Discografia de Christina Aguilera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Discografia de Christina Aguilera
Aguilera cantando "Understand" durante o primeiro ato da Back to Basics Tour, em 2007.
Álbuns de estúdio 8
Álbuns de compilação 2
Álbuns de vídeo 5
Extended plays (EP) 1
Singles 39
Vídeos musicais 38
Bandas sonoras 1
Singles promocionais 18

A discografia de Christina Aguilera, cantora e compositora americana, consiste em oito álbuns de estúdio, duas compilações, uma trilha sonora, um extended play, trinta e nove singles (incluindo doze como artista convidada) e dezoito singles promocionais.[1] A videografia relacionada da artista é formada por cinco álbuns de vídeo e trinta e oito videoclipes (incluindo oito como artista convidada).[2][3] Interpreta fundamentalmente pop, apesar de misturá-lo a diversos estilos musicais diferentes, como dance, R&B, jazz, blues, soul e hip hop.[4][5] Em 1998, a vocalista foi selecionada pela Walt Disney Pictures para gravar a canção "Reflection" para a animação Mulan.[6][7] Devido à gravação da música, a intérprete assinou um contrato com a gravadora RCA[6][7] e lançou o seu álbum de estreia homônimo em 24 de agosto de 1999. O disco chegou ao topo da Billboard 200[8][9] e vendeu mais de nove milhões de cópias nos Estados Unidos, tornando-se o 157º mais comercializado na história da música americana.[10] As faixas de promoção "Genie in a Bottle", "What a Girl Wants" e "Come on Over Baby (All I Want Is You)" alcançaram o cume da Billboard Hot 100 durante 1999 e 2000, ao passo que "I Turn to You" atingiu a terceira posição.[11][12] A obra está na 127ª colocação na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.[13] Seguiram-se o seu primeiro material de estúdio em espanhol, Mi reflejo,[14] e o seu primeiro projeto natalino, My Kind of Christmas, ambos em 2000.

Em 2001, a artista contribuiu para a trilha sonora do filme Moulin Rouge! com "Lady Marmalade", que liderou a parada americana.[15][16] O seu quarto disco de originais, Stripped, foi introduzido em 25 de outubro de 2002 e debutou no segundo lugar no país de origem da cantora.[17] "Dirrty", "Beautiful", "Fighter", "Can't Hold Us Down" e "The Voice Within" serviram como divulgação ao trabalho, que acabou por vender cerca de 13 milhões de exemplares mundialmente,[18] dos quais 1.900.000 foram no Reino Unido,[19] onde encontra-se entre os 80 mais vendidos de sempre.[20] Back to Basics foi editado como quinto álbum de estúdio da vocalista em agosto de 2006, inspirado pelo jazz, blues e soul das décadas de 20, 30 e 40.[21] A obra foi recebida positivamente pelos críticos,[22] estreou no topo da Billboard 200[23] e teve aproximadamente 4.5 milhões de unidades comercializadas em âmbito global.[24][25] "Ain't No Other Man", "Hurt", "Candyman", "Slow Down Baby" e "Oh Mother" foram os focos de promoção, sendo que o primeiro ficou entre as dez primeiras posições da Billboard Hot 100.[23] Em 2008, a intérprete lançou a sua primeira compilação de maiores sucessos, que vendeu 530 mil cópias em território americano[26] e contou apenas com "Keeps Gettin' Better" para promover o material. Bionic, o seu sexto projeto de estúdio, foi lançado em 2010[27] e incorporou aspectos de electropop e synthpop. Com fraca recepção por parte da crítica[28][29] e do público,[30] os singles "Not Myself Tonight", "Woohoo" e "You Lost Me" causaram pouco impacto nas tabelas musicais.

No mesmo ano, a artista fez a sua estreia no cinema com Burlesque e participou da trilha sonora acompanhante, que foi mais bem sucedida que Bionic em termos comerciais. Em 2011, a cantora colaborou com a banda Maroon 5 em "Moves like Jagger", que ascendeu ao número um na parada americana[31][32] e entrou para a lista de singles com mais downloads pagos no mundo, com mais de 14.4 milhões de exemplares comercializados.[33] No ano posterior, Lotus foi introduzido como sétimo trabalho de estúdio da vocalista. "Your Body" e "Just a Fool" foram as músicas escolhidas para divulgar a obra com pior desempenho comercial da intérprete. Aguilera vendeu mais de 50 milhões de álbuns, fazendo dela uma recordista de vendas no mundo.[34][35][36][37][38][39] Ela é a 175ª artista que mais vendeu discos nos Estados Unidos com 14 milhões de unidades certificadas pela RIAA,[40] com esse número subindo para 17.9 milhões pela Nielsen SoundScan.[26] No Reino Unido, a cantora vendeu mais de 3.3 milhões de álbuns e 6.100.000 singles.[19] A vocalista ganhou cinco prêmios Grammy[41] e um Latin Grammy,[42] e ficou na 58ª colocação na lista da Rolling Stone dos 100 maiores cantores de todos os tempos, sendo a mais jovem da lista e a única com menos de 30 anos.[43][44][45] Na lista da Billboard de artistas da década de 2000, ficou na vigésima posição.[46]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Detalhes Melhores posições atingidas[47] Vendas Certificações
ALE
[48]
AUS
[49]
AUT
[50]
CAN
[51][52]
EUA
[51][53]
EUR
[54]
FRA
[55]
IRL
[56]
NZ
[57]
PB
[58]
RU
[59]
SUI
[60]
Christina Aguilera 13 21 15 1 1 44 43 5 21 14 5
Mi reflejo 27 54
My Kind of Christmas
  • Lançamento: 24 de outubro de 2000
  • Gravadora: RCA
  • Formatos: CD, cassete
28
Stripped 6 7 10 3 2 3 49 2 5 3 2 9
Back to Basics
  • Lançamento: 11 de agosto de 2006
  • Gravadora: RCA
  • Formatos: CD, download digital, vinil
1 1 1 1 1 1 10 1 2 1 1 1
Bionic
  • Lançamento: 4 de junho de 2010
  • Gravadora: RCA
  • Formatos: CD, download digital
6 3 3 3 3 1 23 4 6 6 1 2
  • AUS: OuroErro de citação: Elemento de fecho </ref> em falta para o elemento <ref>

Lotus 13 19 13 7 7 50 29 29 12 28 10
Liberation 11 9 9 5 6 47 28 23 11 17 3
"—" indica uma obra que não entrou na tabela musical correspondente.

Álbuns de compilação[editar | editar código-fonte]

Detalhes Melhores posições atingidas[47] Vendas Certificações
ALE
[48]
AUS
[49]
AUT
[50]
CAN
[51][52]
EUA
[51][53]
EUR
[54]
FRA
[55]
IRL
[56]
NZ
[57]
PB
[58]
RU
[59]
SUI
[60]
Just Be Free 71
Keeps Gettin' Better: A Decade of Hits 20 8 10 12 9 12 7 9 15 28 10 14
"—" indica uma obra que não entrou na tabela musical correspondente.

Trilhas sonoras[editar | editar código-fonte]

Detalhes Melhores posições atingidas[47] Vendas Certificações
ALE
[48]
AUS
[49]
AUT
[50]
CAN
[51][52]
EUA
[51][53]
FRA
[55]
NZ
[57]
PB
[58]
RU
[59]
SUI
[60]
Burlesque
(com Cher)
12 2 5 16 18 108 5 78 27 8

Extended plays (EP)[editar | editar código-fonte]

Detalhes
Justin & Christina
(com Justin Timberlake)

Singles[editar | editar código-fonte]

Como artista principal[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Melhores posições atingidas[47] Certificações Álbum
ALE
[104]
AUS
[49]
AUT
[50]
CAN
[51][105]
EUA
[51][106]
FRA
[55]
IRL
[56]
NZ
[57]
PB
[58]
RU
[59]
SUI
[60]
1998 "Reflection" Mulan
1999 "Genie in a Bottle" 2 2 1 1 1 3 2 2 3 1 2 Christina Aguilera
"What a Girl Wants" 18 5 22 5 1 11 7 1 14 3 17
2000 "I Turn to You" 65 40 10 3 17 11 50 19 30
"Come on Over Baby (All I Want Is You)" 27 9 35 14 1 33 9 2 9 8 21
2001 "Lady Marmalade"
(com P!nk, Lil' Kim & Mýa)
1 1 3 17 1 2 1 1 2 1 1 Moulin Rouge!
2002 "Dirrty"
(com Redman)
4 4 5 5 48 98 1 20 2 1 3 Stripped
"Beautiful" 4 1 5 1 2 27 1 1 4 1 7
2003 "Fighter" 13 5 12 3 20 4 14 8 3 11
"Can't Hold Us Down"
(com Lil' Kim)
9 5 13 20 12 27 5 2 14 6 11
"The Voice Within" 13 8 7 10 33 4 16 8 9 3
2004 "Car Wash"
(com Missy Elliott)
6 2 11 63 5 2 3 4 5 Shark Tale
2006 "Ain't No Other Man" 5 6 7 4 6 26 3 5 11 2 5 Back to Basics
"Hurt" 2 9 2 28 19 3 6 2 11 1
2007 "Candyman" 11 2 14 9 25 12 2 13 17 11
"Slow Down Baby" 21
"Oh Mother" 18 23 54 79
2008 "Keeps Gettin' Better" 14 26 15 4 7 14 36 14 21 Keeps Gettin' Better: A Decade of Hits
2010 "Not Myself Tonight" 24 22 26 11 23 32 32 12 42 Bionic
"Woohoo"
(com Nicki Minaj)
46 79 148
"You Lost Me" [n 2] 79 153
2012 "Your Body" 29 19 10 34 84 46 33 65 16 22 Lotus
"Just a Fool"
(com Blake Shelton)
37 71
2013 "We Remain" The Hunger Games: Catching Fire
2016 "Change" [n 3] 121 173 Obra sem álbum
2018 "Accelerate"
(com Ty Dolla $ign & 2 Chainz)
[n 4] 157 Liberation
"Fall in Line"
(com Demi Lovato)
97 [n 5] 130 99 86
"—" indica uma obra que não entrou na tabela musical correspondente.

Como artista participante[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Melhores posições atingidas[47] Certificações Álbum
ALE
[134]
AUS
[49]
AUT
[50]
CAN
[135]
ESP
[136]
EUA
[137]
FRA
[55]
IRL
[56]
NZ
[57]
PB
[58]
RU
[59]
SUI
[60]
1997 "All I Wanna Do"
(com Keizo Nakanishi)
Spinning
2001 "Nobody Wants to Be Lonely"
(com Ricky Martin)
5 8 13 6 2 13 28 12 1 4 4 2 Sound Loaded
"What's Going On?"
(com Artists Against AIDS Worldwide)[139]
35 38 51 27 55 8 18 26 6 16 What's Going On?
"El Ultimo Adios (The Last Goodbye)"
(com Latin Stars Tribute)
El Ultimo Adios (The Last Goodbye)
2004 "Tilt Ya Head Back"
(com Nelly)
27 5 42 58 12 4 16 5 16 Sweat
2006 "Somos Novios (It's Impossible)"
(com Andrea Bocelli)
Amore
"Tell Me"
(com Diddy)
5 13 19 47 8 26 8 7 Press Play
2011 "Moves like Jagger"
(com Maroon 5)
2 2 1 1 3 1 3 1 1 2 2 5 Hands All Over
2013 "Feel This Moment"
(com Pitbull)
9 6 2 4 1 8 23 13 5 11 5 7 Global Warning
"Hoy tengo ganas de ti"
(com Alejandro Fernández)
4 Confidencias
"Say Something"
(com A Great Big World)
36 1 4 1 24 4 29 6 2 6 4 20 Is There Anybody Out There?
2014 "Do What U Want (Remix)"
(com Lady Gaga)
Obra sem álbum
"—" indica uma obra que não entrou na tabela musical correspondente.

Singles promocionais[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Melhores posições atingidas[47] Álbum
CAN
[51][105]
ESP
[136]
EUA
[51][106]
EUA Country
[155]
EUA Dance
[156]
FRA
[55]
RU
[59]
2000 "Just Be Free"[157] Just Be Free
"The Christmas Song" 22 18 My Kind of Christmas
"Christmas Time"
"Ven Conmigo (Solamente Tú)" 8 Mi reflejo
"Pero me acuerdo de ti" 3
2001 "Falsas esperanzas" 15
2003 "Infatuation"[158] Stripped
2004 "Hello (Follow Your Own Star)" Obra sem álbum
2006 "Here to Stay"[159] Back to Basics
2008 "Dynamite" Keeps Gettin' Better: A Decade of Hits
"Genie 2.0"[160] 161
"You Are What You Are (Beautiful)"[161]
2010 "I Hate Boys" Bionic
2015 "The Real Thing"[162][163] Obra sem álbum
"Shotgun"[162][164] [n 6] 28
2016 "Telepathy"
(com Nile Rodgers)
1 120 The Get Down
2018 "Twice"[165] 169 Liberation
"Like I Do"[166]
(com GoldLink)
"—" indica uma obra que não entrou na tabela musical correspondente.

Outras canções[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Melhores posições atingidas[47] Álbum
ALE
[104]
AUS
[49]
CAN
[51][105]
DIN
[167]
EUA
[51][106]
EUA Dance
[156]
EUA Digital
[168]
NZ
[57]
RU
[59]
SUE
[169]
SUI
[60]
2008 "Walk Away" 35 Stripped
2010 "Lift Me Up" (ao vivo) [n 7] 183 Hope for Haiti Now
"Bionic" 66 40 Bionic
"Express" 58 [n 8] 75 54 Burlesque
"Show Me How You Burlesque" 89 29 92 70 42 8 26
2011 "Castle Walls"
(com T.I.)
99 [n 9] 70 51 No Mercy
"Beautiful" (ao vivo no The Voice)
(com Beverly McClellan)
86 74 52 Obra sem álbum
2012 "The Prayer" (ao vivo no The Voice)
(com Chris Mann)
75 85 34
"Baby, It's Cold Outside"
(com Cee Lo Green)
92 Cee Lo's Magic Moment
2013 "Let There Be Love" 1 Lotus
"—" indica uma obra que não entrou na tabela musical correspondente.

Outras aparições[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Álbum
1999 "We're a Miracle"[171] Pokémon: The First Movie
2000 "Silent Night / Noche de Paz"[172] Platinum Christmas
2003 "Like a Virgin / Hollywood Medley" (com Madonna, Britney Spears & Missy Elliott)[173] Remixed & Revisited
2005 "A Song for You" (com Herbie Hancock)[174] Possibilities
"Beautiful (Peter Rauhofer Remix)"[175] Superstars: #1 Hits Remixed
2007 "Mother" (com Bigelf)[176] Instant Karma: The Amnesty International Campaign to Save Darfur
2008 "Live with Me" (com The Rolling Stones)[177] Shine a Light
"Falling in Love Again (Can't Help It)"[178] The Spirit
2010 "Glam"[179] Ti Ti Ti Internacional - Volume 1
2012 "Casa de Mi Padre"[180] Casa de Mi Padre: Original Motion Picture Soundtrack
"Steppin' Out with My Baby" (com Tony Bennett)[181] Viva Duets
"The Blower's Daughter" (com Chris Mann)[182] Roads
2015 "Anywhere But Here"[183] Finding Neverland: The Album[184]
2017 "America"[185] Served Like a Girl[186]

Videografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Videografia de Christina Aguilera

Álbuns de vídeo[editar | editar código-fonte]

Detalhes Melhores posições atingidas[47] Certificações
EUA
[187]
Genie Gets Her Wish 7
My Reflection 1
Stripped Live in the U.K. 3
Back to Basics and Beyond
  • Lançamento: 2006[190]
  • Formatos: DVD
Back to Basics: Live and Down Under 1
"—" indica uma obra que não entrou na tabela musical correspondente.

Vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Como artista principal[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Diretor
1998 "Reflection" [192]
1999 "Genie in a Bottle" Diane Martel[2]
"What a Girl Wants"
2000 "I Turn to You" Richard C. Allan[193]
"Come on Over Baby (All I Want Is You)" Paul Hunter[2]
"So Emotional" [194]
"Genio Atrapado" Diane Martel[195]
"Por Siempre Tú" Richard C. Allan[196]
"Ven Conmigo (Solamente Tú)" Paul Hunter e Lorin Finkelstein[2]
"Pero Me Acuerdo de Ti" Kevin G. Bray[2]
"The Christmas Song" Clare Davies e Douglas Biro[197]
2001 "Lady Marmalade" (com P!nk, Lil' Kim & Mýa) Paul Hunter[2]
2002 "Dirrty" (com Redman) David LaChapelle[2]
"Beautiful" Jonas Åkerlund[2]
2003 "Fighter" Floria Sigismondi[2]
"Can't Hold Us Down" (com Lil' Kim) David LaChapelle[2]
"The Voice Within"
2004 "Car Wash" (com Missy Elliott) [198]
2006 "Ain't No Other Man" Bryan Barber[2]
"Hurt" Floria Sigismondi e Christina Aguilera[2]
2007 "Candyman" Matthew Rolston e Christina Aguilera[199]
2008 "Save Me from Myself" Paul Korver[200]
"Keeps Gettin' Better" Peter Berg[201]
2010 "Not Myself Tonight" Hype Williams[202]
"You Lost Me" Anthony Mandler[203]
2012 "Your Body" Melina Matsoukas[204]
2013 "Let There Be Love" [205]
2016 "Telepathy" (com Nile Rodgers) Hannah Lux Davis[206][207]
2018 "Accelerate" (com Ty Dolla $ign & 2 Chainz) Zoey Grossman[208]
"Fall in Line" (com Demi Lovato) Luke Gilford[209]

Como artista participante[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Diretor
2001 "Nobody Wants to Be Lonely" (com Ricky Martin) Wayne Isham[2]
"What's Going On?" (com Artists Against AIDS Worldwide) Jake Scott e Malik Sayeed[2]
2004 "Tilt Ya Head Back" (com Nelly) Little X[2]
2006 "Tell Me" (com Diddy) Erik White[2]
2011 "Moves Like Jagger" (com Maroon 5) Jonas Åkerlund[210]
2013 "Feel This Moment" (com Pitbull) David Rousseau[211]
"Hoy tengo ganas de ti" (com Alejandro Fernández) Simon Brand[212]
"Say Something" (com A Great Big World) Christopher Sims[213]

Notas

  1. Em 1 de setembro de 2014, Christina Aguilera havia vendido 8.279.000 cópias nos Estados Unidos de acordo com a Nielsen SoundScan,[26] com 935.000 exemplares adicionais comercializados nos BMG Music Clubs.[65] A Nielsen SoundScan não conta álbuns vendidos em clubes como o BMG Music Service, que eram significativamente populares nos anos 1990.[66]
  2. Embora não tenha entrado na lista principal, a Billboard Hot 100, "You Lost Me" atingiu o número vinte na Bubbling Under Hot 100 Singles, extensão da tabela supracitada.[131][132]
  3. Embora não tenha entrado na lista principal, a Billboard Hot 100, "Change" atingiu o número cinco na Bubbling Under Hot 100 Singles, extensão da tabela supracitada.[131][132]
  4. Embora não tenha entrado na lista principal, a Billboard Hot 100, "Accelerate" atingiu o número vinte e quatro na Bubbling Under Hot 100 Singles, extensão da tabela supracitada.[131][132]
  5. Embora não tenha entrado na lista principal, a Billboard Hot 100, "Fall in Line" atingiu o número um na Bubbling Under Hot 100 Singles, extensão da tabela supracitada.[131][132]
  6. Embora não tenha entrado na lista principal, a Billboard Hot 100, "Shotgun" atingiu o número quatorze na Bubbling Under Hot 100 Singles, extensão da tabela supracitada.[131][132]
  7. Embora não tenha entrado na lista principal, a Billboard Hot 100, "Lift Me Up" atingiu o número vinte e cinco na Bubbling Under Hot 100 Singles, extensão da tabela supracitada.[131][132]
  8. Embora não tenha entrado na lista principal, a Billboard Hot 100, "Express" atingiu o número dois na Bubbling Under Hot 100 Singles, extensão da tabela supracitada.[131][132]
  9. Embora não tenha entrado na lista principal, a Billboard Hot 100, "Castle Walls" atingiu o número cinco na Bubbling Under Hot 100 Singles, extensão da tabela supracitada.[132][170]

Referências

  1. Serpick, Evan. «Christina Aguilera». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2013 
  2. a b c d e f g h i j k l m n o p «Christina Aguilera». Mvdbase.com (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2015 
  3. «Christina Aguilera Music Videos». AOL (em inglês). Consultado em 25 de junho de 2014. Arquivado do original em 30 de outubro de 2012 
  4. Thomas Erlewine, Stephen. «Christina Aguilera Biography». AOL (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 31 de dezembro de 2011 
  5. Benjamin, Jeff (29 de outubro de 2017). «How Christina Aguilera's 'Stripped' Album Is Influencing the Pop Scene 15 Years Later». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 31 de outubro de 2017 
  6. a b Bozza, Anthony (28 de outubro de 1999). «The Christina Aguilera Story (So Far)». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  7. a b Willman, Chris (11 de outubro de 1999). «Christina Aguilera talks about topping the charts». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  8. «Another Mouseketeer Debuts Atop Billboard 200». Billboard (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2011 
  9. «Week of September 11, 1999». Billboard (em inglês). 11 de setembro de 1999. Consultado em 27 de fevereiro de 2015 
  10. «Top 100 Albums». RIAA (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 12 de julho de 2012 
  11. «Jay-Z Is First No. 1 Of 2000». Billboard (em inglês). Consultado em 25 de abril de 2011 
  12. «Aguilera Ousts Madonna From Hot 100 Peak». Billboard (em inglês). Consultado em 25 de abril de 2011 
  13. «The Definitive 200 Albums». Eil.com (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  14. vanHorn, Teri (16 de agosto de 2000). «Christina Aguilera Delves Into Latin Roots On Spanish LP». MTV (em inglês). MTV Networks. Consultado em 25 de junho de 2014 
  15. «Tool's 'Lateralus' Leads Five Top-10 Debuts». Billboard (em inglês). 24 de maio de 2001. Consultado em 25 de junho de 2014 
  16. «Week of June 2, 2001». Billboard (em inglês). 2 de junho de 2001. Consultado em 25 de novembro de 2014 
  17. «Eminem-Heavy '8 Mile' Soundtrack Soars To No. 1». Billboard (em inglês). 6 de novembro de 2002. Consultado em 25 de junho de 2014 
  18. a b c Corner, Lewis (11 de outubro de 2016). «10 multi-million-selling albums that the critics hated». Digital Spy (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  19. a b c Myers, Justin (7 de outubro de 2013). «Disney's Official Top 10 Biggest Selling Pop Princesses revealed!». The Official Charts Company (em inglês). Consultado em 23 de fevereiro de 2015 
  20. Harris, Bill (17 de novembro de 2006). «Queen rules - in album sales». Toronto Sun (em inglês). Canoe.ca. Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 15 de janeiro de 2016 
  21. Moss, Corey (5 de junho de 2006). «Christina Makes Her Comeback Twice As Nice By Expanding Basics Into Double LP». MTV (em inglês). MTV Networks. Consultado em 25 de junho de 2014 
  22. «Back To Basics - Christina Aguilera». Metacritic (em inglês). Consultado em 11 de abril de 2011 
  23. a b «Aguilera Takes No. 1 Amid All-New Top Five». Billboard (em inglês). 23 de agosto de 2006. Consultado em 25 de junho de 2014 
  24. a b Evans, Chris (2 de abril de 2008). «What's Next For Christina Aguilera?». Blogcritics.org (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 4 de junho de 2009 
  25. a b Silverstein, Rebecca (24 de novembro de 2010). «Countdown: Top 15 Biggest Pop Culture Turkeys». Wonderwall MSN (em inglês). Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 22 de outubro de 2013 
  26. a b c d e f g h i j k l Trust, Gary (1 de setembro de 2014). «CHRISTINA AGUILERA'S SALES». Billboard (em inglês). Consultado em 7 de setembro de 2014 
  27. Mitchell, Gail (12 de janeiro de 2010). «Christina Aguilera Album Preview». Billboard (em inglês). Consultado em 25 de junho de 2014 
  28. «Bionic - Christina Aguilera». Metacritic (em inglês). Consultado em 11 de abril de 2011 
  29. Kot, Greg (7 de junho de 2010). «Album review: Christina Aguilera, 'Bionic'». Turn it Up (em inglês). Chicago Tribune. Consultado em 25 de junho de 2014. Arquivado do original em 3 de dezembro de 2013 
  30. «Christina Aguilera's dud album rattles label». Page Six (em inglês). New York Post. 18 de julho de 2010. Consultado em 25 de junho de 2014 
  31. Trust, Gary (31 de agosto de 2011). «Maroon 5, Christina Aguilera's 'Jagger' Moves to No. 1 on Hot 100». Billboard (em inglês). Consultado em 25 de junho de 2014 
  32. Trust, Gary (21 de setembro de 2011). «Maroon 5, Christina Aguilera's 'Jagger' Atop Hot 100 For Third Week». Billboard (em inglês). Consultado em 25 de junho de 2014 
  33. Goldstein, Jessica (3 de abril de 2014). «Pharrell and The Voice: Which Musicians Have Benefited the Most From Being TV Judges?». Vulture (em inglês). New York Magazine. Consultado em 30 de abril de 2014 
  34. Marks, Lisa (19 de dezembro de 2010). «Still a fighting spirit». The Sunday Telegraph (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2013 
  35. Mitchell, John (8 de junho de 2010). «Let the Christina Aguilera Backlash Begin». Pop Eater (em inglês). Consultado em 7 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 10 de agosto de 2010 
  36. Cole, Patrick (10 de agosto de 2011). «Christina Aguilera Records Lullaby for YUM Brands Hunger Drive». Bloomberg.com (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2013 
  37. Levine, Stuart (9 de abril de 2011). «Can 'The Voice' be heard?». Variety.com (em inglês). Consultado em 4 de março de 2019. Cópia arquivada em 25 de dezembro de 2014 
  38. Kitchener, Shaun (26 de fevereiro de 2013). «Top 10 popstars with Disney roots: From Justin Timberlake to Selena Gomez». Yahoo! Celebrity (em inglês). Yahoo! UK & Ireland. Consultado em 4 de março de 2019. Arquivado do original em 7 de março de 2013  |urlmorta= e |ligação inativa= redundantes (ajuda)
  39. «From PopEater: Let the Christina Aguilera Backlash Begin». College Candy (em inglês). Consultado em 7 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 25 de julho de 2011 
  40. «Top Artists (Albums)». RIAA (em inglês). Consultado em 18 de janeiro de 2016 
  41. «Christina Aguilera». Grammy Award (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  42. «Ganadores - Años Anteriores». Latin Grammy (em espanhol). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  43. «Christina To Perform At The American Music Awards». Christinaaguilera.com (em inglês). 21 de outubro de 2010. Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 3 de setembro de 2013 
  44. Lethem, Jonathan (27 de novembro de 2008). «100 Greatest Singers Of All Time». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 7 de setembro de 2012 
  45. «58 Christina Aguilera». Rolling Stone (em inglês). 27 de novembro de 2008. Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 27 de abril de 2013 
  46. «Artists of the Decade Page Two». Billboard (em inglês). 11 de dezembro de 2009. Consultado em 25 de junho de 2014 
  47. a b c d e f g h «Christina Aguilera». Acharts.co (em inglês). Consultado em 22 de dezembro de 2015 
  48. a b c «Christina Aguilera / Longplay-Chartverfolgung». Musicline.de (em alemão). Consultado em 4 de março de 2019. Arquivado do original em 28 de junho de 2018 
  49. a b c d e f «Christina Aguilera in Australian Charts». Hung Medien (em inglês). Australian-charts.com. Consultado em 25 de junho de 2014 
  50. a b c d e «Christina Aguilera in der Österreichischen HitParade». Hung Medien (em alemão). Austriancharts.at. Consultado em 25 de junho de 2014 
  51. a b c d e f g h i j k l «Christina Aguilera». Allmusic (em inglês). Consultado em 25 de junho de 2014 
  52. a b c «Christina Aguilera - Chart History - Canadian Albums». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  53. a b c «Christina Aguilera - Chart History - Billboard 200». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  54. a b Desempenho na Europa:
  55. a b c d e f «Christina Aguilera dans les Charts Français». Hung Medien (em francês). Lescharts.com. Consultado em 25 de junho de 2014 
  56. a b c d Desempenho na Irlanda, exceto "Genie in a Bottle", "What's Going On?" e "Say Something": «Discography Christina Aguilera». Hung Medien (em inglês). Irish-charts.com. Consultado em 25 de junho de 2014 
  57. a b c d e f «Christina Aguilera in New Zealand Charts». Hung Medien (em inglês). Charts.org.nz. Consultado em 25 de junho de 2014 
  58. a b c d e «Christina Aguilera in Dutch Charts». Hung Medien (em neerlandês). Dutchcharts.nl. Consultado em 25 de junho de 2014 
  59. a b c d e f g Desempenho no Reino Unido, exceto "What's Going On?", "Genie 2.0", "Lift Me Up", "Change" e "Fall in Line": «Christina Aguilera». The Official Charts Company (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  60. a b c d e f «Christina Aguilera». Hung Medien (em inglês). Swisscharts.com. Consultado em 20 de outubro de 2014 
  61. McLean, Craig (7 de maio de 2010). «Christina Aguilera's 'eye on the prize'». The Daily Telegraph (em inglês). Consultado em 7 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 10 de março de 2011 
  62. Corner, Lewis (22 de junho de 2016). «Christina Aguilera's 'Genie In A Bottle' is 17 years old, so here are 17 cool facts about pop's biggest voice». Digital Spy (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  63. «Christina Aguilera Musician Coach of 'The Voice'». Dutch Daily News (em inglês). 4 de março de 2011. Consultado em 7 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2013 
  64. Garcia, Lauro Lisboa (13 de dezembro de 2010). «A voz das meninas». Mente Aberta. Época. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 23 de junho de 2014 
  65. David, Barry (18 de fevereiro de 2003). «Shania, Backstreet, Britney, Eminem and Janet Top All-Time Sellers» (em inglês). Music Industry News Network. Consultado em 7 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 2 de junho de 2012 
  66. Caulfield, Keith (25 de janeiro de 2008). «ONE MORE FOR 'ONE MORE TIME'?». Billboard (em inglês). Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 22 de outubro de 2013 
  67. «ARIA Charts - Accreditations - 2000 Albums». ARIA (em inglês). Consultado em 25 de abril de 2011 
  68. a b c d e f g h «Gold/Platinum». Music Canada (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2015 
  69. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa «Gold & Platinum». RIAA (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  70. «IFPI Platinum Europe Awards - 2000». IFPI (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2014. Arquivado do original em 27 de novembro de 2013 
  71. a b c d e f «Certificaciones» (em espanhol). AMPROFON. Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 2 de julho de 2017 
  72. «NZ Top 40 Albums Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 7 de novembro de 1999. Consultado em 23 de julho de 2014 
  73. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t «Certified Awards Search». BPI (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  74. Bertrand, Francis (5 de abril de 2011). «Christina Aguilera-Abril/Mayo 2011». Para Todos (em espanhol). Consultado em 27 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2013 
  75. a b Gomes, Al (novembro de 2000). «Christina's Latin CD 'Mi Reflejo' Makes History». Billboard (em espanhol). Bignoisenow.com. Consultado em 7 de janeiro de 2013. Cópia arquivada em 19 de julho de 2011 
  76. «Christina Aguilera». Los 40 Panamá (em espanhol). 2 de outubro de 2005. Consultado em 4 de março de 2019. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2014 
  77. a b «Discos de Oro y Platino» (em espanhol). CAPIF. Consultado em 16 de novembro de 2012. Arquivado do original em 6 de junho de 2008 
  78. «BMG releases Christina's sales figures». Billboard (em inglês). Bignoisenow.com. 4 de janeiro de 2002. Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 22 de junho de 2014 
  79. a b c d e f g «Gold-/Platin-Datenbank». Bundesverband Musikindustrie (em alemão). Consultado em 25 de abril de 2011 
  80. «ARIA Charts - Accreditations - 2004 Albums». ARIA (em inglês). Consultado em 25 de abril de 2011 
  81. a b c «Gold & Platin». IFPI Áustria (em alemão). Consultado em 25 de abril de 2011 
  82. «Certificados». Pro-Música Brasil. Consultado em 22 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 22 de setembro de 2017 
  83. «IFPI Platinum Europe Awards - 2004». IFPI (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2014. Arquivado do original em 19 de outubro de 2013 
  84. «NZ Top 40 Albums Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 11 de abril de 2004. Consultado em 23 de julho de 2014 
  85. «KEY RELEASES: 12.06.10.». Music Week (em inglês). HighBeam Business. 12 de junho de 2010. Consultado em 4 de março de 2019. Arquivado do original em 26 de janeiro de 2013  |urlmorta= e |ligação inativa= redundantes (ajuda)
  86. «ARIA Charts - Accreditations - 2007 Albums». ARIA (em inglês). Consultado em 25 de abril de 2011 
  87. «IFPI Platinum Europe Awards - 2006». IFPI (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2014. Arquivado do original em 16 de outubro de 2013 
  88. a b c «Les Certifications». SNEP (em francês). Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 3 de julho de 2014 
  89. «NZ Top 40 Albums Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 18 de junho de 2007. Consultado em 23 de julho de 2014 
  90. «Главная / Золотой и платиновый альбом в России / International 2006» (em russo). 2M. Consultado em 16 de novembro de 2012. Arquivado do original em 7 de junho de 2009 
  91. Vieira, Guillaume (27 de dezembro de 2010). «Tops & Flops musicaux de l'année 2010». PureMédias (em francês). Chartsinfrance.net. Consultado em 25 de junho de 2014 
  92. Cedeño, José Luis (22 de fevereiro de 2013). «Christina Aguilera podría cambiar de disquera ante falta de apoyo y malas estrategias». Agencia Carabobeña de Noticias (em espanhol). Consultado em 7 de março de 2013. Arquivado do original em 7 de março de 2013  |urlmorta= e |ligação inativa= redundantes (ajuda)
  93. Copsey, Robert (21 de novembro de 2012). «What happened to Christina Aguilera?». Music News (em inglês). Digital Spy. Consultado em 25 de junho de 2014 
  94. «Liberation». iTunes (em inglês). iTunes Store. Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  95. a b «ARIA Charts - Accreditations - 2010 Albums». ARIA (em inglês). Consultado em 25 de abril de 2011 
  96. «Top 50 Ξένων Aλμπουμ» (em grego). IFPI Grécia. 31 de julho de 2010. Consultado em 28 de maio de 2012. Arquivado do original em 8 de agosto de 2010 
  97. «Ultratop 200 Albums». Hung Medien (em francês). Ultratop.be. 14 de fevereiro de 2009. Consultado em 25 de junho de 2014 
  98. «2008 Certification Awards - Gold». IRMA (em inglês). Consultado em 1 de maio de 2011 
  99. «ゴールド等認定作品一覧 2008年12月». RIAJ (em japonês). Consultado em 3 de março de 2016. Arquivado do original em 11 de outubro de 2011 
  100. «Главная / Золотой и платиновый альбом в России / International 2008» (em russo). 2M. Consultado em 3 de julho de 2013. Arquivado do original em 16 de fevereiro de 2009 
  101. «ARIA Charts - Accreditations - 2011 Albums». ARIA (em inglês). Consultado em 6 de setembro de 2011 
  102. «Gold/Platinum». Music Canada (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2015 
  103. «Justin* & Christina* – Justin & Christina». Discogs (em inglês). Consultado em 2 de maio de 2011 
  104. a b «AGUILERA,CHRISTINA / Single-Chartverfolgung». Musicline.de (em alemão). Consultado em 4 de março de 2019. Arquivado do original em 20 de agosto de 2016 
  105. a b c «Christina Aguilera - Chart History - Canadian Hot 100». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  106. a b c «Christina Aguilera - Chart History - Hot 100». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  107. «ARIA Charts - Accreditations - 1999 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  108. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 24 de outubro de 1999. Consultado em 23 de julho de 2014 
  109. a b c d e f g «Edelmetall». Hung Medien (em alemão). Hitparade.ch. Consultado em 26 de junho de 2014 
  110. a b «ARIA Charts - Accreditations - 2000 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  111. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 19 de março de 2000. Consultado em 26 de abril de 2015 
  112. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 5 de novembro de 2000. Consultado em 26 de abril de 2015 
  113. a b «ARIA Charts - Accreditations - 2001 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  114. «Single Top-20 (Arkiv fra 2001-2006)». Hitlisten (em dinamarquês). Consultado em 3 de julho de 2014. Arquivado do original em 24 de novembro de 2010 
  115. a b «Guld og Platin 2001». IFPI (em dinamarquês). Musik.org. Consultado em 19 de abril de 2014. Arquivado do original em 5 de outubro de 2002 
  116. «Les Certifications». SNEP (em francês). Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2015 
  117. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 15 de julho de 2001. Consultado em 26 de abril de 2015 
  118. «ARIA Charts - Accreditations - 2002 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  119. «Single Top-20 (Arkiv fra 2001-2006)». Hitlisten (em dinamarquês). Consultado em 3 de julho de 2014. Arquivado do original em 2 de janeiro de 2014 
  120. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 6 de abril de 2003. Consultado em 23 de julho de 2014 
  121. a b c «ARIA Charts - Accreditations - 2003 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  122. a b «Latest Gold / Platinum Singles» (em inglês). RadioScope. 17 de julho de 2011. Consultado em 29 de novembro de 2011. Arquivado do original em 24 de julho de 2011 
  123. «ARIA Charts - Accreditations - 2004 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  124. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 7 de fevereiro de 2005. Consultado em 23 de julho de 2014 
  125. «ARIA Charts - Accreditations - 2006 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  126. a b «Guld og platin november/december/januar». IFPI (em dinamarquês). 19 de fevereiro de 2007. Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  127. a b «ARIA Charts - Accreditations - 2007 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  128. «Guld og platin i august». IFPI (em dinamarquês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  129. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 6 de agosto de 2007. Consultado em 23 de julho de 2014 
  130. «ARIA Charts - Accreditations - 2010 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  131. a b c d e f g «Christina Aguilera - Chart History - Bubbling Under Hot 100». Billboard (em inglês). Consultado em 18 de abril de 2017. Arquivado do original em 8 de fevereiro de 2013 
  132. a b c d e f g h «Search results». Billboard (em inglês). Billboard.biz. Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 18 de abril de 2017 
  133. «Certificeringer». IFPI (em dinamarquês). Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 24 de setembro de 2014 
  134. Desempenho de singles, como artista participante, na Alemanha:
  135. Desempenho de singles, como artista participante, no Canadá:
  136. a b Desempenho na Espanha, exceto "Nobody Wants to Be Lonely", "Ven Conmigo (Solamente Tú)", "Pero me acuerdo de ti" e "Falsas esperanzas": «Christina Aguilera in Spanish Charts». Hung Medien (em inglês). Spanishcharts.com. Consultado em 20 de outubro de 2014 
  137. Desempenho de singles, como artista participante, nos Estados Unidos:
  138. «Single Top-20 (Arkiv fra 2001-2006)». Hitlisten (em dinamarquês). Consultado em 3 de julho de 2014. Arquivado do original em 24 de novembro de 2010 
  139. «All Star Tribute - What's Going On». Hung Medien (em alemão). Hitparade.ch. Consultado em 26 de junho de 2014 
  140. «ARIA Charts - Accreditations - 2005 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 8 de setembro de 2011 
  141. «ARIA Charts - Accreditations - 2014 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 17 de junho de 2014 
  142. «Gold/Platinum». Music Canada (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2015 
  143. «Certificeringer». IFPI (em dinamarquês). Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 2 de fevereiro de 2012 
  144. «Les Certifications». SNEP (em francês). Consultado em 16 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2015 
  145. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 28 de novembro de 2011. Consultado em 23 de julho de 2014 
  146. «ARIA Charts - Accreditations - 2013 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 3 de janeiro de 2014 
  147. «Gold/Platinum». Music Canada (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2015 
  148. «Certificeringer». IFPI (em dinamarquês). Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 21 de setembro de 2013 
  149. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 1 de julho de 2013. Consultado em 23 de julho de 2014 
  150. «ARIA Charts - Accreditations - 2015 Singles». ARIA (em inglês). Consultado em 3 de novembro de 2015 
  151. «Gold/Platinum». Music Canada (em inglês). Consultado em 24 de fevereiro de 2015 
  152. «Certificeringer». IFPI (em dinamarquês). Consultado em 14 de julho de 2018. Arquivado do original em 15 de julho de 2014 
  153. «NZ Top 40 Singles Chart». Recorded Music NZ (em inglês). 11 de agosto de 2014. Consultado em 10 de agosto de 2014 
  154. «Edelmetall». Hung Medien (em alemão). Hitparade.ch. Consultado em 3 de novembro de 2015 
  155. «Christina Aguilera - Chart History - Hot Country Songs». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  156. a b «Christina Aguilera - Chart History - Dance Club Songs». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  157. «Just Be Free [Single, Maxi, Import]». Amazon.co.uk (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2015 
  158. «Christina Aguilera ‎– Infatuation». Discogs (em inglês). Consultado em 27 de junho de 2014 
  159. «Aguilera goes global». TMZ.com (em inglês). China Daily. 15 de julho de 2006. Consultado em 27 de junho de 2014 
  160. «Genie 2.0 - Single». iTunes (em inglês). iTunes Store. Consultado em 27 de junho de 2014 
  161. «You Are What You Are (Beautiful) - Single». iTunes (em inglês). iTunes Store. Consultado em 27 de junho de 2014 
  162. a b Trust, Gary (30 de abril de 2015). «Christina Aguilera Makes First Appearance on Hot Country Songs Chart». Billboard (em inglês). Consultado em 13 de junho de 2015 
  163. «The Real Thing (feat. Christina Aguilera) - Single». iTunes (em inglês). iTunes Store. Consultado em 13 de junho de 2015. Arquivado do original em 14 de abril de 2015 
  164. «Shotgun (feat. Christina Aguilera) - Single». iTunes (em inglês). iTunes Store. Consultado em 13 de junho de 2015. Arquivado do original em 14 de abril de 2015 
  165. McIntyre, Hugh (16 de maio de 2018). «Christina Aguilera And Demi Lovato Team Up For New Single 'Fall In Line'». Forbes (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  166. Hamada Sherif, Mohammed (8 de junho de 2018). «Christina Aguilera drops new promotional single "Like I Do"». Hamada Mania (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  167. «Christina Aguilera in Danish Charts». Hung Medien (em inglês). Danishcharts.com. Consultado em 28 de junho de 2014 
  168. Desempenho na tabela musical americana Billboard Digital Songs, exceto "Castle Walls": «Christina Aguilera - Chart History - Digital Songs». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018 
  169. «Christina Aguilera in Swedish Charts». Hung Medien (em inglês). Swedishcharts.com. Consultado em 28 de junho de 2014 
  170. «T.I. - Chart History - Bubbling Under Hot 100». Billboard (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2014 
  171. «Pokemon: The First Movie [Soundtrack]». Amazon.com (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2015 
  172. Roberts, Michael (21 de dezembro de 2000). «Holidaze». Dallas Observer (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2014 
  173. Erlewine, Stephen Thomas. «Remixed & Revisited». Allmusic (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2014 
  174. Jurek, Thom. «Possibilities». Allmusic (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2014 
  175. «Superstars #1 Hits Remixed». Amazon.com (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2015 
  176. Rosen, Craig (16 de abril de 2009). «Christina Aguilera Did "Mother" With Bigelf!!!!». The New Now (em inglês). Yahoo!. Consultado em 25 de novembro de 2014. Arquivado do original em 18 de outubro de 2013 
  177. Sheffield, Rob (1 de abril de 2008). «Shine a Light: Original Soundtrack». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2014 
  178. Maura (23 de janeiro de 2009). «Christina Aguilera Pushes The Pram». Idolator (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2014 
  179. «Trilha Sonora». Memória Globo. Organizações Globo. Consultado em 12 de julho de 2014 
  180. «Latin Christina Aguilera Track Featured on Will Ferrell's 'Casa de Mi Padre' Soundtrack (Audio)». The Hollywood Reporter (em inglês). 8 de março de 2012. Consultado em 28 de junho de 2014 
  181. McIntyre, Hugh (16 de outubro de 2012). «Tony Bennett & Christina Aguilera Duet on 'Steppin' Out With My Baby': Listen». Billboard (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2014 
  182. Lansky, Sam (22 de outubro de 2012). «Christina Aguilera & Chris Mann's "The Blower's Daughter": Hear Their Ballad». Idolator (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2014 
  183. Strecker, Erin (19 de maio de 2015). «Christina Aguilera Releases Gorgeous 'Finding Neverland' Song». Billboard (em inglês). Consultado em 13 de junho de 2015 
  184. «Finding Neverland: The Album (Songs From the Broadway Musical)». iTunes (em inglês). iTunes Store. Consultado em 13 de junho de 2015. Cópia arquivada em 13 de junho de 2015 
  185. Kreps, Daniel (11 de setembro de 2017). «New Pink, Gwen Stefani, Christina Aguilera Songs to Appear on Compilation». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  186. «Served Like a Girl (Music from and Inspired by the Documentary Film)». iTunes (em inglês). iTunes Store. Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  187. Desempenho na tabela musical americana Music Video Sales:
  188. «ARIA Charts - Accreditations - 2003 DVD». ARIA (em inglês). Consultado em 1 de maio de 2011 
  189. «ARIA Charts - Accreditations - 2010 DVDs». ARIA (em inglês). Consultado em 1 de maio de 2011 
  190. «Christina Aguilera Back to Basics and Beyond». Amazon.com (em inglês). Consultado em 23 de julho de 2014 
  191. «ARIA Charts - Accreditations - 2011 DVDs». ARIA (em inglês). Consultado em 1 de maio de 2011 
  192. «Reflection (1998)» (em inglês). IMVDb. Consultado em 18 de outubro de 2014 
  193. «I Turn To You - Christina Aguilera». Vevo (em inglês). Consultado em 18 de outubro de 2014 
  194. «So Emotional - Christina Aguilera». Vevo (em inglês). Consultado em 18 de outubro de 2014 
  195. «Genio Atrapado - Christina Aguilera». Vevo (em inglês). Consultado em 18 de outubro de 2014 
  196. «Por Siempre Tú - Christina Aguilera». Vevo (em inglês). Consultado em 18 de outubro de 2014 
  197. «The Christmas Song (Chestnuts Roasting Over An Open Fire) - Christina Aguilera». Vevo (em inglês). Consultado em 18 de outubro de 2014 
  198. Vineyard, Jennifer (24 de setembro de 2004). «Christina Aguilera Is Poisonous In Video With Missy Elliott». MTV (em inglês). MTV Networks. Consultado em 18 de outubro de 2014 
  199. Moss, Corey (21 de fevereiro de 2007). «Xtina X Three: Aguilera Has Multiple-Personality Disorder In Clip». MTV (em inglês). MTV Networks. Consultado em 27 de fevereiro de 2015 
  200. Newcomb, Roger (18 de novembro de 2008). «WHERE ARE THEY NOW: ATWT's Paul Korver». Welovesoaps.net (em inglês). Consultado em 2 de setembro de 2013 
  201. «Christina Aguilera to World-Debut Her New Music Video ("Keeps Gettin' Better") Exclusively via iLike». Business Wire (em inglês). 27 de outubro de 2008. Consultado em 3 de julho de 2013 
  202. Vena, Jocelyn (29 de abril de 2010). «Christina Aguilera Gets Her Dominatrix On For 'Not Myself Tonight' Video». MTV (em inglês). MTV Networks. Consultado em 27 de fevereiro de 2015 
  203. James, Amber (14 de julho de 2010). «Exclusive: Christina Aguilera 'You Lost Me' Video Stills». Pop Eater (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2013 
  204. Vena, Jocelyn (24 de setembro de 2012). «Christina Aguilera Explains Her 'Your Body' Bad Girl». MTV (em inglês). MTV Networks. Consultado em 27 de fevereiro de 2015 
  205. Benjamin, Jeff (29 de agosto de 2013). «Let There Be Love: Christina Aguilera Preaches Acceptance in New Video». Fuse (em inglês). The Madison Square Garden Company. Consultado em 2 de setembro de 2013 
  206. Barker, Sophie (1 de novembro de 2016). «Christina Aguilera Has Released Her First Solo Music Video In Four Years!». MTV (em inglês). MTV Networks. Consultado em 18 de abril de 2017. Cópia arquivada em 18 de abril de 2017 
  207. Weatherby, Taylor (31 de outubro de 2016). «Christina Aguilera Thanks Fans for No. 1 Dance Club Songs Hit With Disco-Themed 'Telepathy' Video». Billboard (em inglês). Consultado em 18 de abril de 2017. Cópia arquivada em 18 de abril de 2017 
  208. Aswad, Jem (3 de maio de 2018). «Christina Aguilera Drops Kanye West-Produced Song 'Accelerate,' Announces New Album (Video)». Variety (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  209. Wass, Mike (23 de maio de 2018). «Christina & Demi Reclaim Their Power In Symbolic "Fall In Line" Video». Idolator (em inglês). Consultado em 14 de julho de 2018. Cópia arquivada em 14 de julho de 2018 
  210. Daw, Robbie (8 de julho de 2011). «Mick Jagger To Appear In Maroon 5 & Christina Aguilera's "Moves Like Jagger" Video?». Idolator (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2013. Arquivado do original em 29 de outubro de 2013 
  211. Kuchik, Natalie (16 de março de 2013). «Pitbull releases 'Feel This Moment' music video featuring Christina Aguilera (Photos)». Examiner.com (em inglês). Consultado em 3 de julho de 2013 
  212. «Alejandro Fernández y Christina Aguilera grabaron el video de 'Hoy Tengo Ganas de Ti'» (em espanhol). Univision. 17 de maio de 2013. Consultado em 3 de julho de 2013 
  213. Gottlieb, Steven (21 de novembro de 2013). «A Great Big World f/ Christina Aguilera "Say Something" (Christopher Sims, dir.)». Watch It (em inglês). Videostatic.com. Consultado em 22 de julho de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]