Embalo do Engenho Novo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Embalo Carioca)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Embalo do Engenho Novo
Bandeira do GRES Embalo Carioca.png
Fundação 24 de fevereiro de 2001 (17 anos)
Cores

Azul

Amarelo
Símbolo Papagaio
Bairro Engenho Novo
Desfile de 2019

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Embalo do Engenho Novo é uma escola de samba do cidade do Rio de Janeiro, fundada originalmente com o nome Embalo Carioca em 24 de fevereiro de 2001 no bairro do Engenho Novo como uma entidade sócio-cultural, educacional, assistencial, esportiva e recreativa sem fins lucrativos. Durante anos desfilou na Avenida Rio Branco, como bloco de embalo, somente vindo a se tornar uma escola de samba no ano de 2015.

Seu primeiro desfile como escola de samba, em 2016, foi uma homenagem à cantora Sandra de Sá, onde conquistou o quinto lugar.[1]

No Carnaval de 2017 a escola homenageou os 70 anos de fundação do Império Serrano. Por ter sido eliminada do Carnaval, para o Carnaval de 2018, de forma a poder novamente pela série E, foi renomeada para Embalo do Engenho Novo, onde apresentou a reedição do Enredo "33, Destino D. Pedro II", que em 1984 foi desenvolvido pelo GRES Em Cima da Hora.

Carnavais:[editar | editar código-fonte]

Embalo do Engenho Novo
Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref.
2016 5º lugar E Sandra de Sá... Retratos e Canções Comissão de Carnaval

(Charles Braga, Saintclair Cunha, Ney Lopes, Gabriel de Souza, Chope, Márvio Araújo, Rodrigo Almeida, João Falcão)

Sidney Good
Marquinho Melodia
Bebe
[2]
2017 10º lugar Série E Império Serrano - 70 Anos de Glórias Comissão de Carnaval

(Vinicius Carr, Diogo Porthella, Helder Gomes Lyra, Saintclair Cunha, Paulo Zimmer, Charles Braga, Thiago Amorim, Gabriel de Souza)

2018 4º lugar Série E 33, Destino D. Pedro II Cláudio Almeida Marquinho Melodia [1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Embalo do Engenho Novo