Roberto Guilherme

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Roberto Guilherme
Roberto Guilherme em cena de Dra. Darci (2020)
Nome completo Edward Guilherme Nunes da Silva
Outros nomes Sargento Pincel, Beto, Pinça
Nascimento 25 de maio de 1938
Corumbá, MT[nota 1]
Morte 10 de novembro de 2022 (84 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Ocupação ator, dublador e humorista
Principais trabalhos Sargento Pincel (Os Trapalhões e A Turma do Didi)
Simão (Simão, o Fantasma Trapalhão)
Causa da morte câncer

Roberto Guilherme, nome artístico de Edward Guilherme Nunes da Silva (Corumbá, 25 de maio de 1938Rio de Janeiro, 10 de novembro de 2022),[1] foi um ator, dublador e humorista brasileiro. Em 1963, iniciou uma longa parceria artística com Renato Aragão, tornando-se conhecido pelo personagem Sargento Pincel do programa Os Trapalhões. Posteriormente, voltou a interpretar o personagem em A Turma do Didi e Aventuras do Didi.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Roberto Guilherme nasceu em Ladário, na época município de Corumbá, Mato Grosso do Sul, em 1938. Aos 14 anos de idade, passou a jogar futebol profissionalmente, como ponta-esquerda no Vasco da Gama. Em 1957 concluiu o TIBaet, formando-se paraquedista militar com o número 3 098[2], e permaneceu jogando futebol pela Seleção Brasileira Militar, tendo jogado ao lado de Pelé e representado o país em disputas contra os Estados Unidos, Inglaterra, Panamá e Colômbia.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na época em que estava no exército, escreveu uma peça de teatro amadora encenada no Olaria Atlético Clube. Acabou atuando na peça, e posteriormente, foi convidado para trabalhar na TV Rio. Em 1963, passou a trabalhar na TV Excelsior, onde conheceu Renato Aragão, de quem se tornou grande amigo e com quem inicou uma longa parceria na televisão.[4]

Em 1966, interpretou pela primeira vez seu célebre personagem, o mal-humorado Sargento Pincel, no programa O Quartel do Barulho da RecordTV. A partir daí, atuou ao lado de Aragão e Dedé Santana em diversos programas, como Os Adoráveis Trapalhões, A Praça da Alegria e Os Insaciáveis. Nessa época também interpretava Beto, uma espécie de "galã" do grupo.

Ele também trabalhou na TV Tupi, onde formou a dupla Jojoca e Xexéu com José Santa Cruz. Atuou no programa Apertura, até a falência da emissora[5], que depois passou a ser exibido pelo SBT com o nome Reapertura. Nessa época, chegou a fazer testes para interpretar o palhaço Bozo, mas perdeu para Wandeko Pipoca.

Em 1982 foi para a Rede Globo, onde passou a integrar o elenco d'Os Trapalhões, tendo permanecido no humorístico até seu fim definitivo em 1995, sendo considerado pelos fãs um 'quinto' trapalhão. Lá, interpretou diversos personagens, entre eles vilões, porém seu personagem mais lembrado tornou-se o Sargento Pincel, que tentava por ordem no quartel e irritava-se com as trapalhadas de Didi, o Soldado 49, por quem era sempre inorizado. Posteriormente, voltaria a interpretar o personagem em Os Trapalhões em Portugal, A Turma do Didi e As Aventuras do Didi. A identificação com essa personagem é tamanha que, em uma entrevista, afirmou que sua própria família lhe chamava de "Pinça".[6]

Em 2007, foi um dos participantes da Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão. Após o término dos programas de Aragão, Guilherme permaneceu atuando em humorísticos da Globo e Multishow, como Zorra e Treme Treme. Em 2018, interpretou o General Armando no sitcom Dra. Darci, estrelado por Tom Cavalcante.

Nos cinemas, seu primeiro papel foi como o vilão Lobo na comédia Dois na Lona, estrelado por Aragão e Ted Boy Marino. Atuou em diversas filmes de comédia, alguns dos Trapalhões, geralmente em papéis menores. Em 1998, atuou ao lado de Aragão no filme Simão, o Fantasma Trapalhão, onde interpretou o papel-título. Em 2016, fez a dublagem do cantor Ozzy Osbourne para o filme Ghostbusters. Em 2017, atuou em Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood, seu último trabalho ao lado de Aragão e Dedé.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Adotou o nome "Roberto" em homenagem a seu ídolo, o cantor Roberto Carlos. Era casado com Sheila Sobral desde 1966, e com ela teve dois filhos, William e Valeska.[7] Faleceu em 10 de novembro de 2022, vítima de um câncer descoberto em 2018. Seu corpo foi cremado no Cemitério do Caju, no Rio de Janeiro.[8][9]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2018 Dra. Darci General Armando Pinto
2018 Treme Treme Brigadeiro Docinho
2015–17 Zorra Vários personagens[10]
2010–13 Aventuras do Didi Sargento Pincel/Vários personagens[6]
2008–15 Zorra Total Vários personagens
2007 Dança dos Famosos Participante
1998–10 A Turma Do Didi Sargento Pincel/Vários personagens[6]
1997–98 Renato Aragão Especial Vários personagens
1997 Caça Talentos Três Oitão
1995–97 Os Trapalhões em Portugal Vários personagens
1994 Escolinha Do Professor Raimundo Carlos Carreta
1982–95 Os Trapalhões Sargento Pincel/Vários personagens[6]
1982–83 Balança Mas Não Cai Vários personagens
1981–82 Viva O Gordo Vários personagens
1980–81 Reapertura Vários personagens
1979–80 Apertura Vários personagens
1975–76 Os Trapalhões Sargento Pincel/Vários personagens
1971–73 Os Insociáveis Beto
1971–72 Telecentral do Riso Xexéu
1969–70 Praça da Alegria Beto/Sargento Pincel
1966–69 Quartel do Barulho Sargento Pincel[6]
1966–68 Os Adoráveis Trapalhões Beto
1965–66 A Cidade Se Diverte Beto

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel
2017 Os Saltimbancos Trapalhões: Rumo a Hollywood Barão
2016 Caça-Fantasmas Ozzy Osbourne (voz)
1999 O Trapalhão e a Luz Azul Sr. Rabugento / Naval
1998 Simão, o Fantasma Trapalhão Simão
1997 O Noviço Rebelde Coronel Pereira
1990 O Mistério de Robin Hood Guarda do circo
1984 A Filha dos Trapalhões Frentista
1984 Os Trapalhões e o Mágico de Oróz Dono da venda
1983 Os Três Palhaços e o Menino
1977 Costinha e o King Mong Chefe dos bandidos
1973 Um Caipira em Bariloche
1971 Cômicos e Mais Cômicos
1970 Salário Mínimo Guilherme[11]
1968 Dois na Lona Lobo

Teatro[editar | editar código-fonte]

Título
Advocacia segundo os Irmãos Marx[12]
Os Saltimbancos Trapalhões - O Musical [13]
Boteco da Rodada

Notas e referências

Notas

  1. Roberto Guilherme nasceu em Ladário, que à época de seu nascimento, era parte do município de Corumbá e pertencia ao Estado do Mato Grosso; Ladário ganharia emancipação política em 1954 e o Mato Grosso do Sul só viria a ser criado no ano de 1977.

Referências

  1. História do Cinema Brasileiro - Biografia "Roberto Guilherme da Silva"
  2. Almanaque Paraquedista Militar, ed. 2020, pag.25
  3. Ranyelle Andrade (10 de novembro de 2022). «Dos campos aos Trapalhões, relembre a trajetória de Roberto Guilherme». Metrópoles. Consultado em 12 de novembro de 2022 
  4. «Roberto Guilherme, o eterno Sargento Pincel, morre aos 84 anos de idade». Memórias Cinematográficas. Consultado em 12 de novembro de 2022 
  5. «Sargento Pincel foi a motim contra o fim da TV Tupi: 'Estão a nos executar'». Splash UOL. 10 de novembro de 2022 
  6. a b c d e «Roberto Guilherme comemora os 30 anos de seu personagem mais conhecido, Sargento Pincel: 'Até minha família me chama de Pinça'». Extra Online. Consultado em 9 de fevereiro de 2016 
  7. Douglas Lima (11 de novembro de 2022). «Roberto Guilherme gravou vídeo para família antes de morrer». Uai. Consultado em 12 de novembro de 2022 
  8. «Ator Roberto Guilherme, o Sargento Pincel, morreu no Rio aos 84 anos». G1. Consultado em 10 de novembro de 2022 
  9. Leonardo Ribeiro (11 de novembro de 2022). «Sargento Pincel, Roberto Guilherme será cremado nesta sexta; velório no Caju é aberto ao público». Extra. Consultado em 11 de novembro de 2022 
  10. GShow (29 de abril de 2015). «Dani Calabresa aceita desafio de Fabiana Karla em lançamento do Zorra». Globo.com. Consultado em 4 de maio de 2015 
  11. «Salário Mínimo». Cinemateca Brasileira. Consultado em 19 de agosto de 2022 
  12. José Luiz Sykacz (10 de outubro de 2008). «"O humor atual não faz muito a minha cabeça", diz Roberto Guilherme, o eterno Sargento Pincel». Gazeta do Povo 
  13. «Renato Aragão estrela musical 'Os Saltimbancos Trapalhões' no teatro». Fantástico. 28 de setembro de 2014