Aeroporto de Bacacheri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bacacheri
Aeroporto
Aeroporto de Bacacheri
IATA: BFH - ICAO: SBBI
Características
Tipo Público / Militar
Administração CCR Aeroportos
Serve Região Metropolitana de Curitiba
Localização Curitiba, PR, Brasil
Inauguração 1930 (92 anos)
Coordenadas 25° 24' 12" S 49° 14' 01" O
Altitude 932 m (3 058 ft)
Movimento de 2021
Passageiros 31 997 passageiros
Carga 0 Kg
Aéreo 29 574 pousos/decolagens
Website oficial Página oficial
Mapa
SBBI está localizado em: Brasil
SBBI
Localização do aeroporto no Brasil
Pistas
Cabeceira(s)
Comprimento
Superfície
18 / 36
1 390  m (4 560 ft)
Notas
Dados do DECEA[1] e da INFRAERO[2]

O Aeroporto de Bacacheri está situado no município de Curitiba, estado do Paraná, Brasil, e atende a movimentação de pequenas e médias aeronaves executivas. É também sede do Aeroclube do Paraná, que tem como principal função a formação de pilotos.[3]

História[editar | editar código-fonte]

No início da década de 1930, no bairro curitibano do Bacacheri, foi estabelecida uma base aérea militar na área do antigo Colégio Agrícola Estadual, que já possuía uma pista para pouso e decolagens. Em 1942 passou a ser integrado como propriedade do Ministério da Aeronáutica.

Em 31 de março de 1980, devido a ampla utilização por aeronaves civis, a administração da Base Aérea de Bacacheri passou a ser de responsabilidade da Infraero, sendo a partir de então denominado de Aeroporto de Bacacheri.[4]

Em abril de 2021, o governo federal levou a leilão o aeroporto. Nesta ocasião, a "Companhia de Participações em Concessões" (CPC), do grupo Grupo CCR, arrematou o lote de quatros aeroportos do Paraná: Aeroporto Internacional Afonso Pena; Aeroporto Bacacheri, Aeroporto Internacional das Cataratas, em Foz do Iguaçu e Governador José Richa, em Londrina. O contrato entre a Infraero e a CPC terá duração de 30 anos.[5][6]

Shows aéreos[editar | editar código-fonte]

O aeroporto de Bacacheri é utilizado pela Esquadrilha da Fumaça em apresentações anuais.

Juntamente com estes eventos, também é liberada ao público a exposição de aeronaves, plastimodelismo, apresentações de rapel, nas quais são utilizados helicópteros para demonstração e ainda apresentações de paraquedismo.[7]

Dados técnicos[editar | editar código-fonte]

  • Curitiba - BFH/SBBI
  • Nome do Aeroporto: Bacacheri
  • Endereço: Rua Cicero Jaime Bley - S/N - Bairro Bacacheri
  • Administração: Infraero
  • Telefone: 41 3256 1441 (Aeroporto)
  • Dimensões da pista: 1390x30m
  • Quantidade de pousos e decolagens: 1703 mês
  • Altitude: 932m
  • Revestimento da pista: asfalto
  • Opera com linha aérea regular? não
  • Opera por instrumentos? Sim -> VOR (Z e Y) / NDB / VOR (DME Z e Y)
  • Conta com hangares especializados em manutenção de aeronaves, todos certificados com o CHETA pela a ANAC (Helisul Aviação, Aeromecânica, Táxi Aéreo Hércules, entre outros).
  • Opera no período noturno? Sim, até às 22h (horário de Brasília).
  • Designativo das cabeceiras: 18/36
  • Resistência da pista: 21/F/B/X/T
  • Coordenadas geográficas: 25º24'12"S/049º14'01"W
  • Frequência torre: 118.90 MHz
  • Frequência solo: 121.80 MHz (funcionando entre 1600 e 2100)
  • Frequência ATIS: 132.325 MHz

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Publicação Auxiliar de Rotas Aéreas (ROTAER)» (PDF). Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA). 2016. Consultado em 1 de outubro de 2016. Cópia arquivada (PDF) em 1 de outubro de 2016 
  2. «Estatísticas» (HTML). INFRAERO. 2021. Consultado em 6 de maio de 2022. Cópia arquivada em 30 de abril de 2019 
  3. «Infraero - Aeroporto de Bacacheri». Consultado em 10 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 1 de outubro de 2020 
  4. «INFRAERO». Consultado em 11 de outubro de 2014. Arquivado do original em 4 de janeiro de 2014 
  5. «Afonso Pena e outros três aeroportos do Paraná passam à concessão privada». Portal Paraná Shop. Consultado em 16 de abril de 2021. Cópia arquivada em 18 de abril de 2021 
  6. «Aeroporto Afonso Pena é leiloado junto com outros do país; confira a empresa vencedora». Jornal Tribuna do Paraná. Consultado em 16 de abril de 2021. Cópia arquivada em 18 de abril de 2021 
  7. «Rede Globo». Consultado em 11 de outubro de 2014. Cópia arquivada em 3 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]