Sanakht

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde Janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Sanakht, geralmente identificado como Nebka foi um faraó da III dinastia egípcia.

A lista real de Abido e o Cânone de Turim referem-se a este faraó como Nebka, mas em documentos da época este faraó surge com o nome de Hórus Sanakht. Não se sabe por isso se os dois nomes correspondem à mesma pessoa ou a pessoas diferentes.

Estas duas fontes apresentam-no como fundador desta dinastia, embora alguns investigadores o coloquem na quarta posição.

O Cânone de Turim atribui-lhe um reinado de dezenove anos. O seu nome não surge na Pedra de Palermo, uma importante fonte de estudo da história egípcia. Segundo Jaromir Malek, terá reinado entre 2647-2628 a.C.

As informações são escassas sobre o reinado deste rei. O seu nome surge numa pequena pirâmide na ilha nilótica de Elefantina, no sul do Egipto. No Sinai foi encontrado um fragmento de um relevo que retrata o rei com a dupla coroa a destruir um inimigo, o que pode indicar actividades de exploração das minas da região durante o seu reinado ou actividade militar.

Não se conhecem as relações com o rei Djoser, acreditando-se que possa ter sido o seu irmão mais velho. O seu túmulo não foi ainda encontrado.


Precedido por
Khasekhemui
Faraó
2686 a.C. - 2667 a.C.
Sucedido por
Djoser
Ícone de esboço Este artigo sobre um Faraó é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.