Drusila

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Fevereiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Os herodianos


Drusila
Nascimento 38
Morte 25 de agosto de 79 (41 anos)

Drusila (3825 de agosto de 79), neta de Herodes, o Grande, e terceira filha do rei Herodes Agripa I.

Família[editar | editar código-fonte]

Drusila foi uma das três filhas de Herodes Agripa I e Cipros; eles tiveram três filhas, Berenice, Mariane e Drusila, e um filho, Agripa.[1]

Herodes Agripa I era filho de Aristóbulo IV, filho de Herodes, o Grande;[2] sua mãe era Berenice.

Cipros era filha de Phasaelus e Salampsio, ambos da família de Herodes: Phasaelus era filho de Phasaelus, irmão de Herodes, e Salampsio era filha de Herodes e Mariane, a neta de Hircano.[3]

Casamentos[editar | editar código-fonte]

Assim que Agripa recebeu do imperador Cláudio a tetrarquia que era de Filipe,[Nota 1] ele ofereceu sua irmã Drusila em casamento a Epifanes, filho do rei Antíoco, mas este se recusou, por teria que se circuncidar e se converter à religião judaica; Agripa, então, casou-a com Aziz, rei de Emesa, que aceitou a circunsisão e a conversão.[4] Outra aliança matrimonial promovida por Agripa foi o casamento de sua irmã Mariane com Arquelau, filho de Helcias; desta união nasceu uma filha de nome Berenice.[4]

O casamento de Drusila e Aziz durou pouco;[5] Félix, procurador da Judeia desde o décimo-segundo ano de Cláudio,[4] viu Drusila e apaixonou-se por ela, por ela ser a mulher mais bonita de todas.[5] Félix enviou Simão, um judeu de Chipre e que era considerado um mago,[Nota 2] para convencer Drusila a largar o marido e casar-se com Félix.[5]

Drusila, que era maltratada por sua irmã Berenice por causa de sua beleza, aceitou a proposta de Félix, e teve um filho com ele, Agripa.[5]

Julgamento de Paulo[editar | editar código-fonte]

Ela é mencionada, rapidamente, em Atos, por ocasião do julgamento de Paulo de Tarso.

Morte[editar | editar código-fonte]

Ela se filho, Antônio Agripa, morreram durante a erupção do vulcão Vesúvio [5] no ano 79 AD. Ela tinha 40 anos de idade quando morreu.

Genealogia de Drusila[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Flávio Josefo, A Guerra dos Judeus, Livro II, Capítulo 11, Sobre o governo de Cláudio, o reinado de Agripa. Sobre a morte de Agripa, e sobre Herodes e os filhos que ambos deixaram, 6 [em linha]
  2. Flávio Josefo, A Guerra dos Judeus, Livro II, Capítulo 9, A morte de Salomé. As cidades que Herodes e Filipe construíram. Pilatos provoca distúrbios. Tibério coloca Agripa na prisão mas Caio (Calígula) o solta, e o torna rei. Herodes Antipas é banido, 2
  3. Flávio Josefo, Antiguidades Judaicas, Livro XVIII, Capítulo 5, Herodes, o Tetrarca, guerreia contra Aretas, rei da Arábia, e é derrotado por ele. Sobre a morte de João Batista. Como Vitélio foi a Jerusalém. Um relato de Agripa e os descendentes de Herodes, 4 [em linha]
  4. a b c Flávio Josefo, Antiguidades Judaicas, Livro XX, Capítulo 7, Félix é nomeado procurador da Judeia, e sobre Agripa Júnior e suas irmãs, 1 [em linha]
  5. a b c d e Flávio Josefo, Antiguidades Judaicas, Livro XX, Capítulo 7, Félix é nomeado procurador da Judeia, e sobre Agripa Júnior e suas irmãs, 2
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Erro de citação: existem marcas <ref> para um grupo chamado "Nota", mas nenhuma marca <references group="Nota"/> correspondente foi encontrada (ou uma marca de fechamento </ref> está faltando)