Marco Aurélio de Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Marcão
Informações pessoais
Nome completo Marco Aurélio de Oliveira
Data de nasc. 22 de junho de 1972 (42 anos)
Local de nasc. Petrópolis (RJ),  Brasil
Altura 1,74 m
Apelido Guerreiro, Cincão, Marcão
Informações profissionais
Clube atual Brasil Fluminense
Posição Treinador
Auxiliar técnico
(ex-Volante / Líbero)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1990-1995
1996-1997
1997
1997
1998-1999
1998
1999-2005
2005
2005-2006
2007
2007
2008
2008
2008
2009-2011
Brasil Bangu
Brasil Criciúma
Brasil Bangu
Brasil Vasco da Gama
Brasil Bragantino (emp.)
Brasil Bangu
Brasil Fluminense
Catar Al-Ittihad Doha
Brasil Fluminense
Brasil Cabofriense
Brasil Juventude
Brasil Joinville
Brasil Cabofriense
Brasil CFZ-RJ
Brasil Bangu








397 (22)





Seleção nacional
2000-2001 Brasil Brasil
Times que treinou
2011-2012
2012
2012
2014-
Brasil Bangu
Brasil Bonsucesso
Brasil Ríver-PI
Brasil Fluminense (Assistente)

Marco Aurélio de Oliveira[1] , mais conhecido como Marcão (Petrópolis, 22 de julho de 1972), é um treinador e ex-futebolista brasileiro que atuava como volante e, às vezes, como líbero[2] [3] . Atualmente, é assistente técnico do Fluminense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

É caso raro no futebol. Tímido e de poucas palavras, ele foge do estereótipo do jogador que tem seu nome gritado nos estádios. Não é artilheiro nato, destaca-se mais pelas funções defensivas que desempenha em campo, e mesmo assim é um dos grandes ídolos da torcida tricolor desde que chegou às Laranjeiras em 1999. Além disso, estourou tarde - depois dos 25 - e passa longe de alguns hábitos comuns entre os jogadores. Não anda em carro do ano e não mora na Barra da Tijuca. Pelo contrário, anda em uma Blazer ano 97 (que comprou usada) e terminou a reforma de sua casa em Santíssimo, bairro carioca, onde mora desde criança. É adorado pela torcida e por todos no clube por sua simpatia cativante. Mas se fora de campo a timidez e o jeito manso são suas características, dentro das quatro linhas a coisa é completamente diferente. Em campo é um verdadeiro leão, um marcador incansável, daqueles que parecem se multiplicar no combate ao adversário. Tendo chegado ao Fluminense em um dos momentos mais dramáticos da história do clube, Marcão logo conquistou a torcida por encarnar o espírito que se exigia de uma equipe que lutava para sair da terceira divisão.

Mais tranquilo depois da assinatura do novo contrato - o clube renovou com ele por 3 anos, além de comprar a metade do seu passe que pertencia a um empresário -, Marcão agora volta suas baterias para a realização de outro sonho: chegar a seleção. Depois de ter o seu nome incluído na lista prévia de Emerson Leão para a Copa das Confederações - ele acabou não disputando o torneio - ele acredita que um bom Campeonato Brasileiro pode levá-lo a ser chamado por Luiz Felipe Scolari. Apesar de aclamado pela torcida não se sente ídolo. Acha que o fato de ter estourado tarde contribuiu para que mantivesse os pés no chão. Passou por muita coisa no futebol e aprendeu não se deslumbrar.

Não é que tenha estourado tarde, as oportunidades é que não foram tão boas assim. Além do grande período que jogou no Bangu, também passou por Criciúma e Bragantino. Alguns clubes até quiseram comprar seu passe, mas sempre havia um problema e o negócio não se concretizava. Aí surgiu o Fluminense, que lhe deu a grande oportunidade de se firmar. Mas é sincero: "Não lamento que as coisas tenham sido assim. Já pensou se eu tivesse sido comprado por outro clube ? Hoje não estaria no Fluminense." O Fluminense lhe deu a grande oportunidade da vida. O clube vem lhe permitindo cuidar da família, oferecer para o meu filho coisas que não teve, além do carinho imenso que recebe de todos os tricolores. Além de comprar seu passe, o clube renovou com o jogador por três anos. Por isso, diz o jogador, "não posso lamentar nada do passado, é a grande oportunidade tenho e não posso ignorá-la". A torcida pedia uma vaga na seleção e humildemente respondeu que realmente "seria um grande presente, e esse ano bateu na trave... O importante agora é fazer um bom Campeonato Brasileiro, mantendo a minha regularidade, e torcer pela lembrança". Conquistou até agora os títulos de 1999 - Série C do Brasileiro e os Campeonatos Cariocas de 2002 e 2005. É respeitado por todos sendo o capitão da equipe por ser o mais antigo jogador do elenco vinculado ao clube. Permaneceu no clube de 1999 a julho de 2005, quando a seu pedido foi liberado para o Al-Ittihad Doha, do Qatar. Por inadaptação ao Qatar, retornou ao clube em setembro de 2005 e deixou o Flu em 31 de dezembro do ano seguinte, quando foi dispensado pela diretoria. Atuou pelo clube em 397 jogos, tendo marcado 22 gols.

Em 23 de março de 2011, Marcão resolveu antecipar sua aposentadoria dos gramados, começando como treinador no Bangu. Mas foi demitido em 29 de janeiro de 2012, após maus resultados no Carioca daquele ano. Em 14 de fevereiro de 2012, Marcão foi contratado para ser treinador do Bonsucesso[4] [5] . No final de abril do mesmo ano, acertou com o Ríver-PI do Piauí, ficando no comando da equipe um mês e meio, devido aos resultados ruins no Campeonato Piauiense de Futebol.Fluminense o maior do mundo , pelas palavras dele ele disse '' Nunca vi uma torcida tão bonita como a torcida do Fluminense''.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Fluminense

Referências

  1. Marcão (em português) Fluminense.com. Página visitada em 21 de julho de 2013.
  2. GIACOBBO, Bruno (5 de julho de 2005). Um novo líbero? (em português) CanalFluminense.com. Página visitada em 21 de julho de 2013.
  3. ONIDA, Erich (29 de maio de 2006). Oswaldo deve lançar Marcão como líbero (em português) GloboEsporte.com. Página visitada em 21 de julho de 2013.
  4. Após saída de Gottardo, Bonsucesso anuncia Marcão como novo técnico (em português) GloboEsporte.com (14 de fevereiro de 2012). Página visitada em 29 de fevereiro de 2012.
  5. Marcão é o novo técnico do Bonsucesso (em português) Lance!.net (14 de fevereiro de 2012). Página visitada em 21 de julho de 2013.