Ídolo de Pano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ídolo de Pano
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero melodrama[1]
Duração 50 minutos
Criador(es) Teixeira Filho
País de origem Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Henrique Martins
Elenco
Tema de abertura "Heavy Water", Button Down Brass
Composto por Ray Davies
Exibição
Emissora original Rede Tupi
Formato de exibição 480i (SDTV)
Formato de áudio monaural
Transmissão original 9 de setembro de 1974 – 31 de maio de 1975
Episódios 227
Cronologia
Programas relacionados Sonho Meu
Vanessa

Ídolo de Pano é uma telenovela brasileira exibida pela Rede Tupi entre 9 de setembro de 1974 e 31 de maio de 1975 em 227 capítulos. Substituiu Os Inocentes e foi substituída por Ovelha Negra na faixa das 20 horas. Escrita por Teixeira Filho, teve direção de Henrique Martins.[1]

Contou com as atuações de Dennis Carvalho, Tony Ramos, Elaine Cristina, Carmem Silva, Sílvio Rocha, Rildo Gonçalves, Adriano Reys e Laura Cardoso nos papeis principais.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Pauline de Clermon é a proprietária da grande empresa Tecelagens Clermon, uma das maiores da América Latina. Muito doente, ela quer, que um dos seus dois netos, seus únicos herdeiros, assuma o comando de seus negócios: Jean, um jovem médico de carreira promissora, e o playboy Luciano, que preferiu às farras aos estudos. O desejo de Pauline é transformar Luciano em uma pessoa responsável para ser o próximo presidente das suas empresas. Mas ele é vítima das armações de Jean, que almeja tirar Pauline da presidência e vender as ações das Tecelagens Clermon para um grupo estrangeiro. Para isto, conta com a colaboração do inescrupuloso Dr. Gondim, médico de Pauline, e de Wilson, executivo da empresa.

Admirado por todos e amado por várias mulheres, ninguém desconfia da personalidade neurótica de Jean, que não mede esforços para desmoralizar seu irmão e tirar ele do seu caminho. Seus problemas psicológicos são agravados, quando ele descobre ser neto ilegítimo de Pauline e tem que conviver com sua verdadeira mãe, Maria Amélia, que trabalha como enfermeira na mansão de Pauline.

Enquanto isso, Luciano, não percebendo as verdadeiras intenções de seu irmão, cai em diversas armadilhas e tenta provar a todos que é capaz de se tornar uma pessoa responsável e digna da presidência das empresas. Apaixonado pela jovem operária Andréa, Luciano torna-se amigo de Zé Manuel, o pai de Andréa. Ele é um homem simples e rude, que expulsa a filha de casa ao descobrir que ela está grávida de Jean. Luciano, então, se casa com Andréa, mesmo sabendo que ela ainda ama seu irmão e espera um filho dele.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Tony Ramos Luciano
Elaine Cristina Andréa
Dennis Carvalho Jean
Carmem Silva Pauline de Clermon
Glauce Graieb Luísa
Sílvio Rocha Zé Manuel
Rildo Gonçalves Dr. Gondim
Adriano Reys Wilson
Laura Cardoso Maria Amélia
Joana Fomm Jeanne Derier
Serafim Gonzalez Dr. Fontes
Suzana Gonçalves Flávia
Denise Del Vecchio Rita de Cássia
Ewerton de Castro João
Sílvia Leblon Joana
Elisa D'Agostino Cristina
Cleston Teixeira Sérgio
Xandó Batista Prof. Weltman
Lucy Meirelles Guiomar
Yara Lins Magda
Eudósia Acuña Marta
Abrahão Farc Guilherme
Márcia Rita Huri Alda
Judy Teixeira Maria Rosa
Claudete Troiano Elza
Geny Prado Lurdes
Linda Gay Margarida
Sílvio Francisco Dr. Vasconcelos
Hilquíades de Oliveira Dr. Oscar
Reginda Nogueira Ana
Domingos Neto Vavá
Aída Mar Benta
Luiz Antônio Piva Antônio
Aparecida de Castro Geralda
Assunta Mantelli Jurema
Eduardo Abbas Aparecido
Elisabeth Duda Regina
Floriza Rossi Sandra
Jonas Bloch Fernando
José Parisi Jr. Bira
Kleber Afonso Wellington
Mirian Rodrigues Silvia
Petrus Antonius Paulo
Rosa Maria Pestana Alzira
Walter Forster Mário Jorge
Carlos Lobão juíz
Zodja Pereira Eva

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Foi a primeira novela da Rede Tupi a possuir duas trilhas sonoras: uma nacional e uma internacional. Porém ao contrário do que se fazia na Rede Globo, lançou-se primeiro a trilha internacional e posteriormente, na segunda metade, a trilha nacional. O disco internacional, por esse motivo, foi o primeiro e grande sucesso de vendas e de repercussão da emissora, enquanto o disco nacional passou despercebido dentro e fora da trama.

Nacional[editar | editar código-fonte]

  1. "Segredos" - Martinha
  2. "Ah! Se Tu Soubesses" - Luís Wagner
  3. "Romance de Amor" - Dilermando Reis
  4. "Duplo Sentido" - Tetê da Bahia - Tema de Flávia
  5. "Aperta o Passo" - Coral do Maestro Lutero
  6. "Pra Não Dizer Adeus" - Élcio Alvarez e Grande Orquestra
  7. "Concerto Para Um Amor" - Gilbert - Tema de Andreia
  8. "Soleado" - Gato e Sua Orquestra - Tema de Maria Amélia
  9. "Como Antigamente" - Martinha
  10. "Simplesmente" - Paulinho Nogueira
  11. "Endless Night" - Grande Orquestra de Cordas de Renato de Oliveira
  12. "Concerto Para Um Amor" - Orquestra Continental

Internacional[editar | editar código-fonte]

  1. "Heavy Water" - Button Down Brass
  2. "Tu Sei Così" - Fred Bongusto
  3. "Hello Old Friend" - James Taylor
  4. "Clinica Fior Di Loto" - Equipe 84
  5. "My Love" - Margie Joseph - Tema de René e Jean
  6. "Stop To Start" - Blue Magic
  7. "Se Non È Per Amore" - Ornella Vanoni - Tema de luíza
  8. "Marina" - Len Mercer
  9. "Tears" - Robin McKay
  10. "Camille K." - M. Vandelli and His Orchestra
  11. "Mal Di Luna" - José Mascolo - Tema de Flávia
  12. Soon - Yes (NOTA, esta faixa NÃO está no LP, foi lançada em compacto)

Referências

  1. a b c Nilson Xavier. «Ídolo de Pano». Teledramaturgia. Consultado em 23 de abril de 2016 


Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.