Maomé VI de Marrocos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mohammed VI de Marrocos)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Maomé VI redireciona para este artigo. Para o rei ou emir de Granada do século XIV, veja Maomé VI de Granada.
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde outubro de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wiki letter w.svg
Por favor, melhore este artigo ou secção, expandindo-o(a). Mais informações podem ser encontradas na página de discussão. Considere também a possibilidade de traduzir o texto das interwikis.
Maomé VI
Coat of arms of Morocco.svg
Rei de Marrocos
Maomé VI
Reinado 23 de julho de 1999 - (presente)
Consorte Lalla Salma
Antecessor(a) Hassan II
Herdeiro Moulay Hassan
Casa Alaoui
Dinastia Dinastia Alaoui
Nascimento 21 de agosto de 1963 (54 anos)
  Rabat,  Marrocos
Filho(s) Moulay Hassan
Lalla Khadija
Pai Hassan II
Mãe Lalla Latifa Hammou

Maomé ibne Haçane ibne Maomé ibne Iúçufe Alauita[1] (Mohammed ben el-Hassan ben Mohammed ben Youssef el-Alaoui), melhor conhecido como Maomé VI[2] (em árabe: محمد السادس; transl.: Mohamed VI) GCAGCIHGColSE (em árabe: محمد السادس, lit. 'Mohammed VI'; Rabat, 21 de agosto de 1963) é rei de Marrocos desde a morte de seu pai Hassan II, em 1999.

Vida[editar | editar código-fonte]

Como filho mais velho do rei Hassan II de Marrocos e sua esposa, Lalla Latifa Hammou, duma importante tribo norte-africana, antes de se tornar rei, foi detentor do título de príncipe herdeiro. Foi coroado a 23 de julho de 1999, somente algumas horas depois da morte de seu pai. O jovem rei logo se tornou um modernizador que tem assegurado a legalidade de uma monarquia constitucional, um sistema político que tem vigorado em Marrocos desde a constituição de 1972.

É o décimo oitavo rei da dinastia alauita, que tem reinado em Marrocos desde 1666 e cujo 350.º aniversário se comemorou em 2016. Também detém, de acordo com a constituição marroquina, o título de miralmuminim (Comandante da Fé ou chefe religioso).

Foi agraciado com os seguintes graus de ordens honoríficas portuguesas: Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique (26 de março de 1993), Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis (13 de agosto de 1998) e com o Grande-Colar da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada (28 de junho de 2016).[3]

Tem um irmão, Moulay Rachid, e três irmãs, as princesas Lalla Meryem, Lalla Asma, e Lalla Hasna. Em 21 de março de 2002, desposou Salma Bennani em Rebate, concedendo-lhe o título de princesa consorte. Tem dois filhos dela, Moulay Hassan, nascido a 8 de maio de 2003, e Lalla Khadija, que nasceu a 28 de fevereiro de 2007.[4]

Referências

  1. Alves 2014, p. 559; 571; 618.
  2. «Marrocos vai ter o primeiro comboio de alta velocidade de África». 2017 
  3. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Rei Mohammed VI". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 18 de fevereiro de 2018. 
  4. Biografia de Sua Majestade o Rei Mohammed VI de Marrocos
Família real marroquina
Dinastia Alaoui
Coat of arms of Morocco.svg

SAR a princesa Lalla Latifa Hammou

  • SAR a princesa Lalla Meryem
  • SAR a princesa Lalla Asma
  • SAR a princesa Lalla Hasna
  • SAR o príncipe Moulay Rachid
    SAR a princesa Lalla Oum Kalthum
    • SAR o príncipe Moulay Ahmed

SA a princesa Lalla Lamia

  • SA o príncipe Moulay Hicham
  • SA a princesa Lalla Zineb
  • SA o príncipe Moulay Ismail

SAR a princesa Lalla Malika


  • SA a princesa Lalla Joumala Alaoui
  • Sharif Moulay Abdallah Alaoui
  • Sharif Moulay Youssef Alaoui
Precedido por
Hassan II
Coat of arms of Morocco.svg
Rei de Marrocos

1999 — presente
Sucedido por
-

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Alves, Adalberto (2014). Dicionário de Arabismos da Língua Portuguesa. Lisboa: Leya. ISBN 9722721798 
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.