Adriano Bispo dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adriano
Informações pessoais
Nome completo Adriano Bispo dos Santos
Data de nasc. 29 de maio de 1987 (30 anos)
Local de nasc. São Vicente, São Paulo (SP),  Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1, 70 m
Destro
Apelido Pagode, Pulmão de aço, Cutuque,
Cachorro tarado, Cão de guarda
Informações profissionais
Período em atividade 2006presente (17 anos)
Clube atual Brasil Santo André
Posição Volante
Clubes de juventude
20042007 Brasil Santos
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20062013
20092010
20132015
2014
2015
2016
2016
2017
2018
Brasil Santos
Brasil São Caetano (emp.)
Brasil Grêmio
Brasil Vitória (emp.)
Brasil Avaí
Brasil Grêmio Novorizontino
Brasil Goiás
Brasil CRB
Brasil Santo André
00187 0000(0)
00034 0000(1)
00030 0000(0)
00016 0000(0)
00016 0000(0)
00013 0000(0)
00018 0000(0)
00036 0000(0)
00000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 3 de novembro de 2017.

Adriano Bispo dos Santos,[1] mais conhecido como Adriano (São Vicente, 29 de maio de 1987), é um futebolista brasileiro que atua como volante. Atualmente joga pelo Santo André.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Santos[editar | editar código-fonte]

Vindo das categorias de base, Adriano estreou no time profissional do Santos em 11 de novembro de 2006, na vitória (2 a 0) sobre o Paraná pelo Campeonato Brasileiro. Entrando no segundo tempo, foi expulso 18 minutos depois com dois cartões amarelos.[2] Em 20 de janeiro de 2008, destacou-se no clássico contra o Palmeiras pelo Campeonato Paulista, quando anulou o meia Valdivia.[3]

São Caetano[editar | editar código-fonte]

No meio de 2009 foi emprestado ao São Caetano por uma temporada.

Retorno ao Santos[editar | editar código-fonte]

Retornou ao Santos em 2010, e com a chegada do técnico Muricy Ramalho em 2011 se tornou uma peça fundamental na equipe que conquistou o Campeonato Paulista e a Libertadores em 2011. Pelo Santos, conquistou ainda o Campeonato Paulista e a Recopa Sul-Americana em 2012.

Grêmio[editar | editar código-fonte]

Em 2013, foi anunciado como novo reforço do Grêmio, com um contrato válido até 2016. No tricolor gaúcho, jogou algumas partidas mas não se firmou, servindo apenas como peça de reposição para lesões e suspensões.

No início de 2014, quando já havia feito exames médicos no Coritiba e tinha uma negociação bem encaminhada, o acordo entre os dois clubes acabou não se concretizando.

Vitória[editar | editar código-fonte]

Em junho do mesmo ano, foi anunciado um empréstimo do jogador ao Vitória até o final do ano.[4] No time baiano, continuou tendo poucas chances e foi reserva durante toda sua passagem.

Retorno ao Grêmio[editar | editar código-fonte]

Retorna ao Grêmio em 2015 onde ficou até o fim de seu contrato em 31 de março do mesmo ano.

Avaí[editar | editar código-fonte]

Em 9 de abril de 2015 se acerta com o Avaí até o final do mesmo ano.[5]

CRB[editar | editar código-fonte]

Depois de um campeonato conturbado pelo Goias, acertou com o CRB para jogar o Campeonato Alagoano, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e a Serie B em 2017. Depois de sua estreia, logo se identificou com a torcida, pelo seu espirito guerreio e pela raça em campo.

Santo André[editar | editar código-fonte]

Após o final da Série B, Adriano foi contratado pelo Santo André.[6]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Santos
CRB

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]