Inocentes da Caprichosos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Inocentes da Caprichosos
Bandeira do GRCESM Inocentes da Caprichosos.png
Fundação 6 de abril de 1991 (26 anos) [1]
Escola-mãe Caprichosos de Pilares [1]
Cores

Azul

Branco
Símbolo Um coração azul alado, com auréola de anjo e um pandeiro abaixo [1]
Bairro Pilares [1]

GRCESM Inocentes da Caprichosos é uma escola de samba mirim da cidade do Rio de Janeiro, fundada em 6 de abril de 1991, participa todos os anos do desfile oficial de escolas de samba mirins,na terça-feira de Carnaval, na Marquês de Sapucaí. A sua escola-mãe é a Caprichosos de Pilares.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Em 2005, o intérprete Thiago Brito que mais tarde seria intérprete oficial da Caprichosos, estreou pela escola mirim.[3]

Sem desfilar em 2009, a Inocentes da Caprichosos escolheu como tema a educação para 2010, quando foi a primeira [4] escola de samba mirim a desfilar.[4]

Em 2011, reeditou o samba-enredo da Caprichosos de 2004:"Xuxa e seu reino encantado no carnaval da imaginação. A escola contou com a participação das crianças da Fundação Xuxa Meneguel, enquanto a homenageada assistiu ao desfile no camarote da Revista Caras.[5]

Em 2012 apresentou um enredo sobre a água e inovou construindo suas 3 alegorias somente com canos de PVC: uma barco; um parque aquático e um aquário. Em 2013 trouxe outra novidade com seu enredo irreverente TERRIR: terror com risos.

Em 2015 trouxe para a avenida um conto de fadas, abordando o desfile mirim pela visão de um menino de uma comunidade de Pilares. No ano seguinte, abordou no seu desfile a cor azul e seus vários tons de azul, além de abordar o uso desta cor na cultura em geral, como por exemplo, na Literatura e Religião, além da presença da cor na natureza.[6]

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Jefferson Rocha 2010-2017 [7]

Presidentes de honra[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato Ref.
Jane Abreu ? - ?

Intérpretes[editar | editar código-fonte]

Nome Período Ref.
Thiago Brito 2005
Felipe Silva, Iago Deodato & Dodô do Vale 2010
Felipe Silva, Iago Deodato & Pablo André 2011
Felipe Silva, Pablo André & Bernardo Martins 2012
Felipe Silva & Bernardo Martins 2013
Felipe Silva & Bernardo Martins 2014
Bernardo Martins, Diego Ribeiro & Éric Esteves 2015
Bernardo Martins, Diego Ribeiro & Éric Esteves 2016
Bernardo Martins & Eric Esteves 2017

Diretores[editar | editar código-fonte]

Ano Diretor de Carnaval Diretor de harmonia Mestre de bateria Ref
2010 Vlamir Fagundes Fabio Caprichosos Américo
2011 Vlamir Fagundes Fabio Caprichosos Américo
2012 Mauricio Fabio Caprichosos Alisson
2013 Luiz Carlos Fabio Caprichosos Alisson
2014 Luiz Carlos Fabio Caprichosos Alisson
2015 Luiz Carlos Fabio Caprichoso Alisson
2016 Rogério Lobo Fabio Caprichosos Lucas (Japinha)
2017 Vlamir Fagundes Fabio Caprichosos Enzo & Pedro Lucas

Coreógrafos da Comissão de Frente[editar | editar código-fonte]

Ano Nome ref
2010 Danuza
2011 Julio Nascimento
2012 Julio Nascimento
2013 Julio Nascimento
2014 Luciana Guedes & Claudia Seta
2015 Luciana Guedes & Claudia Seta
2016 Ana Cecilia & Ivan
2017 Ana Cecilia & Ivan

Mestres-salas e porta-bandeiras[editar | editar código-fonte]

Ano 1º Casal 2º Casal 3º Casal Ref
2010 Rayson & Lorena Julinho & Isabela -
2011 Rayson & Lorena Julinho & Isabela -
2012 Rayson & Lorena Julinho & Isabela Paulo Henrique & Duda
2013 Rayson & Isabela Julinho & Rebeca Paulo Henrique e Duda
2014 Rayson e Isabela Julinho & Rebeca Matheus e Duda
2015 Rayson e Isabela Julinho & Rebeca Artur Duhan & Gabriela Duhan
2016 Rayson & Ingrid Artur Duhan & Gagriela Duhan Eduarda Cristina e Cauã
2017 Artur Duhan & Gabriela Duhan Eduarda Cristina & Pablo Lima -

Corte de bateria[editar | editar código-fonte]

Ano Rainha Ref.
2010 Raíssa Vieira
2011 Thainara vieira
2012 Daniele Andrade
2013 Anna Luiza
2014 Anna Luiza
2015 Mari Endreon
2016 Mari Endreon
2017 Mari Endreon

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Inocentes da Caprichosos
Ano Enredo Compositores
do samba-enredo
Carnavalesco Ref.
2000 "500 Anos do Descobrimento do Brasil" [1]
2004 "Criança também brinca de coisa séria" Ala dos Compositores [1]
2005 "Grandes datas brasileiras" Jane Nunes de Abreu [1]
2006 "Um conto Tapajó-Madeira, Inocentes enfeitando a fauna brasileira" Ala dos Compositores [1]
2007 "Floresta da Tijuca paraíso verde de encantação" Comissão de Carnaval [1]
2008 "Suburbana - Caminho Caprichoso da Rainha ao Engenho" Comissão de Carnaval [1]
2009 A escola não desfilou [1]
2010 "Educação – Iluminando a consciência" Thiago Brito Paulo Cavalcanti e Luciana Pacheco [1]
2011 "Xuxa e seu reino encantado no carnaval da imaginação"
(Reedição do enredo de 2004 da Caprichosos de Pilares)
Nei Negrone, Silvio Araújo e Riquinho Gremião Paulo Cavalcanti [8][9][10]
2012 "Água de benzer, água de beber, água de banhar. Só não pode faltar. A Inocentes bebe dessa fonte" Zé Paulo Sierra e César Fadel Paulo Cavalcanti [1]
2013 "Terrir - a Festa dos Monstros no Trem fantasma da Alegria" Paulo Cavalcanti [1]
2014 "Gambare Inocentes, arigatô Japão...Na terra do sol nascente o Brasil é Pentacampão" Zé Paulo Sierra e César Fadel Paulo Cavalcanti & Pamela Priscila [11]
2015 "Se essa avenida fosse minha, eu mandava iluminar com as cores das escolas para a garotada desfilar" Paulo Cavalcanti & Pamela Priscila [12]
2016 "No meu enredo mais bonito, me enfeitei com 15 tons de azul do infinito" Zé Paulo Sierra e César Fadel Paulo Cavalcanti & Pamela Priscila [13][6]
2017 "Sou curumim, sou inocentes da tribo Japoromirim" Thiago Brito e Diego Oliveira Paulo Cavalcanti e Pamela Priscila [14]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n «Informações». Site Academia do Samba. Consultado em 9 de julho de 2017. Cópia arquivada em 9 de julho de 2017 
  2. Rio Guia Carnaval. «Inocentes da Caprichosos». Consultado em 13 de agosto de 2011 
  3. Samba Rio Carnaval. «THIAGO BRITO». Consultado em 19 de julho de 2012 
  4. a b O Dia (14 de agosto de 2009). «Inocentes da Caprichosos já tem enredo para 2010». Consultado em 19 de abril de 2011 
  5. TV Rio Samba. «AESM-RIO divulga notas das agremiações mirins». Consultado em 28 de maio de 201  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  6. a b [1]
  7. [2]
  8. Extra (22 de junho de 2010). «Escolas de samba mirins apresentam enredos e lançam CD». Consultado em 17 de março de 2011 
  9. Revista Caras. «Xuxa Meneghel vai até a Sapucaí para conferir o desfile da escola mirim Inocentes da Caprichosos e abre o Camarote CARAS na avenida do samba». Consultado em 19 de abril de 2011 
  10. site Papo de Samba. «Infantes do Lins lança enredo e apresenta protótipos no Teatro Ipanema - Vinícius Ferraz será apresentado oficialmente como carnavalesco». Consultado em 19 de abril de 2011 
  11. «2014». Site SRZD - Sidney Rezende. Consultado em 16 de julho de 2017. Cópia arquivada em 29 de novembro de 2013 
  12. «2015 2». Site Agência Brasil. Consultado em 9 de julho de 2017. Cópia arquivada em 9 de julho de 2017 
  13. Samba Conexão News (5 de dezembro de 2015). «Confira os Sambas de Enredo - Escolas Mirins - carnaval 2016.». Consultado em 24 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2016 
  14. «2017». Site Radio Arquibancada. Consultado em 16 de julho de 2017. Cópia arquivada em 16 de julho de 2017