The Look of Love

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"The Look of Love"
Single de Madonna
do álbum Who's That Girl
Lado B "I Know It"
Lançamento 25 de novembro de 1987
Formato(s) CD Single, 7", 12"
Gravação 1987
Gênero(s) Pop
Duração 3:50
Gravadora(s) Sire,Warner Bros.
Composição Madonna, Patrick Leonard
Produção Madonna, Patrick Leonard
Cronologia de singles de Madonna
"Causing a Commotion"
(1987)
"Spotlight"
(1988)

"The Look of Love" é uma canção da cantora e compositora Madonna, da trilha sonora do filme Who's That Girl de 1987. Este foi o terceiro e último single do álbum e foi lançado em 25 de Novembro de 1987 pela Sire Records. Durante a filmagem para o filme, então chamado Slammer, Madonna pediu que o produtor Patrick Leonard desenvolvesse uma canção lenta que capturasse a natureza de sua personagem cinematográfica. Mais tarde, ela escreveu a letra e a melodia para a música de fundo desenvolvida por Leonard, e a música tornou-se "The Look of Love". Madonna também foi inspirada pelo ator James Stewart no filme de 1954 Janela Indiscreta.

O single não foi lançado nos Estados Unidos, tendo sido lançado na Alemanha, França, Reino Unido e Japão. No Brasil fez parte de um disco promocional enviado pela WEA às rádios do país.

Com instrumentação de percussão, a música começa com uma baixa linha de baixo sintetizador e uma lenta faixa de fundo, seguido por Madonna cantando a letra. Criticamente apreciada como uma canção melancólica e apontada como uma "jóia" do álbum, "The Look of Love" alcançou o top dez das paradas na Bélgica, Irlanda, Países Baixos e Reino Unido. Ela também entrou nas paradas da França, Alemanha e Suíça, enquanto alcançou o top 20 do Eurochart Hot 100 Singles. As únicas performances ao vivo de Madonna da música foram em sua turnê Who's That Girl World Tour em 1987. Durante a performance Madonna fingia que estava perdida no palco, como sua personagem no filme.

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 1986, Madonna estava filmando seu terceiro filme Who's That Girl , conhecido na época como Slammer. Precisando de canções para a trilha sonora do filme, ela contactou Patrick Leonard e Stephen Bray, com quem tinha escrito e produzido seu terceiro álbum de estúdio True Blue, em 1986.[1] Madonna explicou a eles que precisava de uma canção dançante e de uma canção lenta. Ela veio para o estúdio uma quinta-feira, enquanto Leonard desenvolvia o refrão das músicas.[1] Ele entregou aquele cassete para Madonna, que foi para a sala dos fundos e terminou a melodia e a letra das músicas, enquanto Leonard trabalhou nas outras partes.[1] A canção dançante desenvolvida foi "Who's That Girl", o primeiro single da trilha sonora, e a canção lenta, desenvolvida e escrito na dia seguinte, foi "The Look of Love". Madonna mais tarde mudou o nome do filme para Who's That Girl, ao invés de Slammer, considerando-o um título melhor.[1] Em relação ao desenvolvimento das canções para o filme, Madonna explicou ainda

"Eu tinha algumas idéias muito específicas em mente, música que teria vida própria bem como apoiaria e melhoraria o que estava acontecendo na tela e que a única maneira de tornar isso uma realidade era escrever as canções eu mesma. [...] As músicas não são necessariamente sobre Nikki [o nome de sua personagem no filme] ou foram escritas para serem cantadas por alguém como ela, mas há um espírito nesta música que captura tanto o que o filme é quanto o que os personagens são, eu acho."[1][nota 1]

Madonna foi inspirada pelo olhar que o ator James Stewart deu à atriz Grace Kelly em 1954 no filme Janela Indiscreta. Madonna disse: "Eu não consigo descrevê-lo, mas essa é a maneira que eu quero que alguém olhe para mim quando me ama. É o olhar mais puro de amor e adoração. Tipo se entregar. É devastador."[2][nota 2] "The Look of Love" foi lançado como o terceiro single da trilha sonora no Reino Unido, emalguns países europeus e no Japão. "I Know It", uma faixa do auto-intitulado álbum de estréia de Madonna, apareceu como lado B. Em 1989, a canção foi usada como lado-B para o lançamento do single de "Express Yourself".[3]

Composição[editar | editar código-fonte]

"The Look of Love" começa com uma baixa linha de baixo sintetizador e uma lenta faixa de fundo. Ele é seguido pelo som de percussão e uma nota de alta registo, contrastando com a linha do baixo.[3] A música continua subindo até o último verso, o qual é apoiado pelo som de uma guitarra acústica.[3] Um vocal de duas partes é encontrado na frase "No where to run, no place to hide".  De acordo com Rikky Rooksby , autor de The Complete Guide to the Music of Madonna, a voz de Madonna parece "expressiva" quando ela canta a frase "From the look of love" e pronuncia a palavra "look" no acorde de D menor presente por debaixo. A palavra é cantada em uma nota mais alta da escala musical, dando assim a impressão de qualidade de suspensão do acorde de nona menor, dissociando-a da harmonia das outras notas.[3] A canção encontra-se na métrica de tempo comum, com um ritmo moderado de 80 batidas por minuto. É composta na chave de D menor, com a voz de Madonna estendendo-se entre as notas de o C5 a B♭3. "The Look of Love" tem uma sequência básica de C–Dm–Fm–B como sua progressão de acordes.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Rooksby chamou a canção de "outra joia" do álbum, junto com "Causing a Commotion", e denotou-a como "uma faixa expressiva e suave."[3] J. Randy Taraborrelli, autor de Madonna: Uma Biografia Íntima, comentou que "'The Look of Love' foi uma balada exótica."[4] Don Shewey da Rolling Stone disse que a canção era "tão melancólica que iria deixar você pensando sobre onde sua vida está indo."[5] John Evan Seery, autor de Political theory for mortals: shades of justice, images of death, comentou que a canção retrata "a disciplina do olhar"[6] de Madonna. Brian Hadden da Time achou a música deprimente. Tiju Francis da Vibe escreveu: "para uma uma canção com um título tão comum, a versão de Madonna pelo menos oferece algo um pouco diferente. [ ...] 'The Look of Love' realmente soa como parte da trilha sonora – Madonna poderia muito bem estar cantando sobre o que antes era apenas a musica de fundo com sintetizador do desenvolvimento do personagem mal-humorado aparentemente presentes em todos os filmes nos anos 80. [ ...] Mas a sensação de queima lenta significa que a canção é quatro minutos de pensamento não particularmente intenso que nunca chega a lugar algum – ao contrário de uma balada."[nota 3]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

No Reino Unido, "The Look of Love", foi lançado em 12 de dezembro de 1987, e entrou no UK Singles Chart no número 15. Na semana seguinte, ele atingiu o pico de posição nove na parada, seu primeiro single a não entrar no top five desde "Lucky Star". A música esteve presente para um total de sete semanas na parada. De acordo com a The Official Charts Company, "The Look of Love", vendeu 121.439 cópias nos Estados Unidos, até agosto de 2008. Na Alemanha, a canção estreou na Media Control Charts na posição 38 em 24 de Janeiro, 1988 e chegou ao seu pico de 34, na semana seguinte. Esteve presente por um total de sete semanas na parada. Na Irlanda, a canção alcançou o top dez e chegou a posição seis. Pela Europa, a canção alcançou a posição nove na Bélgica, 23 na França, oito na Holanda e 20 na Suíça. Na Eurochart Hot 100 Singles, a canção alcançou o lugar 17.

Apresentações ao vivo[editar | editar código-fonte]

Faixas e formatos[editar | editar código-fonte]