TV Manaíra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de TV Clube João Pessoa)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Este artigo cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde outubro de 2011).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
TV Manaíra
Rádio e Televisão O Norte Ltda.
João Pessoa, Paraíba
Brasil
Tipo Comercial
Canais
10 VHF analógico
16 UHF e 10.1 Virtual digital
Outros canais ver mais
Sede Bandeira de João Pessoa.svg João Pessoa, PB
Avenida Dom Pedro II, 899 - Centro
Slogan A nova imagem da Paraíba
Rede Rede Bandeirantes
Rede(s) anterior(es) Rede Manchete (1987; 1997-1998)
SBT (1987-1995)
Rede Record (1995-1997)
Fundador Marconi Góes de Albuquerque
Pertence a Sistema Opinião de Comunicação (57,5%)
Diários Associados (42,5%)
Proprietário Cândido Pinheiro
Antigo proprietário Condomínio Acionário dos Diários Associados (1987-2015)
Acionista(s) Cândido Pinheiro (57,5%)
Diários Associados (42,5%)
Presidente Cacá Martins
Fundação 1 de janeiro de 1987 (30 anos)
CNPJ 08.846.487/0001-30
Prefixo ZYB 272
Nome(s) anteriore(s) TV O Norte (1987-2009)
TV Clube (2009-2016)
Emissoras irmãs BandNews FM Manaíra
Cobertura Partes do Estado da Paraíba
Coord. do transmissor 7° 7' 26.4" S 34° 52' 33.1" O
Potência 10 kW
Página oficial tvmanaira.tv.br

TV Manaíra é uma emissora de televisão brasileira sediada em João Pessoa, capital do estado da Paraíba. Opera no canal 10 VHF e 16 UHF digital, e é afiliada à Rede Bandeirantes. Foi fundada em 1987 como TV O Norte (em alusão ao extinto jornal O Norte), passando a se chamar TV Clube em 2009, e em 2016 ganhou a nomenclatura atual. Pertenceu aos Diários Associados até 2015, quando estes venderam 57,5% das ações da emissora ao Sistema Opinião de Comunicação, de Cândido Pinheiro, proprietário do Grupo Hapvida, bem como de outros veículos do grupo.

Embora a Rede Bandeirantes gere sua programação com 1 hora de atraso para os estados fora do horário de verão no centro-sul brasileiro durante a sua vigência, a TV Manaíra não adere à Rede Fuso, e exibe toda a programação da rede em tempo real.

História[editar | editar código-fonte]

TV O Norte (1987-2009)[editar | editar código-fonte]

A história começa com o nome de TV O Norte, segunda emissora de televisão de João Pessoa e terceira do estado da Paraíba, entrando no ar à zero hora do dia 1º de janeiro de 1987, como afiliada da Rede Manchete. Em março de 1987, passou a integrar o SBT.

A emissora foi fundada pelo jornalista Marconi Góes de Albuquerque e teve como primeiro diretor-superintendente, o também jornalista, Abelardo Jurema Filho.

De 1 de julho de 1995 a 31 de dezembro de 1997, integrou a Rede Record, quando voltou a integrar por curto período a Rede Manchete. Desde 18 de fevereiro de 1998, é afiliada da Rede Bandeirantes. Foi pioneira nas transmissões ao vivo de eventos como o Carnaval, Miss Paraíba e os desfiles de 7 de Setembro. A TV O Norte também foi pioneira na expansão do sinal para as principais cidades do Estado (Campina Grande, canal 11; Patos, canal 9).

Os primeiros apresentadores foram Anchieta Filho (Jornal O Norte 1ª edição, apresentado às 06h45) e Gilson Souto Maior e Beth Menezes (Jornal O Norte 2ª edição, às 18h45). No início dos anos 90, os telejornais foram apresentados por Sílvio Carlos, até serem extintos. Ao longo da programação havia os flashes dos repórteres em O Norte Eletrônico. Os repórteres pioneiros foram: Ana Márcia, Nelma Figueiredo, Jonas Batista, Gilson Renato, Welington Sérgio, Selma Vidal.

Os primeiros programas locais foram Paraíba Hoje (produção independente do publicitário Weber Luna), revista semanal anteriormente transmitido pela TV Jornal de Recife, PE (que possuía retransmissora em João Pessoa, no canal 7), Status (com Abelardo Jurema Filho), Agenda da Cidade (com Gilson Renato), Tânia Maia e Você (programa feminino), Telesporte (com Ivan Thomás e Marciano Soares), De Olho na Cidade (programa policial e de prestação de serviços) e Super Jota Show (programa de auditório) - estes últimos apresentados por Jota Ferreira.

Os telejornais locais só voltaram à programação da emissora em 2001, com O Norte.com, substituído em 2007 pelo Jornal O Norte, apresentados de segunda a sexta, antes do Jornal da Band. Em 2008, surgiu O Norte Agora, revista diária focada no jornalismo e entrevistas, de segunda a sexta, às 12h30. Ao longo da sua trajetória, abriu espaço para dezenas de programas independentes.

TV Clube (2009-2016)[editar | editar código-fonte]

A emissora passou a adotar o nome TV Clube no dia 5 de agosto de 2009. O dia escolhido foi uma homenagem ao 424º aniversário da cidade. Com novos estúdios, programas e apresentadores a escolha do nome deveu-se a forte marca que a Clube FM desenvolveu em Brasília, Recife e João Pessoa.

Em 16 de janeiro de 2015, a emissora teve 57,5% das suas ações vendidas pelos Diários Associados para o Sistema Opinião de Comunicação, de propriedade de Cândido Pinheiro, e que também já era proprietário de parte das ações da TV Ponta Negra e da TV Alagoas.[1] A venda foi aprovada pelo CADE em 19 de janeiro, através de nota publicada no Diário Oficial da União.[2]

TV Manaíra (desde 2016)[editar | editar código-fonte]

Em 10 de fevereiro de 2016, deixou de usar a nomenclatura TV Clube, bem como alguns programas da casa como Jornal da Clube e Aqui na Clube (rebatizados respectivamente de Jornal do 10 e Nosso Programa). Passou se a utilizar a redação da emissora neste dia, para o inicio da reforma do estúdio atual e construção dos novos cenários. Faltando 8 dias para a estreia, passaram a ir ao ar chamadas com uma contagem regressiva, além da participação dos novos apresentadores.

Em 14 de março de 2016 é realizado um café da manhã para apresentar ao mercado publicitário o novo nome e a nova marca, bem como novos cenários, programas e apresentadores. A partir de então a emissora passa a se chamar TV Manaíra, nome mais votado pelo público, através de uma enquete no site da emissora.

Sinal digital[editar | editar código-fonte]

Canal virtual Canal digital Proporção de tela Programação
10.1 16 UHF 480i widescreen Programação principal da TV Manaíra / Band

A emissora iniciou suas transmissões digitais em 16 de fevereiro de 2016, através do canal 16 UHF. A emissora ainda não produz seus programas em alta definição, bem como não transmite sua programação e a da Band no formato.

Transição para o sinal digital

Com base no decreto federal de transição das emissoras de TV brasileiras do sinal analógico para o digital, a TV Manaíra, bem como as outras emissoras de João Pessoa, irá cessar suas transmissões pelo canal 10 VHF em 30 de maio de 2018, seguindo o cronograma oficial da ANATEL.[3]

Programação[editar | editar código-fonte]

Além de retransmitir a programação nacional da Rede Bandeirantes, a TV Manaíra produz os seguintes programas:

  • Jogo Aberto Paraíba: Jornalístico esportivo, com Yuri Queiroga;
  • Fala Cidade: Jornalístico, com Erly Fernandes;
  • Primeiro Plano: Talk show sobre política, com Rejane Negreiros;
  • Paraíba Urgente: Jornalístico policial, com Cacá Barbosa;
  • Paraíba S/A: Talk show sobre empreendedorismo, com Andreia Barros

Retransmissoras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Redação (16 de janeiro de 2015). «TV Clube e Borborema são vendidas à grupo de Comunicação». Antena Crítica. Consultado em 18 de janeiro de 2015 
  2. Fernandes, Teresa (19 de janeiro de 2015). «Hapvida controla holding no Nordeste». O Povo. Consultado em 21 de janeiro de 2015 
  3. Higa, Paulo (15 de fevereiro de 2016). «Quando a TV analógica será desligada na sua cidade». Tecnoblog. Consultado em 24 de janeiro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.