Museu Metropolitano de Arte de Curitiba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Museu Municipal de Arte
Tipo Museu de arte
Inauguração 5 de maio de 1988
Geografia
Localidade Curitiba, Paraná
 Brasil

O Museu Municipal de Arte de Curitiba (MuMA) foi inaugurado em 5 de maio de 1988, a partir da coleção de obras de arte e arte popular doada ao município pelo artista plástico Poty Lazzarotto, e se chamava Centro Cultural Portão. Em 26 de agosto de 1996 teve seu nome mudado para Museu Municipal de Arte. Está situado no complexo portão cultural na Av. República Argentina, 3430, no Bairro Portão.

Entre as obras expostas no museu se encontram trabalhos dos artistas Pancetti, Guignard, Di Cavalcanti, Djanira, Portinari, Mário Cravo, Burle Marx e outros.

Desde 2006 o Museu fechou para reformas que nunca começaram até 2011 quando a jornalista Silvia Valim iniciou uma insistente divulgação da situação pelas redes sociais convocando à imprensa ao local.[carece de fontes?] Em 2011 a periodista conseguiu chamar diversos meios de comunicação até o Museu, mas a prefeitura não se manifestou. No início de 2012 Silvia Valim voltou a protestar contra os responsáveis pela reforma que nunca findava e conseguiu chamar atenção da Câmara Municipal de Vereadores de Curitiba. Através dos vereadores Pedro Paulo (PT), Tico Kuzma (PSB), Algaci Túlio (PMDB) - da Comissão Segurança Pública e Defesa da Cidadania da CMC - de foi marcada uma visita à obra para moradores da região e imprensa com a direção da FCC - Fundação Cultural de Curitiba. No dia foi determinado por Roberta Storelli, presidente da FCC, que até o dia 22 de junho o Museu seria entregue à sociedade.[carece de fontes?]

O museu reabriu e no dia 29 de junho de 2012, e devolveu à cidade um espaço que permaneceu presente na memória da população.[1]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.