B-2 Spirit

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
B-2 Spirit
Bombardeiro Northrop-Grumman B-2 Spirit
Descrição
Fabricante Northrop Grumman Corporation
Entrada em serviço dezembro de 1993
Missão bombardeiro estratégico stealth
Tripulação 2
Dimensões
Comprimento 20.9 m
Envergadura 52.12 m
Altura 5.20 m
Área (asas) 464.5 m²
Peso
Tara 71,668 kg
Peso total 152,600 kg
Propulsão
Motores 2xGeneral Eletric F-118-GE-110
Força (por motor) 77 kN
Performance
Velocidade máxima 764 km/h
(Mach
0.85
Alcance bélico 12,230 km
Armamento
Metralhadoras Não possui
Mísseis/Bombas 22.680 kg de bombas convencionais ou bombas termonucleares e nucleares convencionais

B-2 Spirit ou Stealth B-2 é um bombardeiro projetado secretamente na área 51 pelas empresas Northrop Grumman, General Electric e Boeing usando um conceito antigo sobre "asas voadoras" e uma inovadora técnica de desenho por computador de "asa unida em W".

O bombardeiro recebeu o nome de Northrop-Grumman B-2 Spirit, embora seja mais conhecido como B-2 Spirit ou Stealth B-2 (stealth do inglês "escondido", "furtivo"), uma vez que é um avião quase invisível ao radar. Outra qualidade admirável é que embora extremamente fino o avião consegue carregar toneladas de mísseis e bombas, inclusive ogivas nucleares.

O custo unitário do bombardeiro B-2 Spirit gira em torno de 2 bilhões de dólares, sendo uma das máquinas de guerra aérea mais caras do mundo.

O avião já é uma lenda, pois seu legado havia iniciado no fim da guerra do golfo, destruindo alvos essenciais como campos de pouso, defesas antiaéreas e até uma gigantesca fortaleza.

O B-2 Spirit é a segunda geração de caças do tipo furtivo (stealth) produzido no mundo e o primeiro capaz de carregar bombas termonucleares.

O avião é única e exclusivamente feito para a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) e não pode ser adquirido ou fabricado de maneira alguma por qualquer outro governo, mesmo sendo aliado. O B-2 nunca foi detectado em espaço aéro inimigo ou abatido. O único registro de um B-2 perdido se deve a um acidente no qual os ailerons responderam com eficiência excessiva na decolagem, danificando sua fuselagem. Os dois pilotos se salvaram do acidente.


Informações técnicas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre B-2 Spirit
Artigos relacionados:
Desenvolvimento:
Equivalência:
Série: - - B-1 - 'B-2' - - -
Listas relacionadas: Lista de aviões
Ícone de esboço Este artigo sobre um avião, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.