O Trapalhão na Ilha do Tesouro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Trapalhão na Ilha do Tesouro
O Trapalhão na Ilha do Tesouro.jpg
 Brasil
1974 •  cor •  80 min 
Direção J.B. Tanko
Roteiro J.B. Tanko
Neyde Figueiredo
Victor Lustosa
Elenco Renato Aragão
Dedé Santana
Eliane Martins
Mário Cardoso
Edson Guimarães
Germano Filho
Zeni Pereira
Eduardo de Albuquerque
Género comédia
Idioma português
Cronologia
Último
Robin Hood, o Trapalhão da Floresta (1973)
Simbad, o Marujo Trapalhão (1975)
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

O Trapalhão na Ilha do Tesouro é um filme brasileiro de 1974, dirigido por J.B. Tanko, e com roteiro adaptado do romance Treasure Island, de Robert Louis Stevenson. É estrelado pelos Trapalhões Renato Aragão e Dedé Santana.

Produção[editar | editar código-fonte]

O Trapalhão na Ilha do Tesouro teve roteiro de J.B. Tanko, Neyde Figueiredo e Victor Lustosa. A produção foi de Embrafilme, J.B.Tanko Filmes e Renato Aragão Produções Cinematográficas; a trilha sonora foi de Edino Krieger; a fotografia foi de Antônio Gonçalves e Almir A. Ribeiro (deste último são as cenas submarinas); o desenho de produção ficou a cargo de Selmas Santos; o figurino foi feito por Shirley Dias e a montagem foi de Manuel Oliveira.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Dois pescadores de nomes Zé Cação e Lula descobrem o resultado de um roubo de uma perigosa quadrilha de contrabandistas e passam imediatamente a ser perseguidos por eles. No encalço dos bandidos também está o agente federal Carlos, apaixonado pela jovem Diana, dos quais os pescadores encontram e se tornam companheiros. A ação tem lugar na Pensão dos Pescadores, entretanto, o clima esquenta quando ali chega o pirata Long John Silver, que está em busca de um fabuloso mapa de um tesouro que estaria escondido numa ilha próxima. O mapa, já dividido em duas partes, torna-se motivo de perseguições, regado a muita adrenalina e bom humor, sendo trocado de mãos ao longo do filme e conduzindo todos até a ilha onde estaria enterrado o tesouro.

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Leonardo Ribeiro em sua crítica para o Papo de Cinema disse que "com todas as irregularidades listadas, o resultado final de O Trapalhão na Ilha do Tesouro é apenas mediano."[1]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O número de espectadores aproximados que viram este filme no cinema foi de 3 375 090.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «O Trapalhão na Ilha do Tesouro». www.papodecinema.com.br. 14 de março de 2016. Consultado em 21 de outubro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.