Araceae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde junho de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Como ler uma caixa taxonómicaAraceae
Xanthosoma roseum

Xanthosoma roseum
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Liliopsida
Ordem: Alismatales
Família: Araceae
Géneros
Ver texto.

A família Araceae ou das aráceas inclui as plantas vulgarmente designadas por jarro ou arão. São angiospérmicas, monocotiledóneas. A família botânica é composta por 107 géneros e cerca de 3000 espécies. É frequente nos trópicos da América ainda que se distribua nas regiões temperadas europeias setentrionais até aos trópicos da mesma região. O nome dessa família, provém do nome "Arum", do grego antigo "Aron", que quer dizer colheita ou produtos do campo.

Os antúrios e a planta conhecida por copo-de-leite (em Portugal jarro) são dois membros bem conhecidos desta família, tal como a Colocasia esculenta (taro ou inhame) ou a Xanthosoma roseum. A maior inflorescência do mundo pertence à Amorphophallus titanum ("flor-cadáver" ou "jarro-titã" - ver The Why Files – Gigante fétida (em português)). Esta família inclui ainda as plantas ornamentais Dieffenbachia (género da comigo-ninguém-pode), Aglaonema, Caladium, Nephthys, e Epipremnum (como a planta designada por jiboia), entre outras. Tanto o inhame como a Monstera deliciosa proporcionam alimento (o fruto da Monstera deliciosa é vulgamente chamado de "fruta-pão-mexicana" no Brasil, na ilha da Madeira "delicioso"). Os filodendros (Philodendron) constituem um género de planta de grande importância nos ecossistemas da floresta húmida, além de serem muito utilizados como plantas domésticas de decoração de interiores.

Informações Botânicas[editar | editar código-fonte]

Folhas e hábito[editar | editar código-fonte]

As folhas são basais nas espécies epífitas e nas lianas distribuem-se alternadamente pelo caule. São pecioladas, grandes, coriáceas, inteiras ou recortadas ou lobadas. São exceções entre as monocotiledóneas, quanto ao formato, nervação e coloração distinta nas duas faces. São plantas de hábito terrestres ou epífitas, raramente aquáticas, geralmente herbáceas. O caule nas terrestres é curto e subterrâneo, nas epífitas é comprido e trepador.

Flores[editar | editar código-fonte]

As flores constituem uma inflorescência chamada espádice, acompanhada, e por vezes parcialmente encerrada por uma espata ou capa semelhante a uma pétala de grandes dimensões. Nos aroides (subfamília aroideae) monoicos, as flores femininas estão dispostas no espádice na parte inferior, enquanto que as flores masculinas estão dipostas na parte superior. Nos aroides com flores completas, os carpelos atingem a maturação antes dos estames, prevenindo, assim, a autopolinização. Há ainda espécies dioicas. Androceu, em geral com 2 a 4 estames. Gineceu de ovário súpero ou ínfero, com 1 a vários lóculos contendo número variável de óvulos.

Fruto[editar | editar código-fonte]

Fruto do tipo baga.


História[editar | editar código-fonte]

A classificação dessa família, se deve às escolas de Engler e Schott. Heinrich Wilhelm Schott era botânico, e realizou no ano de 1832, a primeira classificação da família Araceae, dividido-as em 35 gêneros. Em 1860 os gêneros já aumentaram pra 107, de acordo com os estudos de Schott. Atualmente, se conhecem e 8 subfamílias (Gymnostachydoideae, Pothoideae, Oronthioideae,Lasioideae, lemnoideae, Philodendroideae,Pistioideae e Zamioculcadoideae), 117 gêneros e aproximadamente 4000 espécies conhecidas.

Caracteres Evolutivos[editar | editar código-fonte]

Apesar da existência de muitas espécies, com uma grande variedade, existiu uma dificuldade de fossilização das espécies. Esse fato, dificultou bastante os estudos para se obter mais conhecimento sobre a evolução dessa família. Mas mesmo assim, estima-se, através de estudos, que as Araceas tenham de 105 a 128 milhões de anos.

Importância[editar | editar código-fonte]

São importantes nos setores: Florístico, paisagístico, alimentício e medicinal. São plantas que estão bastante presentes nas decorações, devido a sua diversidade. Na medicina popular, sabe-se que algumas espécies servem como contraceptivos (tratamento de doenças reumáticas e na pele, hemorroídas...)


'Arácea: talvez uma Alocasia macrorrhiza ou uma Xanthosoma roseum (exemplares facilmente confundíveis)
Antúrio (Anthurium andraeanum)
Jarro silvestre da espécie Arum maculatum

Géneros[editar | editar código-fonte]

Ref: Watson and Dallwitz 05 de fevereiro de 2005.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Araceae