União Recreativa dos Trabalhadores

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de URT)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde abril de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
URT
URT.png
Nome União Recreativa dos Trabalhadores
Alcunhas Trovão Azul
Veterana
Torcedor/Adepto Uerretense
Mascote Pato
Fundação 9 de julho de 1939 (78 anos)
Estádio Estádio Zama Maciel
Capacidade 4.858 Pessoas
Presidente Brasil Roberto Túlio Miranda
Treinador Brasil Rodrigo Santana
Patrocinador Brasil DB
Brasil Cemil
Brasil Grupo Fortaleza
Brasil HNSF
Brasil Promada
Material (d)esportivo Brasil Kickball
Competição Minas Gerais Campeonato Mineiro
Brasil Campeonato Brasileiro de Futebol - Série D
Website Website oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

A União Recreativa dos Trabalhadores, ou simplesmente U.R.T., é um clube brasileiro de futebol com sede na cidade de Patos de Minas, no estado de Minas Gerais.

Atualmente, a URT é um dos clubes mais importantes e de maior torcida da região do Alto Paranaíba e do Triângulo Mineiro.

História[editar | editar código-fonte]

A URT foi fundada em 9 de julho de 1939. Surgiu numa reunião de amigos, e teve como primeiro presidente Júlio Fernandes, eleito no mesmo dia da fundação e empossado no dia 5 de Agosto do mesmo ano.

A URT conseguiu suas principais conquistas nos anos de 1999 e 2000: o bicampeonato da Taça Minas Gerais. Com isso, assegurou sua participação nas edições de 2000 e 2001 da Copa do Brasil. Em 2000, estreou contra uma grande equipe: o Fluminense, do Rio de Janeiro, e só perdeu no Maracanã, tendo conseguido um empate no Zama Maciel por 1 x 1, gol de Ditinho. Em 2001, a URT foi eliminada pelo Mixto de Cuiabá, logo na 1ª fase.

Em 2005 foi a 3ª colocada no Campeonato Mineiro, tendo como presidente Romero Meira, ficando atrás apenas do Ipatinga e do Cruzeiro.

Em 2006, o clube novamente participou da Copa do Brasil, após a grande campanha no Campeonato Mineiro de 2005. Na estreia, jogou contra o Londrina e classificou-se a 2ª fase, vencendo os paranaenses no primeiro jogo por 3 x 2 no Estádio Zama Maciel e empatando no Estádio do Café. Na 2ª fase, o clube jogou contra outro time grande, o Santos Futebol Clube, dentro de casa, e perdeu por 3 x 1, sendo eliminado. O autor do gol da equipe foi Ditinho.

Ditinho é um dos maiores ídolos da historia da "veterana". Foi artilheiro por duas vezes do campeonato mineiro da primeira divisão em 1999 e 2000, digno de estar eternizado nas bandeiras do nossa maior torcida, a "TOPA".

O principal rival da equipe é o Esporte Clube Mamoré. Também mantém rivalidades com o Uberaba Sport Club, Associação Atlética Caldense e Uberlândia Esporte Clube.

2013 - A volta à primeira divisão[editar | editar código-fonte]

Depois de sete anos no Módulo II, a URT voltou à Elite de Minas Gerais ao melhor estilo. O time conquistou o acesso vencendo o Democrata-GV por 3 a 0, diante da torcida no estádio Zama Maciel e ainda de quebra conquistou o título da competição. Os gols do Trovão Azul foram marcados pela dupla de ataque Robinho e Peri (2).

Em 2014, no retorno à elite, termina na 9ª colocação, com 12 pontos ganhos, permanecendo assim no módulo I do Campeonato Mineiro de Futebol.

Em 2015 faz razoável campanha conseguido terminar na 8ª posição. Desta forma garante presença no módulo I de 2016, indo para a sua terceira participação seguida na elite do futebol mineiro.

Em 2016 faz grande campanha no campeonato mineiro, terminando a primeira fase na excelente 3ª posição, ficando atrás apenas de Cruzeiro, Atlético-MG e América-MG, todos da Série A do Campeonato Brasileiro. Na semifinal é eliminado pelo Atlético. A colocação valeu ao clube o título de "Campeão do Interior" e as vagas ao Campeonato Brasileiro da Série D de 2016 e 2017 e à Copa do Brasil de 2017. Faz grande campanha na série D 2016, vindo a ser eliminado somente na segunda fase da competição pelo Volta Redonda, clube que viria a se sagrar campeão do torneio.

Escudo antigo

Títulos[editar | editar código-fonte]

ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
Minas Gerais Campeonato Mineiro do Interior 2 2016 e 2017
Minas Gerais Taça Minas Gerais 2 1999 e 2000
Minas Gerais Campeonato Mineiro - Módulo II 1 2013

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

  • Brasil Participações na Copa do Brasil: 2000, 2001, 2006 e 2017.
  • Minas Gerais 3º lugar - Campeonato Mineiro: 2005.
  • Minas Gerais 4º lugar - Campeonato Mineiro: 2016 e 2017.
  • Minas Gerais Vice-campeã - Campeonato Mineiro - Módulo II: 1994 e 1998.
  • Minas Gerais Vice-campeã - Campeonato Mineiro - Segunda Divisão: 1991.

Outras conquistas[editar | editar código-fonte]

  • Taça Major Ernesto Dorneles: 1940.
  • Campeonato do Alto Paranaíba: 2 vezes (1955 e 1956).
  • Taça Patos Ipiranga: 1961.
  • Taça Dr. Izídio Barbosa Santos: 1963.
  • Taça Rainha Nacional do Milho: 1966.
  • Taça Três Irmãos: 1967.
  • Segunda Chave do Triângulo: 1967.
  • Torneio da 1ª Festa Nacional do Milho: 1967.
  • Taça Patos: 2 vezes (1973 e 1976).
  • Torneio Paralelo: 1976.
  • Campeonato Amador da L.P.D: 3 vezes (1980, 1982 e 1983).
  • Torneio Quadrangular Dr. José Ribeiro de Carvalho: 1983.
  • Torneio Centenário de Patos de Minas: 1992.

Títulos das categorias de base[editar | editar código-fonte]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Current event template.svg Atualizado em 02 de novembro de 2016.[1]

  • Capitão Atual capitão
  • Lesionado Jogador contundido
Goleiros
Brasil Juninho
Brasil Marcão
Brasil Júnior
Defensores
Brasil Diego Borges Capitão
Brasil Léo Fioravanti
Brasil Victor Salinas
Brasil Cassius
Brasil Fábio Alves
Brasil Rafael Ferro
Brasil Felipe
Brasil Rafael Compri
Meio-campistas
Brasil Leandro
Brasil Marielson
Brasil Yan Gomes
Brasil Ian Augusto
Brasil Jajá
Brasil Rafael Oller
Brasil Douglas
Brasil Diogo Medeiros
Atacantes
Brasil Marcos Vinícius
Brasil Marques
Brasil Felipe Alves
Brasil Thiago Brito
Brasil Brendo


Current event template.svg Atualizado em 02 de novembro de 2016.[2]

Comissão técnica
Brasil Roberto Túlio Miranda Presidente
Brasil Valmir Ferreira Queiroz Vice-presidente
Brasil Valter José de Souza (Valtinho) Gerente de Futebol
Brasil Rodrigo Santana Técnico
Brasil Flávio Garcia Auxiliar-técnico
Brasil Adilson Melo Preparador de Goleiros
Brasil Everaldo Preparador Físico
Brasil Tita Massagista
Brasil Henrique Micias Mordomo
Brasil Felipe Alonso Fisioterapeuta
Brasil Neto Pajolla Analista de Desempenho


Transferências 2017[editar | editar código-fonte]

LE Brasil Everton ➡ Goiás EC

Referências

  1. «Elenco Profissional - URT». URT. Consultado em 02 de novembro de 2016  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  2. «Comissão Técnica - URT». URT. Consultado em 16 de fevereiro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]