Berserk (mangá)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outros significados de Berserk, veja Berserk.
Ni hon go2.png Este artigo contém texto em japonês.
Sem suporte multilingual apropriado, você verá interrogações, quadrados ou outros símbolos em vez de kanji ou kana.
Berserk
ベルセルク
(Beruseruku)
Berserk vol01.jpg
Capa do primeiro volume do mangá.
Gênero Ação, Aventura, Drama, Fantasia sombria, Gore, Romance, Tragédia
Mangá
Escrito por Kentaro Miura
Editora(s) Japão Hakusensha
Editora(s)
lusófona(s)
Brasil Panini Comics
Impressão Jets Comics
Revista(s) Monthly Animal House (1989―1992)
Young Animal (1992―presente)
Público-alvo Seinen
Data de publicação 25 de agosto de 1989 – presente
Volumes 38[1] (Lista de capítulos)
Anime
Berserk: Kenpū Denki
(剣風伝奇ベルセルク, Kenpū Denki Beruseruku?)
Direção Naohito Takahashi
Produção Toshio Nakatani
Toshiaki Okuno
Roteiro Yasuhiro Imagawa
Música Susumu Hirasawa
Estúdio OLM
Emissoras de TV Japão Nippon Television
Japão Vap
Exibição original 7 de outubro de 199731 de março de 1998
Nº de episódios 25[2]
Filme
Berserk: The Golden Age Arc I - The Egg of the King
Duração 77 minutos
Direção Toshiyuki Kubooka
Roteiro Ichirō Ōkouchi
Música Shirō Sagisu
Susumu Hirasawa
Estúdio Studio 4°C
Lançamento 4 de fevereiro de 2012
Filme
Berserk: The Golden Age Arc II - The Battle for Doldrey
Duração 98 minutos
Direção Toshiyuki Kubooka
Roteiro Ichirō Ōkouchi
Música Shirō Sagisu
Susumu Hirasawa
Estúdio Studio 4°C
Lançamento 23 de junho de 2012
Filme
Berserk: The Golden Age Arc III - The Advent
Duração 113 minutos
Direção Toshiyuki Kubooka
Roteiro Ichirō Ōkouchi
Música Shirō Sagisu
Susumu Hirasawa
Estúdio Studio 4°C
Lançamento 1 de fevereiro de 2013
Anime
Berserk
(ベルセルク, Beruseruku?)
Direção Shin Itagaki
Produção Liden Films
Roteiro Makoto Fukami
Takashi Yamashita
Música Shirō Sagisu
Estúdio GEMBA
millepensee
Emissoras de TV Japão WOWOW, MBS TBS, CBC, BS-TBS
Exibição original 1 de julho de 2016 – presente
Nº de episódios 12
Jogos eletrônicos

Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Berserk (ベルセルク, Beruseruku?) é uma série de mangá escrita e ilustrada por Kentaro Miura. A história gira em torno do solitário Guts (ガッツ, Gattsu?), um ex-mercenário e agora um espadachim amaldiçoado e forçado a vagar sem descanso para sobreviver e buscar vingança. A história se passa em uma espécie de universo alternativo de fantasia com aspectos de uma Europa medieval. Temas de isolamento, traição, a ilusão do livre-arbítrio, autopreservação, e a questão de se a humanidade é fundamentalmente boa ou má permeiam a história, explorando o melhor e o pior lado da natureza humana. Ambos o mangá e o anime são conhecidos pelo o uso de sua violência gráfica e conteúdo sexual.

Berserk é uma das séries de mangá seinen mais popular da história, contando com um total de 40 milhões de volumes vendidos pelo mundo. O primeiro capítulo do mangá foi lançado em 1989 e foi serializado na agora extinta revista mensal Monthly Animal House, substituída em 1992 pela revista Young Animal, onde Berserk continua a ser serializado atualmente. Os capítulos individuais são compilados em volumes em formato tankōbon e publicados pela editora Hakusensha com impressão da revista Jets Comics. O mangá foi adaptado em uma série de anime que teve um total de 25 episódios, produzido pelo estúdio OLM e transmitido pela Nippon Television, indo ao ar em 7 de outubro de 1997 a 31 de março de 1998. Também foi lançada uma trilogia de filmes; produzidos pelo Studio 4ºC, que adapta apenas a segunda saga do mangá; cujo primeiro filme foi lançado em 2012, com o nome Berserk: The Golden Age Arc. Uma segunda adaptação em anime começou a ser transmitida em 1 de julho de 2016.

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Sagas do mangá[editar | editar código-fonte]

O Espadachim Negro - (Vol. 1 ao 3)[editar | editar código-fonte]

Introdução das aventuras de Guts. Estes capítulos ocorrem no presente da história Pós-Eclipse quando ele se dedicou a viajar sozinho, caçando os demônios monstruosos conhecidos como Apóstolos, guiado pelo seu Estigma do Sacrifício. Mostra como o Guts conheceu o elfo Puck, que salvou sua vida durante a procura de informações sobre um dos apóstolos que participaram na matança do Bando do Falcão. Mostra também a caça de um poderoso Apóstolo conhecido como o Conde, ocasião em que Guts termina reencontrando a Mão de Deus, uma organização sobrenatural formada pelos demônios soberanos que controlam os Apóstolos, no qual Femto pertence, anteriormente conhecido como Griffith.

Era de Ouro - (Vol. 3 ao 14)[editar | editar código-fonte]

É um flashback, que mostra a cruel infância de Guts e a sua vida como um mercenário, viajando e mudando de exército constantemente. Guts acaba se juntando, inicialmente contra a sua vontade, ao um grupo de mercenários chamado de Bando do Falcão, liderado por Griffith, se tornando mais tarde o capitão do Esquadrão de Assalto do bando. Nessa saga, é mostrado os eventos que levaram à sua relação amorosa com Caska, sua separação do bando motivada por aprimorar suas habilidades, a prisão de Griffith e a traição deste a seus companheiros, ao provocar o Eclipse, evento sobrenatural que reúne os demônios mais poderosos do mundo, os Apóstolos, para se banquetearem com o sacrifício à Mão de Deus, culminando no nascimento do novo rei demônio.

O Eclipse culmina na matança dos membros do bando marcados como sacrifício e no estupro de Caska por Femto/Griffith, testemunhado por Guts, apesar de todos os seus esforços para deter tal crueldade. Do Bando do Falcão, apenas Guts e Caska sobreviveram, resgatados pelo Cavaleiro Caveira, e Rickert, fora do evento por pura sorte. Guts e Caska se recuperam na mina do ferreiro Godo, o qual conheceu durante sua viagem de auto-aprimoramento, com a ajuda de Rickert e Erica, filha de Godo. Guts, ao acordar, relembra o que houve no Eclipse e procura Caska. Ao encontrá-la, descobre que ela não o reconhece mais nem lembra de mais ninguém do Bando do Falcão, tendo regredido mentalmente. Furioso com o que houve com eles e seus companheiros, ele jura vingança a todos os demônios e em especial Griffith, e parte para matá-los, um a um.

Convicção - (Vol. 14 ao 21)[editar | editar código-fonte]

É mostrado pela primeira vez Os Cavaleiros da Santa Corrente de Ferro e seu encontro com o "Lago Vermelho", que foi o que sobrou do Eclipse. Depois da saga do "Espadachim Negro" e as situações fatídicas que marcaram esse espaço da série, Guts chega a uma aldeia onde um enxame de elfos semelhantes a Puck atacam as pessoas, raptam as crianças e mantêm aterrorizados o povo da aldeia. Ao descobrir que a líder dos elfos é uma Apóstola chamada Rosine (que também participou do Eclipse em que o Bando do Falcão foi dizimado), Guts viaja para a floresta onde ela vive para mata-la. Depois de uma batalha feroz com o apóstolo, Guts apenas sai gravemente ferido e acaba se encontrando com os Cavaleiros da Santa Corrente de Ferro, uma ordem dos guerreiros religiosos liderados por Farnese fazem que o procuram, porque eles suspeitam que Guts é um ser do mal que é citado em uma antiga profecia. Depois de escapar do grupo, Guts retorna a mina de Godo ao saber que Caska fugiu, assim ele começa a procura-la, o que acaba levando a um confronto com a inquisição e enfrenta um reflexo das consequências dos sacrifícios do Eclipse e do sucesso do planos da "Mão de Deus". Neste saga, Guts conhece também Isidro, um menino que o vê como uma referência para melhorar o seu estilo de combate e que passa a seguir Guts.

Império Milenar do Falcão (Vol. 22 ao 35)[editar | editar código-fonte]

Depois da Cerimônia de Encarnação, Guts "aceita" Farnese e seu companheiro Serpico (que foi o ex-capitão dos Cavaleiros da Santa Corrente de Ferro e seu assistente, respectivamente) e decidem viajar como um grupo para encontrar Elfhelm, a ilha elfos, lugar mágico onde os maus espíritos não podem perturbá-lo e nem a Caska. Guts se reúne também a maga Flora e recebe dela a "Berserker Armor" para iniciar uma viagem perigosa e longa. Em paralelo, é revelado que graças a pseudo eclipse, Griffith foi concedido a uma forma humana no plano humano, e que agora é dedicado a formar um novo bando do Falcão, provocando um confronto com seus antigos inimigos e detratores apóstolos.

Fantasia (Vol. 35 - presente)[editar | editar código-fonte]

Narra os acontecimentos após "A Transformação do Mundo", o estabelecimento de Falconia (o reino há muito tempo esperado por Griffith), e a chegada de Guts e o seu grupo a ilha Elfhelm.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elementos da história[editar | editar código-fonte]

O universo fictício de Berserk é semelhante à Europa em torno dos séculos XIV e XV. No entanto, em termos de tecnologia militar, vários elementos são semelhantes ao período renascentista em meados do século XV e início do século XVI, a moda e o corte de cabelo dos personagens lembra dos séculos XVII e XVIII respectivamente.

O principal local da trama, o reino de Midland, que fica na fronteira com o Império Tudor, onde aconteceu uma guerra entre os países que durou cem anos, é baseado na Guerra dos Cem Anos. No Oriente, existe um grande império chamado de Kushan, assemelhando-se a cultura indiana. Além disso, existem vários reinos menores, condados, repúblicas e cidades-estado.

Embora Berserk, seja uma série de fantasia, a magia em seu mundo é rara. Difundida apenas no Oriente, onde os mágicos obedecem ao imperador Ganishka. No Ocidente, existem apenas algumas bruxas mágicas, em que são caçadas pela Santa Inquisição, porque a magia é proibida pela religião Santa Fé. Esta organização da igreja, é inspirada na Igreja Católica, gestão do Papa do Vaticano.

A economia no universo de Berserk está entre a transição do fim do período feudal para o início de modo de produção capitalista. Um papel importante na política desempenhada pela família Vandimion, aristocratas conhecidos, banqueiros e industriais. Além disso, a julgar pelo nível de navegação, a história está na época do fim da Era dos Descobrimentos.

Personagens principais[editar | editar código-fonte]

Guts (ガッツ, Gattsu?)

O protagonista da série. Ele é um homem alto, musculoso, cabelos pretos e olhos castanhos, e com uma enorme espada chamada de Dragon Slayer. Tem quase dois metros de comprimento.[3]

Na saga "Era de Ouro", era um mercenário comandante da tropa de Assalto da renomada unidade mercenária conhecida como o "Bando do Falcão". Nas outras sagas é conhecido como o "Espadachim Negro", um caçador solitário de demônios, que entrou em uma jornada de vingança contra Griffith após uma terrível traição. Cego do olho direito, com o antebraço esquerdo com uma prótese que tem um aperto magnético, que também esconde um canhão e um estigma no pescoço que atrai demônios e faz com que possa existir simultaneamente em dois mundos.

Griffith (グリフィス, Gurifisu?)

O antagonista da série. Ele foi o fundador e líder da unidade de mercenários conhecido como "Bando do Falcão". O propósito de sua vida é de se tornar o governante de seu próprio país.

Extraordinariamente carismático, inteligente e bonito. Tem incrível habilidade com o sabre, talento em táticas de batalha e coragem e sorte. Ele tem amplo conhecimento em várias ciências, respeita as pessoas que se esforçam para ajudá-lo em conquistar os seus sonhos.[4]

Ele tentou assumir Midland de forma legítima se tornando popular com as pessoas. Prestou serviços para Midland como Lorde Protetor. Porém, alguns nobres armaram uma conspiração contra ele, incluindo a Rainha, que não foi bem sucedida. Após Guts deixar o "Bando do Falcão", passou a noite com a princesa, e foi capturado e trancado em uma prisão, e foi torturado durante um ano. Após sacrificar o "Bando do Falcão", se tornou Femto, o quinto membro da "Mão de Deus".

Caska (キャスカ, Kyaska?)

Ex-mercenária, e ex-comandante de uma das unidades da tropa do "Bando do Falcão".[5]

Uma vez foi salva por Griffith de um nobre estuprador, desde então ela tem se dedicado a seu comandante e pronta para ele em tudo. Primeiro tinha ciúmes de Guts para Griffith, mas depois se apaixona por Guts. Mas depois de Griffith ser preso em um calabouço, ela lidera o "Banda do Falcão" durante um ano todo. Após o Eclipse, o trauma fez com que ela perdesse suas memórias.

Mangá[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lista de capítulos de Berserk

O mangá Berserk é escrito e ilustrado por Kentaro Miura. Miura primeiro estreou Berserk em 1988, com um capítulo one-shot de 48 páginas, nomeado de Berserk Prototype. No mesmo ano Berserk Prototype ganhou um prêmio na revista Comi Manga School, o capítulo independente serviu apenas de inspiração para a série principal e o seu enredo não é considerado cânone, apesar de ser publicado mais tarde como um capítulo omake no final do volume 14 da série principal.[6]

O primeiro capítulo de Berserk foi publicado em 25 de agosto de 1989, sem numeração a princípio, e foi serializado na agora extinta revista mensal Monthly Animal House. E em 26 de novembro de 1990, o primeiro volume do mangá foi publicado pela editora Hakusensha na revista Jets Comics. Depois dos três primeiros volumes do mangá, os capítulos começaram a serem serializados pela revista Young Animal (também da editora Hakusensha) em 1992, e os capítulos subsequentes começaram a serem numerados. A cada seis meses a editora Hakusensha publicava um volume do mangá no Japão (geralmente é compilado entre nove e dez capítulos em um único volume), porém, atualmente a editora lança os volumes anualmente. Desde o final de 2006, a publicação dos capítulos se tornou irregular, sem periodicidade definida, até julho de 2015, que começou a ser publicado mensalmente.[7] A partir de então até dezembro de 2015, a publicação parou de ser publicado mensalmente e voltou a ser publicado irregularmente. Ele voltou a ser publicado mensalmente em junho de 2016.[8] Atualmente foram publicados no Japão um total de 38 volumes em formato tankōbon.[1]

No Brasil, é licenciado e publicado em meio-tanko pela editora Panini desde maio de 2005.[9] Atualmente, é relançado pela Panini desde agosto de 2014, em formato original e revisado.[10]

Mídias[editar | editar código-fonte]

Primeiro anime (1997)[editar | editar código-fonte]

Dirigido por Naohito Takahashi, produzido pelo estúdio OLM e transmitido pela Nippon Television, o anime que é a adaptação para a TV do mangá foi nomeado Berserk: Kenpū Denki (剣 風 伝 奇 ベ ル セ ル ク, Kenpū Denki Beruseruku?), e foi ao ar entre 7 de outubro de 1997 à 31 de março de 1998 tendo um total de 25 episódios. A série adapta as sagas do mangá "Espadachim Negro", e "Era de Ouro".[11] A música-tema de abertura "TELL ME WHY" foi feita pela banda PENPALS, a música-tema de encerramento "Waiting so long" foi feita pela banda Silver Fins, e a música de inserção (utilizada nos segmentos dos "próximos episódios") é "BERSERK -Forces-" de Susumu Hirasawa.

Embora a história do mangá permanece em grande parte intacto, muitas mudanças foram feitas na adaptação, com a modificação ou eliminação de personagens (um exemplo notável é do elfo Puck, que aparece apenas no mangá), alguns eventos e cenas mais violentas e brutais também foram excluídas, porém, todas as mudanças foram feitas com aprovação do criador da série, Kentaro Miura.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Personagem Dublador
Guts Nobutoshi Hayashi[12]
Griffith/Femto Toshiyuki Morikawa[12]
Caska Yuko Miyamura[12]
Rickert Akiko Yajima[12]
Judeau Akira Ishida[12]
Pippin Masuo Amada[12]
Corkus Tomohiro Nishimura[12]
Nosferatu Zodd Kenji Utsumi[12]
Void Unsho Ishizuka[12]
Slan Atsuko Tanaka[12]
Ubik Chafurin[12]
Conrad Toku Nishio[12]

Segundo anime (2016)[editar | editar código-fonte]

Logo do anime.

A revista japonesa Young Animal anunciou em 21 de dezembro de 2015 uma segunda adaptação em uma série de anime do mangá de Berserk, chamado apenas de Berserk (ベルセルク, Beruseruku?), o primeiro teaser do novo anime foi exibido em um evento do Comiket de inverno na estande da NBC Universal no mesmo mês. A nova série usou computação gráfica em vez do estilo de animação tradicional usada na série anterior.[13][14] Um segundo teaser foi lançado em março de 2016.[15][16] Um vídeo teaser foi transmitido no site da série, no início de junho de 2016.[17]

O autor original do mangá Kentaro Miura foi o supervisor executivo do anime.[18] A série foi dirigida por Shin Itagaki e escrita por Makoto Fukami e Takashi Yamashita. O design dos personagens foram feitos por Hisashi Abe. O estúdio de animação Liden Films produziu a série com a colaboração dos estúdios GEMBA e Millepensee.[19][20] Shirō Sagisu retornou da trilogia de filmes para compor a trilha sonora da série, enquanto Susumu Hirasawa, que compôs a trilha sonora da primeira série e a trilogia de filmes, voltou para produzir a música de inserção da série, chamada de "Hai yo" (灰よ, lit. "Oh Cinzas"?).[15][19] A música tema de abertura do anime "Inferno" teve a performance da banda 9mm Parabellum Bullet,[15] enquanto a música tema de encerramento, Meimoku no Kanata (瞑目の彼方?), teve a performance da cantora Nagi Yanagi.[21]

A série terá um total de 12 episódios exibidos[22] e estreou primeiro na rede de televisão paga WOWOW em 1 de julho de 2016,[23] e depois foi exibida no bloco Animeism da MBS,[23], e também está sendo transmitida na TBS, CBC, e BS-TBS.[24] O elenco principal da trilogia de filmes reprisou os seus papéis no anime, enquanto o dublador Unshō Ishizuka, reprisou seu papel tanto como o Void e o narrador do anime original.[20] No Brasil, a série está sendo transmitida simultaneamente na Crunchyroll.[25][26]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Personagem Dublador
Guts Hiroaki Iwanaga[19]
Puck Kaoru Mizuhara[19]
Farnese Yōko Hikasa[19]
Serpico Kazuyuki Okitsu[19]
Isidro Hiro Shimono[19]
Azan Hiroki Yasumoto[19]
Caska Toa Yukinari[19]
Griffith/Femto Takahiro Sakurai[19]
Skull Knight Akio Ohtsuka[19]
Void/Narrador Unsho Ishizuka[19]
Luca Miyuki Sawashiro[17]
Nina Natsumi Takamori[27]
Jerome Daisuke Hirakawa[27]
Erica Ayana Taketatsu[27]
Rickert Minako Kotobuki[27]
Godo Takashi Inagaki[27]
Silat Yuichi Nakamura[27]
Tapasa Kōji Ishii[27]
Mozgus Rikiya Koyama[27]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Susumu Hirasawa participou das trilhas sonoras de todas as adaptações do mangá, usando uma seleção eclética de instrumentos. Ele recebeu a oferta de compor a música para a série porque Miura era fã dos trabalhos dele e os ouvia enquanto trabalhava em Berserk. Isso também fez com que Miura quase nunca pedisse que Hirasawa lhe fizesse uma composição específica. Hirasawa disse que Berserk não passa a sensação de ser uma história em que haja autocontrole e que compor para essa série é como a sensação de perder um pouco de seu próprio autocontrole, o que o levou a compor num estilo mais "Berserk".[28]

Na época da produção do primeiro anime, Hirasawa foi contratado pela Nippon Columbia, enquanto a VAP foi membro do comitê de produção que tem os direitos de áudio e liberação de vídeo, o que levou a divergências; a música-tema de abertura e encerramento foram criadas por bandas contratadas pela VAP. A trilha sonora foi lançada pela VAP, que foi promovida pela obi que promoveu apenas as bandas da VAP, enquanto a Nippon Columbia queria que o nome do Hirasawa aparecesse no encarte de álbum como cortesia. O tema de Hirasawa para a série foi lançada como single cinco dias depois da trilha sonora feita pela Nippon Columbia, sem menção da VAP na embalagem. Todas as músicas da série foram compostas e escritas por Susumu Hirasawa, exceto "Murder" por Hirasawa, Sacol Trakranprasirt e Supat Kuntatun; "TELL ME WHY" por Hayashi Munemasa, Seiya & Kinya Kamijō; "Waiting so long" por Hitomi Takenaka e Mitsuhiro Asakura. Hirasawa reciclou algumas músicas de seus trabalhos anteriores: "Take the Wheel" (do álbum Aurora) foi reescrita e regravada, enquanto "Kun Mae #3" (do álbum Kun Mae in a Calculation) só foi renomeada, as outras músicas foram escritas numa linguagem que Hirasawa criou ao juntar elementos de tailandês, alemão e latin,[29] A trilha sonora do anime também apresentou "Madre Assente", música de Ennio Morricone da trilha sonora do filme The Blue-Eyed Bandit, que foi usada na cena do funeral da Rainha.

Na trilogia de filmes a trilha sonora foi composta e arranjada por Shiro Sagisu, com a música-tema composta e arranjada por Susumu Hirasawa. A canção inserção de todos os filmes, "Aria", foi cantada por Hirasawa, uma performance ao vivo (do álbum Phonon 2555 Vision) está incluído no home video lançado no segundo filme, outra versão ao vivo está no DVD do álbum Nomonos and Imium; a música-tema de encerramento do primeiro filme, "Utsukushii Mono" (ウツクシキモノ?) foi cantada pela cantora AI em R&B (em um estilo épico de balada incaracterístico) e composta por Rykeyz e Redd Styiez, a música-tema de encerramento do terceiro filme "breakthrough", teve performance de CHEMISTRY, escrita por Kaname Kawabata, Hidenori Tanaka e UTA e arranjado por Sagisu, Miho Hazama e CHOKKAKU. Um programa especial, narrado por Akio Ōtsuka (dublador de Skull Knight), que resumiu os acontecimentos dos dois primeiros filmes, usou a música de Hirasawa "Kanmō Shushi no Taigun" (冠毛種子の大群?) (do álbum The Secret of The Flowers of Phenomenon) como música-tema final.

Filmes[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2010, uma jacket band envolvente sobre o volume 35 do mangá de Berserk anunciou um novo projeto de anime,[30] que mais tarde revelou ser uma trilogia de filmes, que adaptou apenas o segunda saga do mangá.[31] Os dois primeiros filmes, foram, Berserk: The Golden Age Arc I - The Egg of the King (ベルセルク 黄金時代篇I 覇王の卵, Beruseruku Ōgon Jidai-hen Wan Haō no Tamago?), lançado no Japão em 4 de fevereiro de 2012. Berserk: The Golden Age Arc II - The Battle for Doldrey (ベルセルク 黄金時代篇II ドルドレイ攻略, Beruseruku Ōgon Jidai-hen Tsū Dorudorei Koryaku?), lançado em 23 de junho de 2012, e Berserk: The Golden Age Arc III - The Advent (ベルセルク 黄金時代篇III 降臨, Beruseruku Ōgon Jidai-hen Surī Kōrin?) foi o terceiro e último filme que foi lançado em 1 de fevereiro de 2013, as suas versões em DVD e Blu-ray foram lançadas em maio, dezembro de 2012 e junho de 2013 respectivamente. Os filmes foram produzidos pelo Studio 4 °C e foram feitos de computação gráfica e captura de movimentos pelo diretor do filme Toshiyuki Kubooka, e distribuídos pela Warner Bros..[32][33][34][35][36]

O elenco original de dublagem do anime original foi trocado nos filmes, apresentando Hiroaki Iwanaga como Guts (substituindo Nobutoshi Canna), Takahiro Sakurai como Griffith (substituindo Toshiyuki Morikawa), e Toa Yukinari como Caska (que substituiu Yuko Miyamura).[37][38]

Videogames[editar | editar código-fonte]

Dois jogos de videogames baseados no mangá de Berserk foram desenvolvidos pela Yuke's. O primeiro The Sword of Berserk: Guts' Rage (ベルセルク 千年帝国の鷹篇 喪失花の章, Beruseruku Sennen Teikoku No Taka Hen Wasurebana no Shō?), foi lançado para Dreamcast pela ASCII Entertainment em 1999.[39] Ele foi distribuído em regiões ocidentais no início do ano seguinte pela Eidos Interactive.[40] Já o jogo Berserk: Millennium Falcon Hen Seima Senki no Shō (ベルセルク 千年帝国の鷹篇 聖魔戦記の章, Beruseruku Sennen Teikoku No Taka Hen Seima Senki no Shō?) foi lançado exclusivamente no Japão para Playstation 2 pela Sammy Studios em 2004.[41] Um novo videojogo do mesmo gênero da série Dynasty Warriors de Berserk produzido pela Omega Force, nomeado de Berserk Warriors (ベルセルク無双, Berserk Musou?), foi anunciado em junho de 2016 e será lançado no Japão em 21 de setembro no mesmo ano para PlayStation 3, PlayStation 4, PlayStation Vita e PC via Steam.[42][43]

Artbooks[editar | editar código-fonte]

Seis artbooks de Berserk foram lançados. O primeiro artbook BERSERK Illustrations File mostra vários esboços e rascunhos do mangaká Kentaro Miura.[44] O segundo artbook BERSERK Complete Dissection consiste principalmente nas artes do primeiro anime. Inclui também imagens de personagens e uma entrevista com Naohito Takahashi (diretor da adaptação do mangá para a TV).[44] O terceiro artbook BERSERK Visual & Story File consiste nas artes do videojogo The Sword of Berserk: Guts' Rage. Inclui imagens dos inimigos e dos personagens principais do jogo, e uma entrevista com Kentaro Miura, que escreveu o roteiro do videojogo. O artbook é totalmente em preto e branco.[44] O quarto artbook BERSERK Warcry: Postcard Collection é um artbook cartão postal. Contém imagens coloridas principalmente de Guts e Puck viajando ao redor de Midland, mas também contém várias outras imagens coloridas. Estas imagens são exclusivas do Warcry e não podem ser encontradas em qualquer outro lugar.[44] Foram lançados também dois artbooks contendo os esboços dos personagens e cenários dos filmes também foram lançados, nomeados de BERSERK Illustration ART BOOK Character Part e BERSERK Illustration ART BOOK Fine Arts Part (Bijutsu-hen).[45][46]

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

Exemplo de um produto de Berserk produzido por Art of War.

Berserk também tem estimulado uma variedade de produtos diferentes, como isqueiros, chaveiros, camisetas, capas personalizadas de celular e etc. Estátuas e figuras de ação são produzidos por Art of War. Um jogo de cartas Berserk foi lançado pela Konami no Japão.[47] Uma figura de Guts foi lançado pela Max Factory, em sua linha de figma em janeiro de 2012.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2015 foi revelado que, o mangá já tinha vendido 27 milhões de volumes no Japão e 8 milhões no exterior.[48] Em 2007, o mangá ficou em vigésimo quinto lugar entre os cinquenta melhores mangás de todos os tempos segundo o Ministério da Cultura do Japão,[49] no mesmo ano ele recebeu o prêmio de melhor mangá seinen no Japan Expo.[50] A partir de janeiro de 2016, foi reportado que 40 milhões de volumes do mangá foram vendidos pelo mundo.[51] A série principal ganhou o Prêmio de Excelência na sexta edição do Prêmio Cultural Osamu Tezuka em 2002.[52]

O primeiro anime de Berserk recebeu uma reposta favorável da crítica que elogiou sua narrativa de fantasia sombria e a trilha sonora, enquanto a animação teve ressalvas nos elogios pela sua limitação. Zac Bertschy do Anime News Network elogiou a série, dando-lhe uma pontuação A afirmando: "se você tem um único osso em seu corpo que está interessado em fantasia sombria, não pode perder Berserk. É o melhor exemplo de seu gênero disponível no mercado de hoje e é baseado em um mangá que quase supera todos os outros em termos de qualidade e popularidade. A série de TV foi um sucesso retumbante e continua a ser encantador, divertido e verdadeiramente aterrorizante até hoje. Assista a está série".[53]

A estreia do primeiro episódio do segundo anime de Berserk recebeu em sua maioria críticas positivas dos críticos ocidentais. O crítico Maghan Sullivan do IGN deu ao episódio um pontuação de 8.5 em uma escala de 10, no mesmo review Sullivan também elogiou a direção dos episódios.[54]

A escritora Cecilia D' Anastasio aplaudiu o episódio de abertura, em um comentário publicado pelo Kotaku, indo tão longe a ponto de afirmar que "já supera o anime original." Embora, tenha observado a péssima qualidade da animação da série, D' Anastasio concluiu, "Berserk não é para os fracos de coração. Mas "O Marcado Espadachim" provou-me que os diretores de combates pesados do anime ​estão fazendo mais um esforço para embelezar e civilizar o gênero, fazendo justiça ao mangá que apresenta estilo e engenhosidade."[55]

Referências

  1. a b «Berserk (manga)» (em inglês). Anime News Network. 
  2. «Berserk (TV) [Episode titles]» (em inglês). Anime News Network. 
  3. «Guts "The Black Swordsman, Kuroi Kenshi, Hundred Man Slayer, Heartless Swordsman, Struggler"» (em inglês). Anime News Network. 
  4. «Griffith "The White Hawk, The Hawk of Light, Femto"» (em inglês). Anime News Network. 
  5. «Casca "Ellen"» (em inglês). Anime News Network. 
  6. «Berserk Biography» (em inglês). 
  7. «The Berserk Encyclopedia». skullknight.net (em inglês). Consultado em 2016-07-18. 
  8. «Berserk Manga Returns on June 24 As Monthly Series» (em inglês). Anime News Network. 9 de junho de 2016. Consultado em 9 de junho de 2016. 
  9. «Berserk - 1ª Série/Panini». Guia dos Quadrinhos. Consultado em 1 de janeiro de 2016. 
  10. «Berserk - 2ª Série/Panini». Guia dos Quadrinhos. Consultado em 1 de janeiro de 2016. 
  11. Clements, Jonathan; McCarthy, Helen. The Anime Encyclopedia: A Century of Japanese Animation (em inglês) 3ª ed. Stone Bridge Press [S.l.] ISBN 978-1611720181. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  12. a b c d e f g h i j k l «Berserk Characters» (em inglês). MyAnimeList. 
  13. «Berserk Gets New Anime Project Featuring Guts as 'Black Swordsman'» (em inglês). Anime News Network. 21 de dezembro de 2015. Consultado em 22 de Dezembro de 2015. 
  14. «New Berserk Anime's 1st Video Teases 2016 Date» (em inglês). Anime News Network. 29 de dezembro de 2015. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  15. a b c «New Berserk Anime's Promo Features Susumu Hirasawa's Insert Song» (em inglês). Anime News Network. 26 de março de 2016. Consultado em 29 de abril de 2016. 
  16. Green, Scott (26 de março de 2016). «Haunting "Berserk" 2016 TV Anime Teaser Accompanied By Theme Song News» (em inglês). Crunchyroll. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  17. a b «Berserk TV Anime's Teaser Video Previews 9mm Parabellum Bullet's Theme Song» (em inglês). Anime News Network. 10 de junho de 2016. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  18. «Berserk TV Anime's New Key Visual Revealed» (em inglês). Anime News Network. 25 de março de 2016. Consultado em 1 de maio de 2016. 
  19. a b c d e f g h i j k l «New Berserk TV Anime's Cast, Staff, July Premiere Unveiled» (em inglês). Anime News Network. 22 de março de 2016. Consultado em 29 de março de 2016. 
  20. a b «Staff and Cast Listed For Summer "Berserk" TV Anime». Crunchyroll (em inglês). 22 de março de 2016. Consultado em 29 de março de 2016. 
  21. «Nagi Yanagi Performs Berserk TV Anime's Ending Theme Song» (em inglês). Anime News Network. 6 de junho de 2016. Consultado em 8 de junho de 2016. 
  22. «2016 Berserk Anime Listed at 12 Episodes» (em inglês). Anime News Network. 11 de agosto de 2016. Consultado em 11 de agosto de 2016. 
  23. a b «New Berserk Anime is TV Series That Premieres in July» (em inglês). Anime News Network. 4 de fevereiro de 2016. Consultado em 29 de abril de 2016. 
  24. «New Berserk TV Anime's July 1 Premiere, Character Visuals Revealed» (em inglês). Anime News Network. 26 de maio de 2016. Consultado em 27 de maio de 2016. 
  25. «Crunchyroll Rollout Temporada Verão 2016: Berserk, Mob Psycho 100, Orange e muito mais!». Crunchyroll. 22 de junho de 2016. Consultado em 22 de junho de 2016. 
  26. «Novo título de Verão 2016: Berserk». Crunchyroll. 27 de junho de 2016. Consultado em 27 de junho de 2016. 
  27. a b c d e f g h Green, Scott (10 de junho de 2016). «Bloody, Shirtless Guts, Scourging And More Featured In Latest "Berserk" Anime Preview» (em inglês). Crunchyroll. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  28. «Susumu Hirasawa - "Aria" Interview» (em inglês). Hirasawa Lyrics. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  29. «サイン / Sain / Sign» (em inglês). Hirasawa Lyrics. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  30. «New Berserk Anime Project Launching (Updated)» (em inglês). Anime News Network. 27 de setembro de 2010. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  31. «Berserk's Golden Age Arc to Be Made Into 3 Anime Films» (em inglês). Anime News Network. 12 de julho de 2011. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  32. «1st Berserk Anime Film's Title Revealed» (em inglês). Anime News Network. 7 de julho de 2012. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  33. «Berserk Anime's 2nd, 3rd Films to Open in 2012» (em inglês). Anime News Network. 21 de novembro de 2011. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  34. «Blu-ray & DVD de Berserk Ogon Jidai Hen I, datés» (em francês). Adala News. 
  35. «Berserk Ogon Jidai-Hen II : Doldrey Koryaku, en Trailer» (em francês). Adala News. 
  36. «Le Bluray du film animation Berserk Ogon Jidai Hen III: Kourin, daté au Japon» (em francês). Adala News. 
  37. «Berserk Film Slated for Next January» (em inglês). Anime News Network. 5 de julho de 2011. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  38. «2012 Berserk Film Trilogy's Main Cast, Staff Listed» (em inglês). Anime News Network. 24 de agosto de 2011. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  39. Colin Williamson (21 de dezembro de 1999). «Berserk (Import)» (em inglês). IGN. Consultado em 1 de dezembro de 2015. 
  40. Matt White (18 de janeiro de 2000). «Berserk Gets a US Release Date» (em inglês). IGN. Consultado em 1 de dezembro de 2015. 
  41. IGN staff (12 de outubro de 2004). «Now Playing in Japan» (em inglês). IGN. Consultado em 1 de dezembro de 2015. 
  42. Penilhas, Bruna (13 de junho de 2016). «KOEI TECMO ANUNCIA GAME DE BERSERK». IGN. Consultado em 14 de junho de 2016. 
  43. Penilhas, Bruna (20 de junho de 2016). «CONFIRA AS PRIMEIRAS IMAGENS DO NOVO GAME DE BERSERK». IGN. Consultado em 21 de junho de 2016. 
  44. a b c d «BERSERK Enc: Merchandise / Artbooks» (em inglês). http://skullknight.net/.  Ligação externa em |publicado= (Ajuda)
  45. «Anime MOvie -BERSERK Illustration ART BOOK Character Part [Japanese Edition]» (em inglês). Amazon. 
  46. «Anime Movie -BERSERK Illustration ART BOOK Fine Arts Part (Bijutsu-hen) [Japanese Edition]» (em inglês). Amazon. 
  47. «Berserk Trading Card Game» (em inglês). BoardGameGeek. Consultado em 1 de dezembro de 2015. 
  48. «Berserk Manga Has 27 Million Copies in Print in Japan, 8 Million Overseas». Anime News Network (em inglês). 24 de julho de 2015. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  49. «The Top 50 Manga Series» (em inglês). Japan Probe. 8 de junho de 2007. Consultado em 18 de julho de 2016. 
  50. Clément, Thomas (6 de outubro de 2007). «Japan Expo Awards 2007 : La liste des gagnants» (em francês). Bande Dessinée. Consultado em 29 de junho de 2016. 
  51. «TVアニメ「ベルセルク」7月スタート発表 WOWOW先行、MBS“アニメイズム”で放送 | アニメ!アニメ!» (em japonês). アニメ!アニメ!. 4 de fevereiro de 2016. Consultado em 5 de fevereiro de 2016. 
  52. «ja:第6回 マンガ優秀賞 三浦建太郎 『ベルセルク』» (em japonês). Asahi Shimbun. Consultado em 9 de novembro de 2015. 
  53. Bertschy, Zac (6 de abril de 2003). «Review - Berserk DVD 5: Requited Desires» (em inglês). Anime News Network. Consultado em 19 de julho de 2016. 
  54. Sullivan, Meghan (1 de julho de 2016). «BERSERK EPISODE 1 - "THE BRANDED SWORDSMAN" REVIEWBERSERK EPISODE 1 - "THE BRANDED SWORDSMAN" REVIEW» (em inglês). IGN. Consultado em 19 de julho de 2016. 
  55. D'Anastasio, Cecilia (1 de julho de 2016). «The New Berserk Anime Already Outshines The '90s Original» (em inglês). Kotaku. Consultado em 19 de julho de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Berserk (mangá)