Monalisa Perrone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde novembro de 2011).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Monalisa Perrone
Nascimento 12 de novembro de 1970 (43 anos)
São Paulo, SP
 Brasil
Nacionalidade  brasileira
Cônjuge Paulo Gaba Júnior
Ocupação Jornalista e apresentadora de televisão
Prêmios Troféu Mulher Imprensa (2010 - Repórter)

Monalisa Perrone (São Paulo, 12 de Novembro de 1970) é uma jornalista brasileira.


Biografia[editar | editar código-fonte]

Começou sua carreira na rádio Bandeirantes em 1991. Trabalhou também por um período na Rádio Jovem Pan de São Paulo como Reporter. Desde março de 1999 Monalisa trabalha na Rede Globo onde já foi gerente de operações e de jornalismo.

Entre 4 de janeiro e 19 de março de 2010 Monalisa foi a apresentadora efetiva do Bom Dia São Paulo nas férias de Mariana Godoy. Nesse mesmo ano recebeu o prêmio Mulher Imprensa de melhor repórter do país[1] desbancando outras jornalistas importantes como Sônia Bridi.

Em 31 de outubro de 2011, em um link ao vivo que fazia ao Jornal Hoje no Hospital Sírio-Libanês noticiando sobre o tumor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi empurrada por membros do grupo Merd TV.[2] [3] [4] [5] Após demitir os dois seguranças que estavam no momento do incidente,[6] a Rede Globo prometeu acionar o grupo Merd TV judicialmente[7] [8] e passou, como medida de precaução, a utilizar durante as reportagens seguintes fitas de isolamento em volta das equipes de jornalismo.[9] [10] [11]

Atualmente faz reportagens para São Paulo (estado)e reportagens especiais para todos os telejornais da emissora. É também apresentadora eventual do SPTV, Bom Dia Brasil e Bom Dia SP

Referências