Partido Comunista (Reconstruído)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Partido Comunista (Reconstruído)
Fundação 27 de dezembro de 1975
Dissolução 5 de junho de 1992
Sede Portugal Portugal
Ideologia Marxismo-Leninismo
Espectro político Extrema-esquerda
Publicação "Bandeira Vermelha"
"Comunismo"
Ala jovem União da Juventude Comunista Revolucionária
Afiliação internacional Partido do Trabalho da Albânia
Cores Preto, branco

O Partido Comunista (Reconstruído) - PC(R), foi um partido político português de extrema-esquerda, criado em 1975.

Definia-se como um partido político revolucionário do proletariado seguindo a doutrina marxista-leninista.

Publicava o jornal "Bandeira Vermelha", órgão central do PC(R) e também a revista "Comunismo", a sua revista teórica e política.

Estava tradicionalmente ligado à União Democrática Popular.

História[editar | editar código-fonte]

O Partido Comunista Português (Reconstruído)[editar | editar código-fonte]

O Partido Comunista Português (Reconstruído) - PCP(R) nasce em finais de 1975, inícios de 1976, da união do Comité Marxista-Leninista Português (CMLP), da Organização para a Reconstrução do Partido Comunista (marxista-leninista) - ORPC(ML) e de uma parte, a maioria, com fortes bases no Porto, da Organização Comunista Marxista-Leninista Portuguesa (OCMLP)[1].

O Partido Comunista (Reconstruído)[editar | editar código-fonte]

Inscreve-se oficialmente como partido no STJ em 1981, com a denominação de "Partido Comunista (Reconstruído)", vindo a concorrer a eleições em 1983, 1985 e 1987. Em 1992 transforma-se na associação "Comunistas pela Democracia e Progresso", vindo a integrar-se na UDP.

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Data Líder CI. Votos % +/- Deputados +/- Status
1983 15.º 86
0,00 / 100,00
0 / 250
Extra-parlamentar
1985 11.º 12 749
0,22 / 100,00
Aumento0,22
0 / 250
Estável Extra-parlamentar
1987 12.º 18 544
0,33 / 100,00
Aumento0,11
0 / 250
Estável Extra-parlamentar

Eleições europeias[editar | editar código-fonte]

Data Cabeça de Lista CI. Votos % +/- Deputados +/-
1987 11.º 24 060
0,43 / 100,00
0 / 24

Eleições presidenciais[editar | editar código-fonte]

Data Candidato
apoiado
1ª Volta 2ª Volta
CI. Votos % CI. Votos %
1986 Nenhum candidato apoiado
1991 Carlos Marques 4.º 126 581
2,57 / 100,00

(fonte: Comissão Nacional de Eleições)

Referências

  1. «Organização Comunista Marxista-Leninista Portuguesa». UC - Centro de Documentação 25 de Abril. Consultado em 18 de maio de 2010 
  2. «Inv. Ana Figueiredo Dias / António Carriço». Centro de Documentação 25 de Abril. Consultado em 3 de junho de 2010 
  3. «Partido Comunista (Reconstruído)». Comissão Nacional de Eleições. Consultado em 3 de junho de 2010. Arquivado do original em 10 de setembro de 2007 
  4. a b «Acordão N.º 358/02». Tribunal Constitucional. 7 de agosto de 2000. Consultado em 3 de junho de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.