Guemátria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Guematria, guemátria ou guimátria é o método hermenêutico de análise das palavras bíblicas somente em hebraico, atribuindo um valor numérico definido a cada letra. É conhecido como "numerologia judaica" e existe na Torá (Pentateuco). [1]

A cada letra do alfabeto hebraico é atribuído um valor númerico, assim, uma palavra é o somatório dos valores das letras que a compõem. As escrituras são então explicadas pelo valor numérico das palavras. [2][3]

Tal lógica estava presente na produção de midrash e consolidou-se durante a Idade Média, próximo à época das cruzadas, mas ainda é utilizada, compilada primeiramente no Talmude e posteriormente em tratados da Cabala. [4]

Um dos exemplos da utilização da guemátrica é a interpretação da palavra chai que significa vida. Esta é composta pelas letras numéricas 10 e 8, portanto o seu valor é 18. Esse número possui uma série de significados a partir de contas e deduções. Por exemplo, 1 + 8 = 9. O 9 é o maior algarismo existente em nosso sistema numérico. Assim também é a vida do ser humano, se acha o maior de todos, capaz de alterar tudo o que existe no mundo e o controlar. Ao mesmo tempo quando o 9 é unido a qualquer outro número e aplicada a "prova dos 9" ele é incapaz de modificar a essência de um número .... assim sendo, por exemplo 6+9=15 sendo que 1+5=6 , ou seja, a essência do número permanece. Desta forma a vida do ser humano é supostamente poderosa, mas na prática insignificante.

Ao mesmo tempo o número 1, que sempre representa Deus, por causa do Monoteísmo, parece o menor dos algarismo, entretanto o 1 é o único número que é capaz de formar todos os outros, isso provaria, segundo a guemátria, que Deus é o criador de todas as coisas.

Referências

  1. Bond, Frederick Bligh (1977). Gematria: A Preliminary Investigation of the Cabala Contained in the Coptic Gnostic Books, and of a Similar Gematria in the Greek Text of the New Testament : Showing the Presence of a System of Teaching by Means of the Doctrinal Significance of Numbers, by which the Holy Names are Clearly Seen to Represent Aeonial Relationships which Can be Conceived in a Geometric Sense and are Capable of a Typical Expression of that Order (em inglês) Research into Lost Knowledge Organization [S.l.] p. 60, 92. ISBN 9780722503553. 
  2. Universidad de Granada (2006). Miscelánea de estudios árabes y hebraicos: Sección de hebreo, Volume 55 (em espanhol) Universidad de Granada [S.l.] 
  3. Pawson, Marke (2005). Gematria (em inglês) Green Magic [S.l.] p. 180. ISBN 9780954723002. 
  4. Magid, Shaul (2008). From Metaphysics to Midrash: Myth, History, and the Interpretation of Scripture in Lurianic Kabbala (em inglês) Indiana University Press [S.l.] p. 368. ISBN 9780253000378.