Nobody Knows Me

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
"Nobody Knows Me"
Canção de Madonna
do álbum American Life
Lançamento 15 de Outubro de 2003
(Promocionalmente nos Estados Unidos)
Formato(s) 12" single
Gravação 2003
Gênero(s) Pop, eletronica
Duração 4:39
Gravadora(s) Warner Bros., Maverick
Composição Madonna, Mirwais Ahmadzaï
Produção Madonna, Ahmadzaï
Faixas de American Life
"Love Profusion"
(4)
"Nothing Fails"
(6)
Lista de faixas de I'm Going to Tell You a Secret
Vogue
(2)
Frozen
(4)
Lista de faixas de Remixed & Revisited
Love Profusion
(2)
American Life
(4)

"Nobody Knows Me" é uma canção da cantora pop americana Madonna, escrita por ela e Mirwais Ahmadzaï para seu nono álbum de estúdio, American Life (2003). A canção foi publicada como um single promocional para os clubes de dança em 15 de Outubro de 2003 nos Estados Unidos.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Depois do lançamento de "Hollywood" os meses foram passando e não havia nenhum sinal de que Madonna fosse lançar mais um novo single. Começaram então os rumores das músicas que seriam lançadas como single, "Nobody Knows Me", "Nothing Fails", "Love Profusion" e "Mother And Father" eram as mais cotadas.

Sobre a canção[editar | editar código-fonte]

"Nobody Knows Me" foi incluída como um B-side no maxi-single de "Nothing Fails" (e no single europeu de "Love Profusion") em 2003. A publicação contém remixes para clubes Above & Beyond, Mount Sims e Peter Rauhofer.

A canção é um dos mais utilizados o som eletrônico em American Life e é um dos mais renomados pelos fãs. Mesmo tem vindo a comparar com "Impressive Instant" do álbum Music (2000) e "Future Lovers" do álbum seguinte, Confessions on a Dance Floor (2005) chegando as três canções para caracterizar como single promocionais.

A letra de "Nobody Knows Me", mais uma vez ser personalizada por Madonna, falando sobre certos aspectos de sua vida ela tem dito em entrevistas como essa não assistir televisão ou ler revistas, porque são considerados um desperdício de tempo.[1] O nome da canção foi usada para rotular um livro de fotos de Madonna publicadas no final de 2003, embora ambos não têm nada a ver.

A canção foi introduzido por Madonna em sua Re-Invention Tour como uma terceira pista e um versão editada do desempenho foi incluída no documentário I'm Going to Tell You a Secret (2006).

A canção era para está na compilação de Madonna, Celebration (2009), onde apesar de não ser um single oficial, foi escolhida para estar no repertório do álbum, através de uma votação.O que não aconteceu devido a demora para acabar a votação.

Mais foi incluída na turnê The MDNA Tour como interlude para o bloco final da turnê em forma de remix.O que causo muita polemica pois Madonna utilizou uma imagem do rosto da política francesa Marine Le Pen (filha de Jean-Marie Le Pen e candidata francesa ao posto de Primeiro-Ministro pela Front National, partido de extrema-direita criado por seu pai). O conflito ocorreu graças a uma suástica que foi implantada digitalmente no rosto da líder política.. Marine Le Pen, por sua vez atacou e disse que caso ela apresentasse o vídeo em algum show na França, seria processada.[2] Madonna acabou utilizando as imagens em um dos três shows no país, no Stade de France. Durante o polêmico segundo concerto da artista no país que ocorreu no lendário teatro Olympia, Madonna falou sobre o incidente com Le Pen, afirmando que o ato foi feito "para destacar os seres humanos intolerantes com o próximo"..[3] No final de sua curta apresentação, o público atirou objetos em direção ao palco aos gritos e ofendendo a cantora. Através de seu site, Madonna se pronunciou afirmando que as pessoas que a chingaram e atiraram objetos ao palco não eram seus fãs, mas sim simpatizantes de Marine Le Pen..[4] Dias antes do terceiro show no país, em Nice, simpatizantes de Le Pen protestaram contra o concerto da cantora, colando imagens de Marine em cima de cartazes promocionais da turnê.[5] Como resposta, Madonna mudou a imagem e onde antes aparecia o rosto da política, passou a aparecer um ponto de interrogação.[6] Marine Le Pen é conhecida por sua política extremista, sendo a favor da pena de morte e contra os imigrantes, além de já ter sido acusada de ser simpatizante do nazismo.

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

Um vídeo musical não-oficial foi feito por Dustin Robertson Aviddiva. O vídeo é uma retrospectiva da carreira de Madonna começou com essa frase famosa, disse em uma de suas primeiras performances, "Eu quero dominar o mundo"[1] e seguido por trechos de vídeos de música, filmes, aparições na TV e cobre revistas a partir do período de 1983 a 2003. O vídeo foi estreado no sétimo festival anual "Film Director Cuts" em 7 de janeiro de 2005 no Universal Studios, na Califórnia.

Desempenho nas paradas de sucesso[editar | editar código-fonte]

Madonna interpretando "Nobody Knows Me" na Re-Invention Tour de 2004.
Parada (2003) Melhor
posição
 Austrália - ARIA Club Top 50 49
 Estados Unidos - Billboard Hot Dance Club Songs 4

Faixas[editar | editar código-fonte]

Single promocional da Re-Invention Tour
  1. Nobody Knows Me (Album Version)
  2. Nobody Knows Me (Live In Re-Invention Tour Version)
  3. Nobody Knows Me (Re-Invention Tour Studio Version)
  4. Nobody Knows Me (Live In Re-Invention Tour Lisbon Version)

Referências

  1. a b «www.enlacemadonna.com». www.enlacemadonna.com. Consultado em 7 de outubro de 2011. Arquivado do original em 23 de abril de 2009 
  2. Heloísa Tolipan (5 de junho de 2012). «Polêmica a vista: Madonna é chamada de cantora velha e pinta suastica nazista». Consultado em 13 de junho de 2012 
  3. http://www.jb.com.br/heloisa-tolipan/noticias/2012/07/26/madonna-se-defende-de-acusacoes-apos-uso-de-suastica-durante-show-em-paris/
  4. ClicRbs (Setembro 2012). «Madonna expressa amor pela franca aberta minoria em show em Paris». Consultado em 20 de setembro de 2012 
  5. G1 (2012). «Direita francesa tapa cartazes de Madonna com os de Marine Le Pen». Consultado em 20 de setembro de 2012 
  6. ClicRbs (28 de agosto de 2012). «Em show em Nice, Madonna retira suástica do rosto de Marine Le Pen». Consultado em 20 de setembro de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre um single de Madonna é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.