José da Silva Lopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
José da Silva Lopes
José da Silva Lopes
Ministro(a) de Flag of Portugal.svg Portugal
Período III Governo Constitucional
  • Ministro das Finanças e do Plano
Vida
Nascimento 10 de maio de 1932
Ourém, Seiça
Morte 2 de abril de 2015 (82 anos)
Lisboa
Dados pessoais
Partido Independente (1955 - 1985)
Partido Renovador Democrático (1985-1995)
Partido Socialista (1995 - 2015)
Profissão Economista

José da Silva Lopes ComCGCC (Ourém, Seiça, 10 de Maio de 1932Lisboa, 2 de Abril de 2015) foi um economista português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Economista,[1] licenciado em Economia e Finanças, pelo Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras (actual ISEG), iniciou a sua carreira no Ministério da Economia, em 1955, integrando a equipa de José Gonçalo Correia de Oliveira, ocupando-se do processo de adesão de Portugal à EFTA e do GATT. Em 1969 deixa essa função para integrar o Conselho de Administração da Caixa Geral de Depósitos, dirigindo simultaneamente o Gabinete de Estudos e Planeamento do Ministério das Finanças, até 1974. Em 1972 é chefe-adjunto das negociações do Acordo de Comércio Livre com a CEE. A 30 de Junho desse ano foi feito Comendador da Ordem Militar de Cristo.[2]

Foi 10.º governador do Banco de Portugal, de 1975 a 1980, do qual se mantém como membro do Conselho Consultivo.[1] Fez parte dos primeiros quatro governos do pós-25 de Abril e, mais tarde, foi Ministro das Finanças e do Plano, em 1978.[1] Administrador e Representante de Portugal junto do Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento, entre 1991 e 1993,[1] exerceu funções como consultor do FMI e do Banco Mundial, a partir de 1980. Foi presidente da 10.ª Comissão criada para estudar empresas públicas não-financeiras em 1981[1] e Deputado à Assembleia da República, entre 1985 e 1987 pelo Partido Renovador Democrático[3] . Entre 1988 e 1995, presidiu sucessivamente a Comissões para a reforma dos Sistemas Fiscal e Financeiro. Foi presidente do Conselho Económico e Social, entre 1996 e 2003.

Na banca privada foi técnico consultor do Banco Lisboa & Açores, de 1965 a 1969, membro do Conselho de Administração da Caixa Geral de Depósitos, de 1969 a 1974, do qual se tornou, também, consultor,[1] e presidiu ao Conselho de Administração do Montepio Geral, de 2004 a 2008, após o que, com 76 anos, reformou-se. Desde então é solicitado com frequência para comentar temas económicos nos jornais e televisões nacionais, nomeadamente na TVI24.

Proferiu conferências em Portugal e no estrangeiro, publicou várias dezenas de artigos e é autor do livro A Economia Portuguesa desde 1960 (1999, Gradiva). O Presidente da República Jorge Sampaio elevou-o a Grã-Cruz da Ordem Militar de Cristo a 21 de Maio de 2003.[2]

Funções governamentais exercidas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f Banco de Portugal. «Antigos Governadores do Banco de Portugal». Consultado em 24 de Novembro de 2014. 
  2. a b «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "José da Silva Lopes". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 2014-11-20. 
  3. Mais um Oureense pelo concelho de Ourém, blog Suplemento de Alma, 17 de Julho de 2009
Precedido por
Manuel Jacinto Nunes
Governadores do Banco de Portugal
1975 – 1980
Sucedido por
Vítor Manuel Ribeiro Constâncio