Edwin Luisi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo.
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Edwin Luisi
Edwin Luisi em junho de 2011
Nascimento 11 de fevereiro de 1947 (70 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade Brasil brasileira
Ocupação ator

Edwin Frederico Luisi (São Paulo, 11 de fevereiro de 1947) é um ator brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira na função de ator quando entrou na Escola de Arte Dramática, da Universidade de São Paulo. Estudou História da Arte e também o idioma francês, enquanto morava na França.

Atuou também em Marquesa de Santos e Dona Beija na extinta Manchete; e a minissérie Mad Maria (2005) e a novela Sinhá Moça 2006, ambas na Rede Globo. Em 1996, atuou em Colégio Brasil, no SBT. No teatro atuou em peças como À Margem da Vida, Freud e Amadeus. Em 2006, atuou em Um Marido ideal e em Triunfo Silencioso. Em 2010 está em cartaz com a comédia Tango, Bolero e Cha Cha Cha com direção de Eloy Araújo.

No cinema fez As Alegres Comadres e Aleijadinho - Paixão, Glória e Suplício (2003). Em 2007, Edwin Luisi atuou no monólogo Eu sou minha própria mulher'' e na novela Paraíso Tropical. Em 2008, fez o seriado Casos e Acasos, da Rede Globo.

Em Maio de 2010, assinou um contrato de exclusividade com a Rede Record para participar da novela Rebelde, cuja versão brasileira é escrita por Margareth Boury, com o apoio e a parceria da Televisa, e sendo baseada na criação original de Cris Morena. Sua participação nesta novela ocorreu até 2012, quando seu personagem saiu da trama[1]. No início de 2013, assinou contrato com a Rede Globo, para participar da novela que substitui o remake de Guerra dos Sexos[2].

Carreira[editar | editar código-fonte]

Na Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Emissora
2016 A Lei do Amor Marco Guerra Rede Globo
2013 Sangue Bom Ulysses Lago (Tio Lili)
2012 Rebelde Genaro Zanetti RecordTV
Osvaldo Zanetti
2009 Chico e Amigos Alberto Roberto Jr. Rede Globo
2008 Casos e Acasos Aristides Alencar (Dr. Aristides)
2007 Paraíso Tropical Lutero Sampaio
2006 Sinhá Moça Antônio Pereira Martinho (Martinho)
2005 Mad Maria Alexander Mackenzie
2002 O Quinto dos Infernos Gumercindo Saucer (Saucer)
2000 Uga-Uga Francis Levy Marsílio
A Muralha Gonçalo Roiz (Dom Gonçalo)
1999 Suave Veneno Kleber Ribeiro Jordão ("O Desconhecido")
1998 Do Fundo do Coração Guilherme Arruda Soares RecordTV
1997 Por Amor Alceu Fernandes Gomes (Dr. Alceu) Rede Globo
Canoa do Bagre Guilherme dos Santos Carvalho RecordTV
Direito de Vencer Carlo Lucilli
1996 Colégio Brasil Edmo Garcia Moraes (Professor Edmo) SBT
1995 Tocaia Grande Enoch Morgado Rede Manchete
1993 Mulheres de Areia Fernando Munhoz (Dr. Munhoz) Rede Globo
1991 O Fantasma da Ópera Mário Barreti (Maestro Mário) Rede Manchete
O Portador Aurélio Guimarães Junqueira Rede Globo
Salomé Rosendo Pacheco
1990 Araponga Caio Alves Nogueira
1989 O Cometa Augusto Carneiro Duarte Rede Bandeirantes
Pacto de Sangue Demétrio Lovato Rede Globo
1988 Abolição Angelo Agostini
1986 Tudo ou Nada César Augusto Mourão Rede Manchete
Dona Beija Melo Franco (Padre Franco)
1985 Tudo em Cima Francisco Dias (Chico)
1984 Marquesa de Santos Francisco Gomes da Silva (O Chalaça)
1983 Pão Pão, Beijo Beijo Júlio Garcia Valadares Rede Globo
1982 Sétimo Sentido Rubens Ferreira Novaes
1981 Terras do Sem-Fim Gabriel Silveira Aguiar (Silveirinha)
1980 As Três Marias Davi Vieira do Lins
1978 Pecado Rasgado Sérgio Bueno Salles
1977 O Astro Felipe Cerqueira
Dona Xepa Daniel de Sousa
1976 Escrava Isaura Álvaro Mendonça
Canção para Isabel Felipe Santana Ferraz Rede Tupi
1975 Vila do Arco Gilberto Bernardes (Gil)
1972 Camomila e bem-me-quer Renato Medeiros

No Cinema[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

  • Melhor Ator: Governo do Estado do Rio de Janeiro, Shell, Quality Brasil, APCA e Mambembe

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências