Jody Scheckter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jody Scheckter
Informações pessoais
Nome completo Jody David Scheckter
Apelido(s) Baby Bear, Vaca brava
Nacionalidade África do Sul sul-africano
Nascimento 29 de janeiro de 1950 (64 anos)
East London, Cabo Oriental
Registros na Fórmula 1
Temporadas 1972-1980
Equipes 4 (McLaren, Tyrrell, Wolf e Ferrari)
GPs disputados 113 (111 largadas)
Títulos 1 (1979)
Vitórias 10
Pódios 33
Pontos 246
Pole positions 3
Voltas mais rápidas 5
Primeiro GP GP dos Estados Unidos de 1972
Primeira vitória GP da Suécia de 1974
Última vitória GP da Itália de 1979
Último GP GP do Leste dos Estados Unidos de 1980

Jody David Scheckter ou mais conhecido como Jody Scheckter, (East London, 29 de Janeiro de 1950) é um ex-piloto de Fórmula 1, campeão da temporada de 1979, pela Ferrari; ele foi o último campeão antes da morte de Enzo Ferrari e da sequência de cinco títulos mundiais de Michael Schumacher.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jody Scheckter começou a sua carreira na África do Sul, sua terra natal, a bordo de um Renault 8 Gordini. Em 1970, muda-se para o Reino Unido para correr na Fórmula Ford e rapidamente chega à categoria máxima. A sua estreia foi em Watkins Glen, em 1972, na equipe McLaren. Nesse GP chegou a andar na terceira posição, quando rodou e acabou em nono. Imediatamente se tornou um nome observado. Ele continuou progredindo e, no ano seguinte, venceu o campeonato de Fórmula 5000, além de participar de 5 corridas na F1 como terceiro piloto da McLaren. Na França ele quase venceu em sua terceira participação, antes de colidir com Emerson Fittipaldi. Na corrida seguinte o agressivo Scheckter foi o causador da carambola na primeira volta, que eliminou onze carros.

Apesar destes percalços, que lhe valeram a alcunha de “Baby Bear”, a Tyrrell não teve problemas em contratá-lo em 1974, dando-lhe a primeira temporada completa na F1. Jody recompensou a equipe com o terceiro lugar no campeonato e duas vitórias, uma na Suécia e outra na Inglaterra. Durante o ano, ele marcou pontos em 8 Grandes Prêmios consecutivos, uma das sequências mais longas da época. Um ano um pouco pior foi em 1975, mas em 1976 terminou novamente em 3º no campeonato. Naquela temporada a Tyrrell introduziu o carro mais radical da história da F1: o Tyrrell P34, um carro com seis rodas. Scheckter deu ao carro de seis rodas a sua única vitória, no circuito sueco de Anderstorp. Nas doze corridas com o carro marcou pontos por dez vezes.

Scheckter se transferiu para a equipe de Walter Wolf, em 1977, e deu-lhe uma vitória já na corrida de estreia, na Argentina. Ele venceu mais duas vezes e geralmente terminava no pódio, terminando o campeonato como vice-campeão mundial, logo atrás de Niki Lauda. Depois de um 7º lugar final, em 1978 ele deixou a equipe para integrar a Ferrari, tendo como companheiro de equipe o canadense Gilles Villeneuve para o campeonato de 1979.

Os críticos achavam que ele não se entenderia bem com a equipe, mas Scheckter superou todas as expectativas e ajudou a conquistar o título de construtores enquanto terminava, depois de três vitórias, como campeão da categoria. Porém, ele não conseguiu defender seu título em 1980, chegando a não se qualificar para uma corrida. Depois de conseguir apenas dois pontos, Scheckter decidiu se retirar da competição.

Jody Scheckter tornou-se o último piloto a ganhar um título pela Ferrari até Michael Schumacher conseguir fazê-lo 21 anos depois. Depois da aposentadoria, Scheckter fundou uma companhia que fabricava simuladores para treinamento, tendo vendido a companhia, transformando-o num homem milionário. Após isso, Jody ajudou nas carreiras de pilotos dos filhos Tomas e Toby Scheckter. Tomas corre na Fórmula Indy e foi pole em 2003 nas Indianápolis 500. O irmão de Jody, Ian, também correu na F1 por alguns anos.

Resultados na Fórmula 1[editar | editar código-fonte]

(Legenda: Corridas em negrito indicam pole position; corridas em itálico indicam volta mais rápida.)

Temporada Equipe Chassis Motor 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 Pontos Classificação
1980 Scuderia Ferrari
SpA SEFAC
Ferrari 312T3 Ferrari F12 ARG
Ret
BRA
Ret
AFS
Ret
USW
BEL
MON
Ret
FRA
12º
GBR
10º
ALE
13º
AUT
13º
HOL
ITA
CAN
NQ
USE
11º
2 19º
1979 Scuderia Ferrari
SpA SEFAC
Ferrari 312T3 Ferrari F12 ARG
Ret
BRA
511 (60)
Ferrari 312T4 AFS
USW
ESP
BEL
MON
FRA
GBR
ALE
AUT
HOL
ITA
CAN
USA
Ret
1978 Walter Wolf
Racing
Wolf WR1 Ford Cosworth V8 ARG
10º
BRA
Ret
AFS
Ret
MON
BEL
Ret
24
Wolf WR3 USW
Ret
Wolf WR5 ESP
SUE
Ret
FRA
GBR
Ret
ALE
AUT
Ret
ITA
12º
Wolf WR6 HOL
12º
USE
CAN
1977 Walter Wolf
Racing
Wolf WR1 Ford Cosworth V8 ARG
BRA
Ret
AFS
USW
MON
BEL
Ret
SUE
Ret
GBR
Ret
ITA
Ret
CAN
55
Wolf WR2 ESP
ALE
HOL
EUA
Wolf WR3 FRA
Ret
AUT
Ret
JAP
10º
1976 Elf Team Tyrrell Tyrrell 007 Ford Cosworth V8 BRA
AFS
USW
Ret
ESP
Ret
49
Tyrrell P34 BEL
MON
SUE
FRA
GBR
ALE
AUT
Ret
HOL
ITA
CAN
EUA
JAP
Ret
1975 Elf Team Tyrrell Tyrrell 007 Ford Cosworth V8 ARG
11º
BRA
Ret
AFS
ESP
Ret
MON
BEL
SUE
HOL
16º
FRA
GBR
ALE
Ret
AUT
ITA
EUA
20
1974 Elf Team Tyrrell Tyrrell 006 Ford Cosworth V8 ARG
Ret
BRA
13º
AFS
45
Tyrrell 007 ESP
BEL
MON
SUE
HOL
FRA
GBR
ALE
AUT
Ret
ITA
CAN
Ret
EUA
Ret
1973 Yardley
Team McLaren
McLaren M19C Ford Cosworth V8 AFS
0 NC
McLaren M23 FRA
Ret
GBR
Ret
CAN
Ret
EUA
Ret
1972 Yardley
Team McLaren
McLaren M19A Ford Cosworth V8 EUA
0 NC
  • ↑1 Nos descartes

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Auto Racing Chequered.svg Este artigo sobre um(a) automobilista, integrado ao Projeto Automobilismo, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.