Giuseppe Farina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Giuseppe Farina
Informações pessoais
Nome completo Giuseppe Antonio Farina
Nacionalidade Itália italiano(a)
Nascimento 30 de Outubro de 1906
Turim, Piemonte
Morte 30 de Junho de 1966 (59 anos)
Aiguebelle, Ródano-Alpes
Registros na Fórmula 1
Temporadas 19501955
Equipes 2 (Alfa Romeo e Ferrari)
GPs disputados 34 (33 largadas)
Títulos 1 (1950)
Vitórias 5
Pódios 20
Pontos 127.3 (115.3)1
Pole positions 5
Voltas mais rápidas 5
Primeiro GP Inglaterra GP da Grã-Bretanha de 1950
Primeira vitória Inglaterra GP da Grã-Bretanha de 1950
Última vitória Alemanha GP da Alemanha de 1953
Último GP Itália GP da Itália de 1955

Giuseppe Antonio “Nino” Farina[1] (Turim, 30 de outubro de 1906Aiguebelle, 30 de junho de 1966) foi um automobilista italiano e primeiro campeão mundial da Fórmula 1, em 1950.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Turim, na Itália e apelidado de "Nino", Farina graduou-se em engenharia e é sobrinho de Giovanni Battista "Pinin" Farina, diretor de empresa de construção. Seu sobrinho passou a correr no automobilismo de "subida de montanha".

Iniciou sua carreira no Grand Prix Motor Racing pela Maserati na década de 1930, transferindo-se a seguir para a Alfa Romeo onde foi o segundo piloto de Tazio Nuvolari, o que não o impediu de vencer o campeonato italiano de pilotos em 1937, 1938 e 1939 e vencer provas como o Grande Prêmio da Líbia em Trípoli em 1940 e o Grande Prêmio de Mônaco em Montecarlo em 1948.

Quando a Federação Internacional do Automóvel (FIA) anunciou a temporada inaugural do campeonato mundial de Fórmula 1, Farina compôs uma tétrade de pilotos ao lado de Juan Manuel Fangio, Reg Parnell e Luigi Fagioli e assim a Alfa Romeo montou uma equipe avassaladora que a bordo do modelo Alfetta 158 dominou a temporada de 1950 com seis vitórias em sete possíveis,[2] três com Farina e outras três com Fangio. Ao final a somatória de resultados daria o título ao italiano que atingiu o ápice de sua carreira já que seus melhores anos foram perdidos por causa da Segunda Guerra Mundial.

Em 1951 já não se igualava em velocidade a Fangio e no ano seguinte transferiu-se para a Ferrari. Giuseppe Farina encontrou lá um jovem e rapidíssimo piloto italiano, Alberto Ascari, que veio a ser o campeão em 1952 e 1953.

Faleceu em 30 de junho de 1966 num acidente fora das pistas.

Todos os Resultados de Giuseppe Farina na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

(Legenda): (Corridas em negrito indica pole position e corridas em itálico indica volta mais rápida)

Ano Equipe Chassis Motor Pneus 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Pontos Classificação
1956 Bardahl-Ferrari Kurtis Kraft 500D Ferrari L6 F Indy
500

NQ
- -
1955 Scuderia Ferrari Ferrari 625 Ferrari L4 E ARG
3
3
MON
10.3
Ferrari 555 BEL
Lancia D50 Lancia V8 ITA
NP
1954 Scuderia Ferrari Ferrari 625 Ferrari L4 P ARG
6
Ferrari 553 BEL
Ret
1953 Scuderia Ferrari Ferrari 500 Ferrari L4 P ARG
Ret
HOL
BEL
Ret
FRA
GBR
ALE
SUI
ITA
261
(32)
1952 Scuderia Ferrari Ferrari 500 Ferrari L4 P SUI
Ret
BEL
FRA
GBR
HOL
ITA
241
(27)
E ALE
1951 SA Alfa Romeo Alfa Romeo 159 Alfa Romeo L8c P SUI
BEL
FRA
GBR
Ret
ALE
Ret
ITA
2
ESP
191
(22)
1950 SA Alfa Romeo Alfa Romeo 158 Alfa Romeo L8c P GBR
MON
Ret
SUI
BEL
FRA
ITA
30

↑1 Nos descartes

↑2 Dividiu os pontos com o italiano Felice Bonetto. Na divisão, Farina levou 3 pontos.

↑3 Dividiu os pontos com o argentino José Froilán González e o francês Maurice Trintignant pelo 2º e com o italiano Umberto Maglioli e Maurice Trintignant pelo 3º lugar na mesma prova. Na divisão Farina levou 4.3 pontos.

Referências

  1. Gerald Donaldson. Hall Of Fame — Nino Farina (em inglês) Formula 1™ - The Official F1™ Website. Visitado em 25 de agosto de 2011.
  2. Na verdade a Alfa Romeo venceu todas as corridas que disputou naquele ano, já que não correu em Indianápolis.