Luiz Nishimori

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Luiz Nishimori
Deputado federal pelo Paraná
Período 8 de fevereiro de 2011
até a atualidade
Deputado estadual do Paraná
Período 1º de fevereiro de 2003
até 31 de janeiro de 2011
Dados pessoais
Nascimento 09 de abril de 1949 (71 anos)
Marialva, Paraná
Partido PSDB (2003-2013)
PL (2013-presente)
Profissão agricultor e comerciante
Website www.luiznishimori.com.br
linkWP:PPO#Brasil

Luiz Hiloshi Nishimori (Marialva, 9 de abril de 1949)[1] é um agricultor, comerciante e político brasileiro filiado ao Partido Liberal (PL).[2]

Política[editar | editar código-fonte]

Formado na Universidade Estadual de Maringá em Ciências Contábeis, foi candidato em 2002, pelo PP, a deputado estadual no Paraná, alcançando 28 779 votos e ficando como suplente e posteriormente assumindo a vaga. Reeleito deputado estadual na eleição de 2006, já pelo PSDB, com 5 247 votos. Foi candidato a deputado federal pelo Paraná em 2010, ficando como primeiro suplente da coligação, com 70 088 votos, assumindo o cargo em 8 de fevereiro de 2011 até o final da legislatura.

Desligou-se do PSDB em 2013, alegando não ter espaço no partido e ingressou no PR. Na eleição de 2014, foi reeleito deputado federal com 106 852 votos. Em janeiro de 2015 foi eleito presidente do diretório do PR no estado do Paraná.[carece de fontes?]

Em 17 de abril de 2016, Nishimori votou pela abertura do processo de impeachment de Dilma Rousseff.[3]

Já durante o governo Michel Temer, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[4] Em abril de 2017 foi favorável à Reforma Trabalhista.[4][5]

Em 2 de agosto de 2017, na votação sobre a admissibilidade da denúncia de corrupção passiva em desfavor do presidente Michel Temer, assinada pela PGR, votou pelo arquivamento.[6]

É relator do Projeto de Lei 6299,[7] que visa atualizar a legislação referente ao uso de agrotóxicos.

Atividades partidárias[editar | editar código-fonte]

  • Vice-líder do PSDB na Câmara dos Deputados (15/2/2012-25/9/2012);
  • Líder do PSDB na Assembleia Legislativa do Paraná (2007);
  • Membro do diretório estadual do PSDB (2006-2013);
  • Presidente do diretório estadual do Partido da República (2015-2016);
  • Presidente do Grupo Parlamentar Brasil Japão (2015-presente);
  • Relator na Comissão dos Agrotóxicos;
  • Coordenador de relações internacionais da Frente Parlamentar da Agropecuária.

Condecorações[editar | editar código-fonte]

  • Deputado do Ano (Diário Popular de Curitiba) - 2008;
  • Personalidade Política do Interior (Revista Senap) - 2010;
  • Título de Cidadão Santa-feense (Câmara Municipal de Santa Fé, Paraná) - 2010;

Referências

  1. «UOL Eleições 2014 - Luiz Nishimori». Uol. Consultado em 7 de setembro de 2014 
  2. «Perfil de Luiz Nishimori no portal da Câmara». Câmara dos Deputados. Consultado em 31 de maio de 2015 
  3. «Deputados autorizam impeachment de Dilma, saiba quem votou a favor e contra». EBC. 17 de abril de 2016. Consultado em 5 de maio de 2016 
  4. a b G1 (2 de agosto de 2017). «Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer». Consultado em 11 de outubro de 2017 
  5. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  6. «Denúncia contra Temer: 16 paranaenses votam a favor de Temer; 3 faltam à sessão». Gazeta do Povo. 2 de agosto de 2017. Consultado em 2 de agosto de 2017 
  7. Projeto de Lei 6299, de 2002

Ligações externas[editar | editar código-fonte]