Ana Ivanović

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista Ana Ivanović
Ana Ivanović - Indian Wells 2013 - 001.jpg
País  Sérvia
Residência Basileia, Suíça
Data de nasc. 06 de novembro de 1987 (27 anos)
Local de nasc. Belgrado, Iugoslávia (atualmente Sérvia)
Altura 1,84 m
Peso 69 kg
Profissionalização 17 de agosto de 2003
Mão Direita, Esquerda duas mãos
Prize money US$ 11,589,645 Fonte
Simples
Vitórias-Derrotas 409–181
Títulos 13 WTA, 5 ITF
Melhor ranking Nº 1 (09 de junho de 2008)
Ranking atual simples N° 12 (08 de julho de 2013)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália F (2008)
Open da França V (2008)
Wimbledon SF (2007)
U.S. Open QF (2012)
Duplas
Vitórias-Derrotas 26–32
Títulos 0
Melhor ranking Nº 50 (25 de setembro de 2006)
Última atualização em: 27 de maio de 2014.

Ana Ivanović, em sérvio cirílico Ана Ивановић, (Belgrado, 06 de novembro de 1987) é uma tenista profissional da Sérvia ex número 1 do mundo e atualmente 12ª colocada no ranking. No dia 07 de junho de 2008, Ana venceu o seu primeiro título do Grand Slam em Roland Garros, batendo Dinara Safina 6-4, 6-3. Já chegou a mais duas finais de Grand Slam.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Enquanto sua mãe Dragana, uma advogada, está presente em todas as suas partidas durante toda a temporada, seu pai Miroslav, um microempresário, nem sempre consegue comparecer, por causa de seu trabalho. Ivanović tem um irmão mais novo, Miloš, com quem ama jogar basquete.[1] Outros hobbies são fazer compras, ir ao cinema, jogar gamão e Sudoku. O tio de Ivanović é um antigo jogador de futebol e atualmente trabalha como técnico. Como em sua família não havia nenhum praticante de tênis, sua inspiração para começar a jogar foi Monica Seles e, atualmente, admira muito o jogo de Roger Federer.

Em 8 de setembro de 2007, Ivanović foi nomeada embaixadora sérvia da boa vontade da UNICEF, juntamente com Aleksandar Đorđević e Emir Kusturica, e terá um papel importante nas áreas da educação e da defesa dos direitos da criança. Para tanto, Ivanović deve visitar diversas escolas na Sérvia nos próximos meses.

Ivanović adora conhecer melhor culturas de diversos lugares, especialmente a asiática. Isso, talvez, pelo fato de sua comida favorita ser o sushi.

Não costuma ir a baladas com freqüência mas ouve muita música, principalmente R&B, o seu ritmo favorito.

No futebol, Ivanović é torcedora do Partizan Belgrado.

Estilo de jogo[editar | editar código-fonte]

Ana tem um jogo agressivo de fundo de quadra. Sua principal arma é a força e profundidade dos seus golpes de direita. Ela não costuma subir muito à rede, mas seus voleios são geralmente bem executados, assim como as suas deixadinhas. Sua esquerda com as duas mãos é sólida mas, quando há tempo suficiente, também costuma fugir para bater de direita. Seu saque é potente, porém inconstante. Ela também é conhecida por conseguir muitos aces no segundo saque.

Apesar de sua altura, Ana consegue cobrir a quadra com muita agilidade e velocidade, já que vem desenvolvendo a sua parte física muito bem ultimamente. Ela costuma definir seu estilo de jogo como "ponto por ponto", uma mentalidade que já lhe rendeu viradas espetaculares em partidas que pareciam perdidas. Por outro lado, seu desempenho costuma variar bastante de uma partida para a outra, com muitos altos e baixos.

De modo geral, seu estilo de jogo se encaixa com todos os tipos de quadras, porém Ana prefere jogar no saibro, piso no qual conquistou seu primeiro título de Grand Slam em Roland Garros, em 2008.

Equipamento[editar | editar código-fonte]

No início de sua carreira, Ana era patrocinada pela Nike, mas no começo de 2006 trocou-a pela rival Adidas.

Depois de já ter usado as Wilson HTour, NTour, NTour Two e NBlade, Ivanović atualmente está usando a raquete da marca Yonex, modelo Ezone Ai 98.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ivanović iniciou a sua promissora carreira com 5 anos, depois de memorizar o número de uma escola de tênis local em um comercial de TV. Ivanović inspirou-se vendo Monica Seles, também sérvia (depois naturalizada norte-americana), no Roland Garros de 1992.

Em 1999, devido aos ataques da OTAN sobre a Iugoslávia, ela só podia treinar pela manhã, para evitar os bombardeios. Mais tarde, ela admitiu que chegou a pensar em treinar sobre uma piscina congelada no inverno, uma vez que não havia melhor infra-estrutura.

Certa vez, quando tinha 15 anos, Ana chorou no vestiário por 4 horas depois de uma derrota - a primeira que seu novo empresário assistia - porque achou que Dan Holzmann iria desistir dela e assim, ela não conseguiria se tornar tenista profissional. Dan é seu empresário desde esse dia.

Ivanović é muito amiga da sua parceira de duplas Maria Kirilenko, assim como de outros tenistas, como Svetlana Kuznetsova, Sanja Ančić e do também sérvio Novak Đoković.

2004: A estreia como profissional[editar | editar código-fonte]

A primeira vez que chamou a atenção do mundo do tênis foi quando chegou à final do Junior Wimbledon em 2004, perdendo para Kateryna Bondarenko. Também em 2004, teve 26 vitórias e nenhuma derrota no circuito challenger, tendo vencido os 4 torneios de que participou.

Apareceu muito bem também na segunda rodada do torneio de Zurique, Suíça, em Outubro, quando perdeu para Venus Williams por 7-6(11), 7-6(6), depois de desperdiçar diversos set points em ambos os sets; isso foi após vencer a então número 27 do mundo Tatiana Golovin em uma batalha de 3 sets. Ainda chegou às quartas-de-final em Luxemburgo na semana seguinte.

2005: Os primeiros títulos[editar | editar código-fonte]

Em 2005, Ivanović venceu o seu primeiro título de simples na carreira, em Canberra, Austrália, derrotando Melinda Czink por 7-5, 6-1. Seu ranking só melhorou ainda mais após impressionantes vitórias sobre Svetlana Kuznetsova, Nadia Petrova e Vera Zvonareva, tenistas entre as 10 melhores do mundo na época. Ela perdeu para Amélie Mauresmo no Australian Open, em Doha e em Miami, mas depois conseguiu a vitória em Roland Garros sobre Mauresmo, a então cabeça-de-chave número 3 do torneio. Conseguiu avançar no torneio até as quartas-de-final, quando perdeu para a russa Nadia Petrova. Lesões a impediram de melhorar mais ainda o seu ranking, mas ainda assim conseguiu demonstrar um bom nível em Zurique e em Linz, perdendo na semifinais para Patty Schnyder em ambos os torneios. Após esse grande ano, terminou como a número 16 no ranking da WTA, e disse que "espera chegar ao Top 10 no ano que vem".

2006: Temporada sólida[editar | editar código-fonte]

Ivanović começou 2006 jogando a Copa Hopman com seu compatriota Novak Đoković, na qual eles conseguiram levar a Sérvia ao vice-campeonato. Iniciando o seu ano na WTA, ela jogou em Sydney, onde derrotou mais uma vez Mauresmo antes de cair nas quartas-de-final diante de Svetlana Kuznetsova.

Ana Ivanović no U.S. Open de 2006.

Ela manteve os bons resultados, vencendo Anna Chakvetadze por 6-3, 6-3 antes de perder para Elena Dementieva em três sets. No saibro, derrotou Patty Schnyder em sets diretos em Varsóvia antes de ser derrotada por Anna Chakvetadze em uma batalha de três sets. Acabou abandonando a partida contra Na Li em Berlim enquanto vencia a partida e, em Roland Garros, não conseguiu repetir o bom desempenho do ano anterior, perdendo para Anastasia Myskina na terceira rodada. Em Wimbledon, caiu na quarta rodada diante de Amélie Mauresmo por 6-3, 6-4, que seria campeã. Seu melhor momento no ano foi a vitória sobre a ex-número 1 do mundo Martina Hingis, em Agosto, na final do Masters do Canadá, por 6-2, 6-3. Obteve também boas vitórias contra Kim Clijsters e Maria Sharapova. No U.S. Open, perdeu para Serena Williams. Depois de derrotas para Olga Poutchkova em Bali e para Venus Williams em Luxemburgo, Ivanović afastou-se do circuito por algumas semanas para se recuperar de uma lesão no ombro direito. Voltou às quadras em Linz, perdendo para Maria Sharapova nas quartas-de-final. Finalizando o ano, teve uma decepcionante participação em Hasselt, Bélgica, sendo derrotada pela neerlandesa Michaëlla Krajicek.

Ivanović também jogou 9 torneios de duplas em 2006, fazendo parceria com Maria Kirilenko e Sania Mirza. Ivanović e Kirilenko chegaram a duas semifinais e a uma final, terminando o ano como número 17 na "Corrida dos Campeões".

Ivanović acabou 2006 como a 14ª tenista do mundo.

2007: A estreia no Top 5[editar | editar código-fonte]

O primeiro torneio de Ivanović foi em Gold Coast, Austrália, onde perdeu para Shahar Pe'er nas quartas-de-final por 5-7, 6-4, 6-4. O próximo torneio foi em Sydney, Austrália, onde perdeu novamente nas quartas-de-final, dessa vez para Nicole Vaidišová por 6-4, 6-2.

Ivanović foi a cabeça-de-chave número 13 no Australian Open. Ela venceu a polonesa Agnieszka Radwańska na segunda rodada mas perdeu para a número 22 do mundo Vera Zvonareva na terceira rodada por 6-1, 6-2. Logo após o torneio, Ivanović anunciou através de seu website que David Taylor nao seria mais seu técnico.

Ivanović servindo em Antuérpia.

Em Tóquio, Ivanović chegou à terceira final da carreira, derrotando Jelena Janković nas quartas-de-final e Maria Sharapova nas semifinais. Ivanović então perdeu para Martina Hingis por 6-4, 6-2.

Mais tarde, Ivanović voltou à Europa para jogar em Antuérpia, onde caiu nas quartas-de-final diante de Kim Clijsters.

Em Indian Wells, Ivanović foi eliminada na quarta rodada por Sybille Bammer, e em Key Biscayne, eliminada por Yaroslava Shvedova na segunda rodada.

Na semana seguinte, Ivanović iniciou sua temporada no saibro em Amelia Island, Flórida. Ela derrotou Janković nas quartas-de-final antes de cair diante de Tatiana Golovin por 6-4, 3-6, 6-4. Na sua primeira aparição em Charleston, Carolina do Sul, Ivanović perdeu para Vera Zvonareva na terceira rodada.

Ivanović, então, voltou para a Europa para jogar dois torneios no saibro. Em Berlim, conseguiu o título, vencendo Patty Schnyder nas quartas-de-final e a número 4 do mundo Svetlana Kuznetsova na final. Todavia, Ivanović teve uma lesão no tornozelo durante a final, o que a impediu de jogar em Roma. A vitória em Berlim a conduziu ao 8º lugar no ranking da WTA, e assim, atingiu o Top 10 pela primeira vez.

Em Roland Garros, Ivanović venceu os seus três primeiros jogos perdendo apenas nove games. Na sua segunda quarta-de-final em Roland Garros da carreira, Ivanović derrotou a número 3 do mundo Kuznetsova por 6-0, 3-6, 6-1. Nas semifinais, bateu a número 2 do mundo Sharapova por 6-2, 6-1. Na final, Ivanović tentou vencer o seu primeiro título de Grand Slam e conseguir chegar ao Top 3 no ranking mundial. Porém, a tricampeã Justine Henin a derrotou por 6-1, 6-2. Após o jogo, Ivanović admitiu que não conseguiu jogar bem, sentindo-se pressionada demais por estar em uma final de Grand Slam.

Com o fim da temporada no saibro, Ivanović jogou na grama de 's-Hertogenbosch, Holanda, caindo nas quartas-de-final diante de Daniela Hantuchová. Em Wimbledon, Ivanović venceu a número 9 do mundo Nadia Petrova na quarta rodada por 6-1, 2-6, 6-4. Nas quartas-de-final, Ivanović salvou três match points para derrotar Vaidišová por 4-6, 6-2, 7-5. Nas semifinais, a tricampeã Venus Williams derrotou Ivanović por 6-2, 6-4.

Aquecimento durante o U.S. Open de 2007.

Uma lesão no joelho, causada em Wimbledon, impediu que Ivanović jogasse a Fed Cup pela equipe sérvia e dois outros eventos. Ivanović voltou ao circuito em Carson, Califórnia. Nas semifinais, Ivanović jogou contra a sua compatriota Janković pela terceira vez no ano. Ivanović salvou dois match points antes de vencer a partida por 4-6, 6-3, 7-5. Na final, Ivanović derrotou Petrova para conquistar seu quarto título de simples na carreira, e atingir o posto de número 4 no ranking mundial.

Em seguida, Ivanović tentou defender o seu título do Masters do Canadá, em Toronto. Todavia, sua participação no torneio durou apenas 65 minutos, perdendo para a chinesa vinda do qualifying Yan Zi, por 6-3, 6-1.

Nas suas primeiras três partidas no U.S. Open, Ivanović perdeu apenas dez games. Mais tarde, Venus Williams a eliminou pela segunda vez consecutiva em um torneio de Grand Slam por 6-4, 6-2.

Então, Ivanović retornou à Europa para a disputa de três torneios. Em Luxemburgo, ela atingiu as semifinais e se qualificou para o "WTA Tour Championships". Na final, Ivanović reagiu de um 6-3, 3-0 contra, para virar o jogo e derrotar Hantuchová em 2 horas e 25 minutos. Foi o seu quinto título da carreira. Em Stuttgart, Ivanović perdeu para a ucraniana vinda do qualifying Kateryna Bondarenko na segunda rodada por 6-2, 1-6, 6-3. Jogando onde Ivanović considera-se em casa, Zurique, ela foi derrotada por Golovin na segunda rodada, com parciais de 6-3, 6-1.

Para fechar o ano, Ivanović jogou o "WTA Tour Championships". Cabeça-de-chave número 4, ficou no grupo vermelho. Venceu a número 2 do mundo Kuznetsova em uma partida de três sets e Hantuchová em sets diretos. No último jogo da fase de grupos, Sharapova derrotou Ivanović por 6-1, 6-2. Por ter ficado em 2º em seu grupo, Ivanović teve que jogar contra a número 1 do mundo Henin nas semifinais, e acabou derrotada por 6-4, 6-4.

Ivanović terminou o ano como número 4 do mundo, o melhor de sua carreira, a apenas 14 pontos da compatriota Janković.

2008[editar | editar código-fonte]

Ivanović iniciou o ano em um torneio de exibição em Hong Kong, onde foi a cabeça-de-chave número 1. Ela perdeu para Elena Dementieva nas quartas-de-final por 6-4, 1-6, 6-3. Ivanović entrou então no Grupo Prateado, uma competição paralela entre todos os eliminados na primeira partida, mas foi derrotada pela número 45 do mundo Shuai Peng por 6-1, 6-3.

O torneio seguinte foi em Sydney, que reuniu 12 das 15 primeiras do ranking mundial. Ivanović venceu a eslovena Katarina Srebotnik, mas acabou caindo diante de Justine Henin nas semifinais por 6-2, 2-6, 6-4. Foi a primeira vez em quatro encontros que Ivanović conseguiu vencer um set de Henin. Esse torneio fez com que Ivanović subisse para o 3º lugar no ranking.

Ivanović entrou no Australian Open como a cabeça-de-chave número 4 e atingiu as quartas-de-final pela primeira vez. Nessa fase, bateu Venus Williams pela primeira vez, por 7-6, 6-4. Na semifinal, contra Daniela Hantuchova, Ivanović venceu com parciais de 0-6, 6-3, 6-4, atingindo, assim, a sua segunda final de Grand Slam da carreira, na qual acabou derrotada pela russa Maria Sharapova por 7-5, 6-3. Devido ao seu grande desempenho nesse torneio, ela atingiu o posto de 2ª melhor tenista do mundo, pelo ranking da WTA, a melhor posição de sua carreira.

Defendendo a Sérvia na Fed Cup, Ivanović venceu a polonesa Urszula Radwanska em sets diretos na primeira rodada. Na segunda rodada, Ivanović ganhou da romena Monica Niculescu por 5-7, 6-4, 7-5 e, nas duplas, ao lado de Jelena Janković, venceu a dupla romena com parciais de 2–6, 7–6(3), 7–6(2). No último confronto antes de conseguir que a Sérvia fosse promovida, Ana venceu a holandesa Renee Reinhard por 6–2, 3–6, 6–3, e a Sérvia conseguiu a vaga no Grupo Mundial da Fed Cup, que será disputado em Abril.

Como cabeça-de-chave número 1 do torneio do Catar, em Doha, Ivanović venceu Olga Govortsova na segunda rodada por 6-3, 6-1, mas depois teve de abandonar o torneio devido a uma lesão no tornozelo.

No torneio de Dubai, a então cabeça-de-chave número 3 Ivanović caiu nas quartas-de-final diante da russa Elena Dementieva por 5–7, 6–3, 6–3.

Em Março, em Indian Wells, Ivanović foi novamente a cabeça-de-chave número 1 do torneio e, após vencer Janković nas semifinais por 7–6(3), 6–3, derrotou Svetlana Kuznetsova na final, com parciais de 6-4, 6-3, conquistando o seu sexto título da carreira. Em Miami, Ivanović foi a segunda cabeça-de-chave do torneio, mas perdeu para Lindsay Davenport na terceira rodada.

Em Roland Garros, confirmando sua sólida evolução, conquistou o Slam francês, ao vencer na final a russa Dinara Safina, chegando pela primeira vez ao topo do ranking feminino da WTA.

Finais de Simples em Grand Slams[editar | editar código-fonte]

Campeã (1)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Adversária na final Placar da final
2008 Roland Garros Rússia Dinara Safina 6-4, 6-3

Vice-campeã (2)[editar | editar código-fonte]

Ano Torneio Adversária na final Placar da final
2007 Roland Garros Bélgica Justine Henin 6-1, 6-2
2008 Australian Open Rússia Maria Sharapova 7-5, 6-3

Finais em torneios da WTA (19)[editar | editar código-fonte]

Simples[editar | editar código-fonte]

Antes de 2009 A partir de 2009
Grand Slam torneios (1)
Ouro Olimpico (0)
WTA Championships (0)
Grand Slam Cup (0)
Tier I (3) Premier Mandatory (0)
Tier II (3) Premier 5 (0)
Tier III (0) Premier (0)
Tier IV (1) International (5)
# Data Tourneio Tipo de quadra Adversária na final Placar
1. 15/01/2005 Canberra, Austrália Dura Hungria Melinda Czink 7-5, 6-1
2. 21/08/2006 Montréal, Canadá Dura Suíça Martina Hingis 6-2, 6-3
3. 13/05/2007 Berlim, Alemanha Saibro Rússia Svetlana Kuznetsova 3-6, 6-4, 7-6(4)
4. 12/08/2007 Los Angeles, EUA Dura Rússia Nadia Petrova 7-5, 6-4
5. 30/09/2007 Luxemburgo, Luxemburgo Dura (indoor) Eslováquia Daniela Hantuchová 3-6, 6-4, 6-4
6. 23/03/2008 Indian Wells, EUA Dura Rússia Svetlana Kuznetsova 6–4, 6–3
7. 07/07/2008 Roland Garros, FRA Saibro Rússia Dinara Safina 6-4, 6-3
8. 20/10/2008 Linz, Áustria Dura Rússia Vera Zvonareva 6-2, 6-1
9. 11/10/2010 Linz, Áustria Dura Suíça Patty Schnyder 6-1, 6-2
10. 04/11/2010 Bali, Indonésia Dura Rússia Alisa Kleybanova 6-2, 7-6 (5)
11. 03/11/2011 Bali, Indonésia Dura Espanha Anabel Medina 6-3, 6-0
12. 30/12/2013 Auckland, Nova Zelândia Dura Estados Unidos Venus Williams 6-2, 5-7, 6-4
13. 31/03/2014 Monterrey, México Dura Sérvia Jovana Jakšić 6-2, 6-1

Vice-campeonatos (6)[editar | editar código-fonte]

# Data Torneio Tipo de quadra Adversária na final Placar
1. 04/02/2007 Tóquio, Japão Carpete Suíça Martina Hingis 6-4, 6-2
2. 09/06/2007 Roland Garros, Paris, França Saibro Bélgica Justine Henin 6-1, 6-2
3. 26/01/2008 Aberto da Austrália, Melbourne, Austrália Dura Rússia Maria Sharapova 7-5, 6-3
4. 11/03/2009 Indian Wells, EUA Dura Rússia Vera Zvonareva 7-6 (5), 6-2
5. 07/10/2013 Linz, Áustria Dura Alemanha Angelique Kerber 6-4, 7-6 (6)
6. 21/04/2014 Stuttgart, Alemanha Saibro Rússia Maria Sharapova 3-6, 6-4, 6-1

Duplas[editar | editar código-fonte]

Vice-campeonatos (1)[editar | editar código-fonte]

# Data Torneio Tipo de quadra Parceiro Adversário na final Placar
1. 19 de junho de 2006 's-Hertogenbosch, Holanda Grama Rússia Maria Kirilenko República Popular da China Yan Zi e
República Popular da China Zheng Jie
3-6, 6-2, 6-2

Títulos da ITF (5)[editar | editar código-fonte]

Desde a sua primeira aparição como profissional, em Agosto de 2003, Ivanović venceu 5 títulos da ITF. Quando conquistou o seu primeiro título de expressão, em 2005, ela se tornou a primeira campeã de um torneio da WTA a vencer na final uma adversária que já havia derrotado antes no mesmo torneio (na fase de qualifying).

# Data Torneio Quadra Adversária na final Placar
1. 22 de fevereiro de 2004 EspanhaMaiorca Saibro Sérvia e Montenegro Ana Timotić 6-1, 6-1
2. 2 de maio de 2004 JapãoGifu Carpete Coreia do Sul Mi-Ra Jeon 6-4, 2-6, 7-5
3. 9 de maio de 2004 JapãoFukuoka Carpete Eslováquia Jarmila Gajdošová 6-2, 6-74, 7-64
4. 12 de setembro de 2004 ItáliaFano Saibro Roménia Delia Sescioreanu 6-2, 6-4
5. 26 de setembro de 2004 GeórgiaBatumi Dura Rússia Anna Chakvetadze 6-3, 6-3

Estatísticas em Simples[editar | editar código-fonte]

Para evitar confusões, os dados dessa tabela são atualizados apenas quando termina a participação da jogadora no torneio. A última atualização é do Torneio de Sydney, que acabou no dia 11 de janeiro de 2008.

Torneio 2003 2004 2005 2006 2007 2008 Recorde na carreira Vitórias-Derrotas na carreira
Torneios de Grand Slam
Australian Open A A 3R 2R 3R F 0 / 4 11-4
Roland Garros A A QF 3R F W 1 / 4 19-3
Wimbledon A A 3R 4R SF 0 / 3 10-3
U.S. Open A LQ 2R 3R 4R 0 / 4 6-4
Recorde em Grand Slams 0 / 0 0 / 1 0 / 4 0 / 4 0 / 4 1 / 2 1 / 15 N/A
Vitórias-Derrotas em Grand Slams 0-0 0-1 9-4 8-4 16-4 13-1 N/A 46-14
Jogos Olímpicos
Olimpíadas NH A NH NH NH 0 / 0 0-0
Torneio de fim de temporada
WTA Tour Championships A A A A SF 0 / 1 2-2
Torneios da WTA
Doha¹ - - - - - 3R 0 / 1 1-0
Indian Wells A A A QF 4R W 1 / 3 11-2
Miami Masters A A QF 4R 2R 3R 0 / 4 7-4
Charleston A A A A 3R 0 / 1 1-1
Berlim A A 1R 1R W 1 / 3 6-2
Roma A A 3R A A 0 / 1 2-1
Toronto/Montréal A A 3R W 2R 1 / 3 7-1
Tóquio A A A 2R F 0 / 2 5-2
Moscou A A A A A 0 / 0 0-0
Antigos torneios da WTA
San Diego¹ - A A 3R A - 0 / 1 2-1
Zurique¹ A 2R SF A 2R - 0 / 3 4-3
Estatísticas da carreira
Torneios jogados 1 5 16 19 19 7 N/A 66
Vice-campeonatos 0 0 0 0 2 1 N/A 3
Torneios vencidos 0 0 1 1 3 2 N/A 7
Vitórias-Derrotas na quadra dura 1-1 6-3 26-8 24-11 23-11 18-4 N/A 98-38
Vitórias-Derrotas no saibro 0-0 0-1 9-4 4-3 16-3 7-0 N/A 29-11
Vitórias-Derrotas na grama 0-0 0-1 2-1 5-2 6-2 0-0 N/A 13-6
Vitórias-Derrotas no carpete 0-0 0-0 3-1 2-2 6-2 3-0 N/A 14-5
Vitórias-Derrotas 1-1 6-5 40-14 35-18 51-18 28-4 N/A 161-60²
Win % 50% 55% 74% 66% 74% 84% N/A 72%
Ranking ao final do ano 705 97 16 14 4 N/A N/A
  • ¹ A partir de 2008, o torneio de Doha substitui os torneio de San Diego e de Zurique.
  • ² Se forem considerados os jogos dos torneios da ITF (Quadra dura: 5-0; Saibro: 21-4; Carpete: 16-0) (2003: 11-4; 2004: 31-0), seu recorde de Vitórias-Derrotas fica 214-68.
  • LQ = perdeu na fase do qualifying.
  • A = não participou do torneio.

Premiação na carreira[editar | editar código-fonte]

Ano Majors Torneios da WTA Torneios conquistados Premiação ($) Ranking em premiação
2003 0 0 0 2,630 732
2004 0 0 0 58,010 166
2005 0 1 1 472,547 29
2006 0 1 1 671,616 20
2007 0 3 3 1,960,354 4
2008* 0 2 2 2,563,675 2
Carreira 0 7 7 5,728,832 59
  • * - Até 20 de Setembro de 2008


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons

Referências

  1. Ana Ivanovic – the fastest mover in the world (PDF) Ana Ivanovic.com. Visitado em 2007-06-13.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Maria Sharapova
Tenista que mais evoluiu pela WTA
2005
Sucedido por
Jelena Janković
Precedido por
Kim Clijsters
Vencedora do US Open Series
2006
Sucedido por
Maria Sharapova