Sua Vida Me Pertence

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Sua Vida Me Pertence
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero
Duração 20 minutos
Criador(es) Wálter Forster
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Wálter Forster
Elenco
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Tupi
Formato de exibição PAL-M
Transmissão original 21 de dezembro de 1951 - 2 de fevereiro de 1952
N.º de episódios 15

Sua Vida Me Pertence é uma telenovela brasileira produzida e exibida pela extinta TV Tupi de 21 de dezembro de 1951 a 15 de fevereiro de 1952, sendo a primeira telenovela brasileira da história. Foi exibida no horário das 20 horas e teve 15 capítulos.[1] Foi escrita e dirigida por Wálter Forster, que também protagonizou a história ao lado de Vida Alves, tendo ainda como antagonista Lia de Aguiar.

Produção[editar | editar código-fonte]

Vida Alves e Wálter Forster durante cena da novela.

O conceito partiu de uma sugestão do então diretor artístico da TV Tupi São Paulo, Cassiano Gabus Mendes, que sugeriu uma produção que assemelhava ao cinema, ou a dramaturgia. Wálter Forster foi o primeiro a falar em "telenovela", uma versão para televisão da radionovela, que já era sucesso. O produto começou acanhado, apresentado ainda ao vivo e, duas vezes por semana. A princípio uma produção menor, que foi crescendo com tempo e, se tornou o produto televisivo de maior importância no cenário nacional, atualmente.

Não era exibida diariamente, mas duas vezes por semana: terças-feiras e quintas-feiras. Cada capítulo tinha apenas 20 minutos e, eram apresentadas ao vivo. Contou com dois cenários: um reproduzindo um quarto e o outro, um jardim de uma praça. Nessa produção também ocorreu o primeiro beijo da televisão brasileira. Não era um beijo como estamos acostumados a ver: na verdade, não passava de um inocente "selinho" entre os protagonistas, interpretados por Wálter Forster e Vida Alves.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Elisabeth é uma moça ingênua e apaixonada pelo brutal Alfredo, um homem indomável que desdenha de seus sentimentos por ela ser jovem e romântica demais, se envolvendo com a ambiciosa Eliana.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Vida Alves Elizabeth
Wálter Forster Alfredo
Lia de Aguiar Eliana
Lima Duarte Nestor
Dionísio Azevedo Roger
José Parisi
Astrogildo Filho
Néa Simões[2]
Tânia Amaral
João Monteiro

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.