Partido de Unidade Popular

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Partido de Unidade Popular
Fundação dezembro de 1974
Dissolução 1976
Sede  Portugal
Ideologia Maoismo
Espectro político Extrema-esquerda
Cores Vermelho

Fundiu-se no Partido Comunista (Reconstruído)

O Partido de Unidade Popular (PUP), foi um partido político português, fundado em Dezembro de 1974. Era uma organização política de tendência maoista, que provinham da chamada Facção Mendes do PCP(m-l). Depois das eleições legislativas portuguesas de 1975 retoma a designação inicial de CM-LP. Em 1976, com o ORPC (M-L) e com a OCMLP funde-se no Partido Comunista (Reconstruído) e o partido extinguiu-se.[1]

Nas únicas eleições que participou, as eleições para a Assembleia Constituinte (25 de Abril de 1975) obteve 13 138 votos, o que correspondeu a 0,23%.

Em 1997 foi decretada a sua dissolução pelo Tribunal Constitucional por ter cessado as suas actividades ainda na década de setenta[2]

Resultados em eleições
(o ano liga à página da eleição)
Ano Designação Tipo de Eleição Votos % Posição Mandatos
1975
PUP
Assembleia Constituinte
13 138
0,23%
12.º
-

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Partido de Unidade Popular». Comissão Nacional de Eleições. Consultado em 20 de maio de 2010 
  2. «Acordão N.º 665/97». Tribunal Constitucional. 11 de novembro de 1997. Consultado em 20 de maio de 2010 


Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.