Parque Nacional da Serra da Bocaina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Parque Nacional da Serra da Bocaina
Categoria II da IUCN (Parque Nacional)
Serra da Bocaina.
Localização Rio de Janeiro e São Paulo
 Brasil
Dados
Área 134 000 ha
Criação 4 de fevereiro de 1971[1]
Gestão ICMBio
Sítio oficial PARNA BOCAINA
Coordenadas 23° 2' 30" S 44° 39' 42" O
Parque Nacional da Serra da Bocaina está localizado em: Brasil
Parque Nacional da Serra da Bocaina

O Parque Nacional da Serra da Bocaina localiza-se na divisa entre os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo, na região Sudeste do Brasil. É um segmento da Serra do Mar.

O Parque Nacional da Serra da Bocaina foi criado por Decreto Federal em 1971, compreende uma área aproximada de 134 mil hectares e uma expressiva biodiversidade. A criação do parque teve como objetivo a implantação de um escudo de vegetação nativa, nas escarpas da Serra do Mar como proteção de um eventual acidente nuclear nas usinas de Angra I e II.[2]

A sede do parque fica na cidade de São José do Barreiro, no Estado de São Paulo. É administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).[3]

Entre a fauna do parque destacam-se a onça-pintada, suçuarana, preguiça-de-coleira, sagui-da-serra-escuro, e inúmeras espécies de aves.

Atrações turísticas[editar | editar código-fonte]

Cachoeira Santo Isidro.

O parque oferece uma ampla gama de atrações turísticas naturais, tais como a Cachoeira Santo Isidro, a Cachoeira das Posses e mais no interior do parque, a Cachoeira dos Veados. A entrada do parque marca também o início do trecho final da Trilha do Ouro, com uma extensão de aproximadamente 73 quilômetros, e que termina na praia de Mambucaba, em Angra dos Reis.

O seu ponto mais elevado é o Pico do Tira o Chapéu, que alcança 2 088 metros acima do nível do mar, um dos pontos mais altos do Estado de São Paulo.

Fauna[editar | editar código-fonte]

Andorinhão-do-temporal - observação de aves (Bird watching), uma de muitas atividades que podem ser desfrutadas pelos visitantes do Parque Nacional da Serra da Bocaina.

Cerca de 300 espécies de pássaros foram registrados no parque, aliado à extensão e ao estado de preservação deste, são condicões ideais para a atividade de observação de aves. Dentre as espécies de pássaros mais comuns destacam-se o murucututu-de-barriga-amarela, o andorinhão-do-temporal, a maria preta de bico azulado.[4] [5]

Flora[editar | editar código-fonte]

Estima-se que 60% da vegetação seja composta por mata nativa (mata atlântica), e que o restante seja mata regenerada (secundária) há mais de 30 anos. Entre as espécies da flora destacam-se os araucárias, cedros, embaúbas, palmitos e bromélias.

Na região estão identificados três tipos de formações vegetacionais: floresta ombrófila densa, vegetação dominante; floresta ombrófila mista aonde são destaques o pinheiro-do-paraná (Araucaria angustifólia) e o pinheirinho-bravo (Podocarpus lambertii), e os campos de altitude.[5] [3]

Referências

  1. http://www.icmbio.gov.br/parnaserradabocaina/quem-somos/decretos-de-criacao.html
  2. Parque Nacional da Serra da Bocaina Portal de Cunha. Visitado em 2 de maio de 2014.
  3. a b Parque Nacional da Serra da Bocaina (PNSB) Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. Visitado em 2 de maio de 2014.
  4. Pousada da Terra guia para observação de aves
  5. a b Parque Nacional da Serra da Bocaina WikiAves. Visitado em 2 de maio de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Parque Nacional da Serra da Bocaina
Ícone de esboço Este artigo sobre Unidades de Conservação da Natureza é um esboço relacionado ao Projeto Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.