Festival Músicas do Mundo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Festival Músicas do Mundo - FMM - é um festival de música realizado anualmente no concelho de Sines, Alentejo Litoral, Portugal, sempre no mês de julho. Trata-se de uma organização da Câmara Municipal de Sines.

Conceito[editar | editar código-fonte]

O FMM foi criado em 1999 com o objectivo de valorizar o Castelo de Sines, berço de Vasco da Gama, através de um acontecimento que mostrasse a diversidade das expressões musicais do mundo, evocando a revolução nos contactos inter-culturais a que as viagens do navegador abriram caminho. Hoje, o festival ultrapassa fisicamente as fronteiras do Castelo e o seu programa transcende os limites de qualquer legitimação histórica. Dar a descobrir é a sua filosofia.

Com todas as ambiguidades do termo, o FMM pode ser enquadrado na área da “world music”. Da tradição ao jazz, da folk aos blues, do tango ao reggae, da clássica à fusão, é sobretudo um festival de música sem fronteiras de género.

Todas as pessoas que se sintam abertas a descobrir novas músicas. O FMM não tem destinatários preferenciais a não ser ouvintes com capacidade de se surpreender, sejam eles um velho pescador, um jovem estudante universitário ou um melómano experimentado. Ao longo da sua história, o festival tem tido na diversidade de origens do seu público uma das suas principais características.

Palcos[editar | editar código-fonte]

Os concertos decorrem em duas localidades e quatro espaços. As localidades são as duas principais povoações do concelho de Sines: a aldeia de Porto Covo e a cidade de Sines. Em Porto Covo, os concertos têm lugar num palco montado junto ao porto de pesca, com uma plateia máxima de 8000 pessoas. Em Sines há espectáculos em três palcos, todos situados no coração da cidade: o cenário histórico do Castelo (lotação: 6500), a avenida marginal da praia Vasco da Gama (15000) e o Centro de Artes de Sines (191). É no Centro que se centralizam as iniciativas paralelas aos concertos.

Números[editar | editar código-fonte]

O público do festival tem crescido muito nos últimos anos. Em 2007, o número de espectadores estimado foi de 75-80 mil, o mais alto de sempre. Desde 1999, já estiveram no FMM mais de 240 mil pessoas.

Entre 1999 e 2007, realizaram-se 124 concertos. Até este ano, 2006 tinha sido a edição mais cheia de música, com 28 espectáculos. Shemekia Copeland, Omar Sosa, Taraf de Haidouks, Black Uhuru feat. Sly & Robbie, Hedningarna, Kronos Quartet, The Skatalites, Tom Zé, Femi Kuti, Hermeto Pascoal, Marc Ribot, KTU, Master Musicians of Jajouka, Trilok Gurtu, Toumani Diabaté, Rabih Abou-Khalil, Mahmoud Ahmed e Gogol Bordello são apenas alguns dos artistas que já passaram pelo FMM.[1]

1999[editar | editar código-fonte]

A primeira edição realizou-se a 13, 14 e 15 de agosto de 1999 no Castelo de Sines.

2000[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 27 de julho e 29 de julho de 2000.

2001[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 26 de julho e 28 de julho de 2001.

2002[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 25 de julho e 27 de julho de 2002

2003[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 24 de julho e 26 de julho de 2003.

2004[editar | editar código-fonte]

2004 foi o ano que FMM teve maior crescimento, deixou de ser só no Castelo de Sines, expandiu-se para mais dois palcos, um na Avenida da Praia e outro na Capela da Misericórdia. Realizou-se entre 29 de julho e 31 de julho de 2004.

2005[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 28 de julho e 30 de julho de 2005. Expandiu-se, pela primeira, vez, a Porto Covo.

2006[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 21 de julho e 29 de julho de 2006. Expandiu-se, pela primeira, vez, ao Centro de Artes de Sines.

2007[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 20 de julho e 28 de julho de 2007.

2008[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 17 de julho e 26 de julho de 2008.

FMM in Sines/Portugal 2008
Orchestra Baobab no FMM em Sines/Portugal 2008
  • Siba e a Fuloresta (Brasil)
  • Bassekou Kouyaté & Ngoni Ba (Mali)
  • Serra-Lhe Ai!!! & os Rosales (Galiza)
  • A Naifa (Portugal)
  • Herminia (Cabo Verde)
  • Hazmat Modine (EUA)
  • Flat Earth Society Meets Jimi Tenor
  • The Last Poets (EUA)
  • Enzo Avitabile & Bottari (Itália)
  • Danças Ocultas
  • Asha Bhosle (Índia)
  • A Tribute to Andy Palacio Feat. Special Guests (Belize / Honduras)
  • Danae (Portugal)
  • Moskow Art Trio (Rússia)
  • Lo Cor De La Plana (Occitânia / França)
  • Dead Combo (Portugal)
  • Iva Bittová (Republica Checa)
  • Moriarty (EUA/ França)
  • Waldemar Bastos (Angola)
  • Vinicio Capossela (Itália)
  • Justin Adams & Juldeh Camara (GB/ Gâmbia)
  • Anthonz Joseph & the Spasm Band Feat. Joe Bowie (Trinidad / GB / EUA)
  • Mandrágora & SPECIAL GUESTS (Portugal / GB)
  • Marful “SALÓN DE BAILE” (Galicia)
  • Gerald Toto, Richard Bona, Lokua Kanza (Antilhas / Camarões / RD Congo)
  • Orchestra Baobab (Senegal)
  • Silvério Pessoa (Brasil)
  • Toubab Krewe (EUA)
  • Rachel Unthank & The Winterset (GB)
  • Faiz Ali Faiz (Paquistão)
  • KTU (Finlandia / EUA)
  • Cui Jian (China)
  • Firewater (EUA)
  • Nortec Collective Presents Bostich and Fussible (México)
  • The Dizu Plaatjies’ Ibuyambo Ensemble (África do Sul)
  • Koby Israelite (Israel / GB)
  • Rokia Traoré (Mali / França)
  • Doran – Stucky – Studer – Tacuma (Irlanda/ EUA)
  • Jean-Paul Bourellz meets Melvin Gibbs & Will Calhoun (EUA)
  • Boom Pam (Israel)

2009[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 16 de julho e 25 de julho de 2009.

Grupo Hanggai da China no FMM 2009
Chuchu Valdes no FMM Festival em Sines Portugal 2009
Manecas Costa no FMM Festival em Sines Portugal 2009
  • O’QueStrada (Portugal)
  • Rupa & The April Fishes (EUA)
  • Circo Abusivo (Itália)
  • Victor Démé (Burkina Faso)
  • The Ukrainians (GB)
  • Dele Sosimi Afrobeat Orchestra (Nigéria / GB)
  • Wyza (Angola)
  • Orquesta Típica Fernández Fierro (Argentina)
  • Daara J Family (Senegal)
  • Mor Karbasi (Israel)
  • Portico Quartet (GB)
  • Corneliu Stroe & Aromanian Ethno Band (Roménia)
  • Carmen Souza (Portugal / Cabo Verde)
  • Trilhos – Novos caminhos da guitarra portuguesa (Portugal)
  • Janita Salomé (Portugal)
  • Uxía (Galiza)
  • Acetre (Extremadura)
  • L’Enfance Rouge (França / Itália / Tunísia)
  • Assobio (Portugal)
  • Alô Irmão! – Narf & Manecas Costa (Galiza/ Guiné-Bissau)
  • Hanggai (China)
  • Chucho Valdés Big Band (Cuba)
  • Kasaï Allstars (RD Congo)
  • Damily (Madagáscar)
  • Paulo Sousa (Portugal)
  • Njava (Madagáscar)
  • Warsaw Village Band (Polónia)
  • Debashish Bhattacharya (Índia)
  • Cyro Baptista „Beat the Donkey“ (Brasil / EUA)
  • Chicha Libre (EUA)
  • Melech Mechaya (Portugal)
  • Bibi Tanga & The Selenites (França)
  • James Blood Ulmer (EUA)
  • Alamaailman Vasarat (Finlândia)
  • Lee „Scratch” Perry (Jamaica)
  • Speed Caravan (Argélia/ França)

2010[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 28 de julho e 31 de julho de 2010.

Tinariwen no FMM Festival das Músicas do Mundo em Sines, 2010
  • Staff Benda Bilili (RD Congo), Best group do Songlines Music Awards 2010
  • The Mekons (GB / EUA)
  • Grupo Fantasma (EUA)
  • Forro in the Dark (Brasil)
  • Lole Montoya (Espanha)
  • Yasmin Levy (Israel)
  • Sa Dingding (China)
  • Céu (Brasil)
  • Novalima (Peru)
  • Las Rubias del Norte (EUA)
  • Vitorino e Janita Salomé com Grupo de Cantadores de Redondo (Portugal)
  • Cacique’97 (Moçambique / Portugal)
  • Nat King Cole en Espagnol (EUA / Cuba / Portugal)
  • 34 Puñaladas (Argentina)
  • Wimme (Finlândia / Sami People)
  • N’Diale – Jacky Molard Quartet & Founé Diarra Trio (Mali)
  • Kimi Djabaté (Guiné-Bissau)
  • The Rodeo (França)
  • Barbez (EUA)
  • Sa Dingding (China)
  • Tinariwen (Mali / Sahara)
  • Bailarico Sofisticado convida Selecta Alice (Portugal)
  • Guadi Galego (Galiza)
  • Galaxy (Timor)
  • Cheick Tidiane Seck feat. Mamani Keita (Mali)
  • U-Roy (Jamaica)
  • Batida (Portugal / Angola)

2011[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 20 de julho e 28 de julho de 2011.

Mário Lúcio em Sines em 2011
Cheik Lô em Sines em 2011
  • Cheikh Lô (Senegal)
  • Mário Lúcio (Cabo Verde)
  • Aduf (Portugal)
  • António Zambujo (Portugal)
  • Le Trio Joubran (Palestina)
  • Secret Chiefs 3 (EUA)
  • António Chainho (Portugal)
  • Mamer (China)
  • Berrogüetto (Galiza/Espanha)
  • Congotronics (RD Congo/EUA/Argentina)
  • Lúisa Maita (Brasil)
  • De Tangos Y Jaleos (Espanha)
  • Ebo Taylor & Afrobeat Academy (Gana)
  • Mercedes Peón (Galiza/Espanha)
  • Rakia (Portugal)
  • Manou Gallo & Women Band (Bélgica)
  • Mama Rosin (Suíça)
  • Mikado Lab (Portugal)
  • Shunsuke Kimura x Etsuro Ono (Japão)
  • Graveola e o Lixo Polifônico (Brasil)
  • Apsilies (Grécia)
  • Vishwa Mohan Bhatt (Índia)
  • Nomfusi (África do Sul)
  • Tuba Project feat. Bob Stewart (Roménia/EUA)
  • L.U.M.E. (Portugal)
  • Ayarkhaan (Rússia)
  • Marchand vs Burger (França)
  • Dissidenten (Alemanha)
  • Aziz Sahmaoui & University of Gnawa (Marrocos/Senegal)
  • CaBaCe (Portugal)
  • Nathalie Natiembé (Reunião/França)
  • Sly & Robbie feat. Junior Reid (Jamaica)
  • Kumpania Algazarra (Portugal)

2012[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 19 de julho e 28 de julho de 2012.

Oumou Sangaré no FMM Sines
  • Amélia Muge & Michales Loukovikas "Periplus" (Portugal/ Grecia)
  • Narasirato (Ilhas Salomão)
  • Otis Taylor Band (EUA)
  • Bombino (Níger)
  • Osso Vidoso (Portugal)
  • AL-Madar (Líbano/ USA)
  • L’Enfance Rouge & Lotfi Bouchnak (França/ Tunísia)
  • Frigg (Finlândia)
  • Clorfila & Los Mezaleros de la Sierra (México)
  • Dead Combo feat. Marc Ribot (Portugal / EUA)
  • Oumou Sangaré & Béla Fleck (Mali / EUA)
  • Marc Ribot y los Cubanos Postizos (EUA)
  • Imperial Tiger Orchestra & Hamelmal Abate (Suíça / Etiópia)
  • Shangaan Electro (África do Sul)
  • Jessika Kenney & Eyvind Kang (EUA)
  • Ensemble Notte Della Tranta (Itália)
  • Bilan (Cabo Verde)
  • Couple Coffee (Portugal/Brasil)
  • Dubioza Kolektiv (Bósnia e Herzegovina)
  • Astillero (Argentina)
  • Fatoumata Diawara (Mali)
  • Staff Benda Bilili (R.D. Congo)
  • Uxu Kalhus (Portugal)
  • Diabo a Sete (Portugal)
  • Kouyaté-Neerman (França/Mali)
  • Dhafer Youssef Quartet (Tunísia)
  • Mari Boine (Noruega)
  • Zita Swoon Group (Bélgica / Burkina Faso)
  • Juju (Gâmbia / Reino Unido)
  • Orquestra Todos (Portugal)
  • Socalled (Canadá)
  • Hugh Masekela (África do Sul)
  • Tony Allen's “Black Series” Feat. Amp Fiddler (Nigéria/ EUA)
  • Jupiter & Okwess International (R.D. Congo)
  • Lirinha (Brasil)

2013[editar | editar código-fonte]

Realizou-se entre 18 de julho e 27 de julho de 2013.

Bassekou Koiaté e grupo em Sines 2013

Palcos: Castelo, Avenida Vasco da Gama, Centro de Artes e Capela da Misericórdia com ca. 100 mil espetadores

  • Custódio Castelo (Portugal)
  • Bassekou Kouyaté & Ngoni Ba (Mali)
  • Hazmat Modine (EUA)
  • Amadou & Mariam (Mali)
  • Cabruêra (Brasil)
  • Celina da Piedade (Portugal)
  • Barbez (EUA)
  • Lo’Jo (França)
  • Baloji (R. D. Congo / Bélgica)
  • Dubioza Kolektiv (Bósnia e Herzegovina)
  • Reijseger Fraanje Sylla (Países Baixos/ Senegal)
  • JP Simões (Portugal)
  • DakhaBrakha (Ucrânia)
  • Hermeto Pascoal (Brasil)
  • Batida (Portugal / Angola)
  • Jon Luz (Cabo Verde)
  • Mari Kvien Brunvoll (Noruega)
  • Sílvia Pérez Cruz (Espanha)
  • Aline Frazão (Angola / Portugal)
  • Orquestra Locomotiva (Portugal)
  • MU (Portugal)
  • Tcheka (Cabo Verde)
  • Hassan El Gadiri & Trance Mission (Portugal)
  • Nathalie Natiembé (Reunião)
  • O Carro de Fogo de Sei Miguel (Portugal)
  • Extremadura Territorio Flamenco (Espanha)
  • Imidiwan (Portugal / Mali)
  • Carlos Bica “Azul”, com Frank Möbus e Jim Black (Portugal / Alemanha / EUA)
  • Rokia Traoré (Mali)
  • Asif Ali Khan & Party (Paquistão)
  • Ondatrópica (Colômbia)
  • Gaiteiros de Lisboa (Portugal)
  • Winston McAnuff & Fixi (Jamaica / França)
  • Tigran Hamasyan – Solo (Arménia)
  • Rachid Taha (Argélia / França)
  • Shibusa Shirazu Orchestra (Japão)
  • Bomba Estéreo (Colômbia)
  • Cristina Branco (Portugal)
  • DaWangGang (China)
  • Tamikrest (Povo Tuaregue – Mali)
  • Akua Naru (EUA / Alemanha)
  • Femi Kuti & The Positive Force (Nigéria)
  • Skip & Die (África do Sul / Países Baixos)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  1. Site oficial do FMM. Visitado em 3-6-2015.