Sonic Crackers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Sonic Crackers (ソニッククラッカー, , Sonikku kurakkā?) é um jogo que utiliza a mesma jogabilidade plataforma de Knuckles Chaotix, porém os únicos personagens jogáveis são Sonic e Tails. Ambos estão únidos por anéis. De resto, tudo é igual a Knuckles Chaotix. E apesar de Sonic Crackers ter sido cancelado, ele continua sendo distribuído por download na internet.

Gráfico e Músicas[editar | editar código-fonte]

Os cenários e músicas são os mesmos do jogo de 32X. Os sprites de Sonic e Tails são iguais ao de Sonic 2.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Após o tempo marcar 1 minuto, a tela é congelada, é tocada a música de Time Up e você perde, mesmo sem Sonic e Tails morrerem.
  • Há 4 "estágios", sendo dois na jogabilidade de Knuckles Chaotix e dois em uma câmera no estilo de Sonic 3D Blast, porém simples.

Protótipo ou hack?[editar | editar código-fonte]

A história do jogo começou em 2010, quando um usuário anônimo do site eBay tentou vender um cartucho beta do jogo por um leilão e não conseguiu. Um ano depois, o mesmo vendedor tentou vender novamente a fita, e o site nintendoplayer.com a comprou e disponibilizou na Internet.

De lá pra cá, várias especulações surgiram como a de que o jogo seria originalmente o Sonic 4 ou a de que o jogo não passava de um jogo não-oficial, um hack.

Pra terminar de vez com essas especulações, a Nintendo Player então iniciou toda uma investigação pra tentar descobrir qual a origem do cartucho. Depois de uma difícil investigação a Nintendo Player chegou até um ex-funcionário da SEGA chamado Clint Dyer, o responsável pelo vazamento desse e mais outro cartucho, o qual foi adquirido por um colecionador irlandês e também disponibilizado para download mais tarde. Dyler confirmou que o jogo é oficial mas que por razões desconhecidas foi cancelado. Surgiu então a especulação de que Dyer teria criado o jogo para lucrar com os fãs, mas um dos desenvolvedores de Sonic 3 chamado Roger Hector também confirma que o jogo é da SEGA fazendo essa teoria cair por terra.

A IGN também se pronunciou sobre o caso, e em um artigo chamado Sonic X-Treme Revisited ela também afirma que o jogo é obra da SEGA que eventualmente o cancelou e a partir dele produziu Knuckles Chaotix.

Conclusão[editar | editar código-fonte]

Embora a SEGA nem sequer tenha se pronunciado, é seguro afirmar que Sonic Crackers é um título oficial um vez que até um produtor da empresa confirmou sua autenticidade. Isso inclusive relembra o caso de Sonic's Edusoft, outro jogo nunca lançado e que jamais teria sido descoberto se não fosse pelo vazamento de cartuchos. Sonic Crackers e Sonic Edusoft são a prova de que vários jogos da série Sonic the Hedgehog podem nunca ter chegado ao público.

Vale lembrar que o download do jogo não é considerado pirataria uma vez que ele nunca foi lançado, portanto a SEGA não terá nenhum prejuízo com a sua distribuição, até porque nunca o assumiu oficialmente.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Sega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.