Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas
LALLI
Universidade Universidade de Brasília
Fundação 8 de julho de 1999 (1999-07-08), por Aryon Dall'Igna Rodrigues[1]
Nomes anteriores Laboratório de Línguas Indígenas (LALI)[1]
Diretor(a) Ana Suelly Arruda Câmara Cabral
Localização Brasília, DF Brasil
Campus Campus Universitário Darcy Ribeiro

O Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas (LALLI ou LALLI/UnB) é um laboratório situado no Campus Universitário Darcy Ribeiro[2] da Universidade de Brasília.[3][4][5] É parte do Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) do Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas do Instituto de Letras (IL) da Universidade de Brasília.[6]

História[editar | editar código-fonte]

Em 1999, o Laboratório de Línguas Indígenas (LALI) foi criado pelo profesor Aryon Dall'Igna Rodrigues[7] e inaugurado em 8 de julho de 1999.[1]

O LALLI tem como objetivo "o estabelecimento de um espaço institucional para promover a documentação, análise, descrição, comparação não só das línguas, mas também das situações em que se encontram estas."[1]

Atualmente, o Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas é dirigido pela profesora Ana Suelly Arruda Câmara Cabral.[8]

Encontros científicos[editar | editar código-fonte]

Encontros científicos organizados pelo LALLI:[2]

Publicações[editar | editar código-fonte]

A Revista Brasileira de Linguística Antropológica é publicado pelo laboratório.[10]

O LALLI organizou a publicação dos livros:[2]

Associados[editar | editar código-fonte]

Ao LALLI, encontram-se associados os doutores:[2]

  • Dulce Franceschini (UFFS)
  • Fabio Bonfim Duarte (UFMG)
  • Ruth Monserrat (UFRJ)
  • Sanderson Castro Soares de Oliveira (UFAM)
  • Maxwell Miranda (UFMT)
  • Eliete de Jesus Bararuá Solano (UEPA)
  • Lucivaldo Costa (UNIFESSPA)
  • Marci Fileti Martins (UFRJ)
  • Fábio Pereira Couto (UNIR)
  • Rodrigo Prudente Cotrim (UEG)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Rodrigues, Aryon. 1999. A originalidade das línguas indígenas brasileiras. Conferência feita na inauguração do Laboratório de Línguas Indígenas do Instituto de Letras da Universidade de Brasília, em 8 de julho de 1999.
  2. a b c d Infraestrutura do PPGL. Programa de Pós-Graduação em Linguística - UnB.
  3. Com apenas três falantes, língua indígena tem estudo recuperado pelo Museu Nacional. BBC. 19 junho 2020.
  4. UnB faz congresso sobre língua indígenas. Agência Brasil. 1 outubro 2019.
  5. 2ª Conferência Internacional sobre Revitalização de Línguas Indígenas e Minorizadas. Plataforma 9. 1 outubro 2019.
  6. Academia.edu
  7. Indígenas da UnB protagonizam estudo linguístico no país. 19 abril 2017. unbciencia.unb.br.
  8. «Laboratório de Línguas e Literaturas Indígenas». ResearchGate. Consultado em 6 de setembro de 2021 
  9. Lopes, J. D. (2019). Segunda Conferência Internacional sobre Línguas Indígenas e Minorizadas. Revista Brasileira de Linguística Antropológica, 11(1), 151–152.
  10. «Sobre a Revista Brasileira de Linguística Antropológica». Universidade de Brasília. Consultado em 11 de março de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]