros- proposta 2015-2016[editar | editar código-fonte]

No fim do ano de 2015, as propostas com as emendas foram aprovadas pela câmara de vereadores de Porto Alegre. Em relação aos limites atuais, há algumas alterações. A alteração mais importante foi a ampliação dos limites do bairro para leste, englobando assim todo o Conjunto do loteamento Mariante ao bairro. [7] [8]

Referências

Bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • FRANCO, Sérgio da Costa. Porto Alegre: guia histórico. Porto Alegre: Ed. da Universidade/UFRGS, 1992.
  • PAZ, Celso Toscano, et ali... Belém Velho. Porto Alegre: Unidade Editorial da Secretaria Municipal da Cultura, 1994.
  • Dados do censo IBGE 2000

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Belém Velho