Miles Away

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Miles Away"
Single de Madonna
do álbum Hard Candy
Lançamento 17 de outubro de 2008 (2008-10-17)
Formato(s)
Gravação 2007;
Sarm West Studios
(Londres, Reino Unido)
The Hit Factory
(Nova Iorque, Estados Unidos)
Gênero(s) Electropop
Duração 4:49
Gravadora(s) Warner Bros.
Composição
Produção
  • Madonna
  • Timbaland
  • Timberlake
  • Danja
Cronologia de singles de Madonna
"Give It 2 Me"
(2008)
"Celebration"
(2009)
Vídeo musical
"Miles Away" no YouTube

"Miles Away" é uma canção da cantora estadunidense Madonna, contida em seu décimo primeiro álbum de estúdio, Hard Candy (2008). Foi lançado pela primeira vez como single promocional no Japão, em junho de 2008. A música foi lançada pela Warner Bros. Records, como o terceiro e último single do álbum em 17 de outubro de 2008, e posteriormente foi incluída em no álbum de compilação da artista, Celebration (2009). Madonna co-escreveu e co-produziu a faixa com Justin Timberlake, Timbaland e Nate "Danja" Hills. "Miles Away" é uma balada pop eletrônica melancólica e é inspirada na sua relação com seu então marido, Guy Ritchie. As letras são de natureza autobiográfica e tratam de relacionamentos de longa distância.

"Miles Away" recebeu uma apreciação positiva de críticos de música que o elogiaram como uma balada harmoniosa e significativa. Comercialmente, a canção atingiu o top 40 em vários países, chegando ao top 10 na Eslováquia, Espanha, Hungria, Japão, Países Baixos, Romênia e República Tcheca. Tornou-se o single mais vendido digitalemnte de 2008 no Japão e ganhou três troféus no 23º Japan Gold Disc Awards. Nos Estados Unidos, a música não apareceu na Billboard Hot 100, mas tornou-se a sétima música número um consecutiva de Madonna na parada Hot Dance Airplay. A música foi tocada por Madonna na turnê promocional do álbum Hard Candy e na turnê Sticky & Sweet (2008-09), durante o segmento cigano do show.

Escrita e inspiração[editar | editar código-fonte]

"Miles Away" foi inspirado em Guy Ritchie, o então marido de Madonna.

Madonna escreveu e produziu "Miles Away" com Justin Timberlake, Timbaland e Nate "Danja" Hills.[1] Foi a primeira música a ser composta para o Hard Candy (2008). Depois de ouvir a música, Madonna começou a cantar e espontaneamente a criar a letra da música.[2] Em uma entrevista à MTV, Madonna disse que a música foi inspirada por seu então marido, o cineasta Guy Ritchie. "Muitas pessoas têm que lidar com relacionamentos de longa distância . Não é fácil. Você tem que trabalhar duro para fazê-lo funcionar".[3] Quando perguntada se a música era autobiográfica, ela disse:

Provavelmente em muitos aspectos, a maioria das músicas [no Hard Candy] são [autobiográficas]. Mas de uma maneira mais inconsciente. Eu realmente não penso em contar histórias pessoais quando estou escrevendo música. Apenas vem. E muitas vezes, seis meses depois, oito meses depois, eu digo: "Ah, foi sobre isso que escrevi essa música". Mas é quando eu toco a música para muitas pessoas e todas elas dizem: 'Oh, eu posso me identificar totalmente com isso'. Em 'Miles Away', estou explorando a consciência global de pessoas que têm problemas de intimidade.[4]

Em entrevista ao The Daily Telegraph, Madonna explicou ainda mais sua inspiração por trás da música e afirmou que "['Miles Away' é] uma música com a qual a maioria das pessoas pode se relacionar. Se parte do seu trabalho está viajando e a pessoa com quem você está também trabalha e viaja, você se vê muito separado e pode ser muito frustrante, [...] eu sou americana e ele [Ritchie] é britânico, e eu tenho que vir para a América o tempo todo. [...] ] Especialmente no início do nosso relacionamento, essa coisa de longa distância foi muito frustrante. Também acho mais fácil as pessoas dizerem coisas à distância; é mais seguro".[5]

Gravação e composição[editar | editar código-fonte]

Uma amostra de 28 segundos de "Miles Away", de Madonna, com o refrão e os vocais de fundo cantando a linha "So Far Away".

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Durante a gravação, Timberlake sentou-se com Madonna e tocou um riff de guitarra composto por ele, perguntando como ela queria que a música soasse.[6] Madonna tinha "todos esses pensamentos, enigmas, poemas, sentimentos, todos escritos em enormes cadernos", disse Timberlake, "e ela os entregava. Foi incrível, pegar esses pequenos pedaços aqui e ali e reuni-los como um quebra-cabeça".[6] Dessa maneira, uma das idéias que eles conectaram foi a universalidade dos relacionamentos à distância, cuja dor e sofrimento foram capazes de incorporar em "Miles Away". Depois de gravá-lo, Timberlake comentou que havia ajudado na criação de uma música clássica da Madonna, dizendo: "Eu não poderia fazer uma música como essa, [...] pensei que era completamente ela".[6]

Musicalmente, "Miles Away" é uma música melancólica composta como uma balada.[2][7] A faixa transmite o som característico das produções de Timbaland-Timberlake.[8] Geralmente, uma música pop eletrônica de andamento calmo, "Miles Away" é acompanhada por batidas e vocais de fundo, que cantam as linhas "So Far Away".[9][10][11] De acordo com as partituras publicadas no Musicnotes.com pela Alfred Publishing , a música é definida no tempo comum, com um ritmo moderado de 120 batidas por minuto. Está escrito na clave de Lá menor; A voz de Madonna se estende da nota baixa de G3 até a nota alta de C5. "Miles Away" tem uma sequência básica de Am-Em-G-F-Am-Em-G-F como sua progressão de acordes.[12] Liricamente, "Miles Away" retrata um relacionamento em crise. Madonna disse que não é difícil se expressar liricamente sem abrir mão de sua privacidade.[2] Embora Madonna tenha dito antes que a música é sobre Guy Ritchie, especula-se que em trechos da letra como: "Você sempre tem coração enorme quando estamos a 10.000 quilômetros de distância",[nota 1] ela aborda uma possível crise em seu relacionamento com Guy.[13]

Análise da crítica[editar | editar código-fonte]

Kerri Mason, da Billboard, chamou a música de uma balada harmoniosa que, junto com o single "4 Minutes", "pode ​​ser um dos seus melhores trabalhos até agora". Ela também disse que a música parecia familiar e a comparou com o remix de Timbaland do single de 2008, "Apologize".[7] Caryn Ganz, da Rolling Stone, acredita que a música tenha uma "melancolia aguda".[13] Stephen Thomas Erlewine, do Allmusic, considerou que "o coração gelado de 'Miles Away'" foi "um digno sucessor do single de Justin Timberlake, de 2006 'What Goes Around.../...Comes Around'".[14] Sal Cinquemani, da revista Slant, disse que a música tem a qualidade típica das produções de Timbaland e Justin Timberlake, e possui o "distinto e moderno selo da dupla, tornando Hard Candy mais do que apenas uma reminiscência de Donna Summer, Anita Ward e Quaaludes".[8] Chris William, da Entertainment Weekly, fez a observação de que "Miles Away" foi uma das "poucas confissões reais nessa pista de dança [Hard Candy]—o suficiente para dar forragem especulativa às abas". Ele também comparou a música com "What Goes Around ... / ... Comes Around".[15] Jim Farber, do Daily News, a descreveu como à música mais sedutora do álbum.[16]

Joan Anderman, do The Boston Globe, disse que a jornada de Madonna "de sedutora desavergonhada a estudante atenciosa não produz balada, mas alguns tons agridoces permanecem sob a superfície dessas músicas efusivas". Ele também disse que a música tem uma qualidade de paz de espírito.[9] Joey Guerra, do Houston Chronicle, elogiou as batidas galopantes e os vocais melódicos de "Miles Away" e disse que "soa como Madonna do final dos anos 80".[11] Alexis Petridis, do The Guardian, disse que Madonna canta "com o envolvimento emocional de uma navegação por satélite, sugerindo uma curva à direita na A23".[17] Miles Marshall Lewis, do The Village Voice, disse que com "Miles Away", Madonna chega mais perto "de refletir sobre sua felicidade (ou a falta dela) de se casar e ter filhos".[18] Tom Young, da BBC, chamou a música de "genuinamente boa, genuinamente sentida" e a comparou com algumas das outras canções de sucesso de Madonna, como "Holiday", "Into the Groove", "Ray of Light" e "Music".[10] Pete Paphides, do The Times, chamou a música de "excelente" e descreveu-a como "uma colisão de batidas acústicas e ritmo febrilmente alegre que beira o reggae".[19] Thomas Hauner, do PopMatters, disse: "A certa altura, o tédio do álbum é [...] tal que se supõe que Ashlee Simpson e Britney já tenham se negado a gravar o material porque até mesmo elas o consideraram redundante".[20]

Performance ao vivo[editar | editar código-fonte]

Madonna tocando violão enquanto canta "Miles Away" durante a Sticky & Sweet Tour.

Madonna tocou "Miles Away" durante a turnê promocional do Hard Candy e a Sticky & Sweet Tour (2008–09).[21] Na turnê promocional, Madonna tocou "Miles Away" como a segunda música do set list de seis músicas. Madonna usava um vestido preto com caudas pretas, calças de trilha e botas de salto alto e cordões. Ela tocou a música em pé na frente do microfone enquanto tocava violão.[22] Os cenários mostravam imagens gráficas de aviões saindo de Londres e chegando a Nova Iorque,[23] cartões de embarque e passaportes, além de aeroportos.[22]

Na turnê Sticky & Sweet, "Miles Away" foi realizado durante o segmento cigano do show. Madonna usava uma capa comprida Givenchy de inspiração cigana, sobre um vestido preto, com fitas de cor rosa no pescoço. Ela também usava meias pretas na perna.[24] Antes de começar a música, ela disse: "Isto é para todos que conhecem a luta dos relacionamentos de longa distância. Eu sei que você está por aí". Enquanto os dançarinos se reuniam e sentavam em círculo ao seu redor, Madonna subiu em uma plataforma, começou a tocar violão e incentivou a multidão a bater palmas e cantar junto. As telas transmitem outra mensagem à música, mostrando um fluxo de mapas do mundo e carimbos de passaporte e a história, bem como a jornada dos ciganos que viajam ao redor do mundo, contribuindo para a atmosfera dessa seção específica do show.[25] A performance ao vivo da música no River Plate Stadium de Buenos Aires, Argentina, foi gravada e lançada no álbum ao vivo, Sticky & Sweet Tour (2010).[26] Depois que a separação entre a cantora e Guy Ritchie foi anunciada, durante uma apresentação de "Miles Away" na parada de Boston da turnê, ela dedicou a música a pessoas que ela definiu como "emocionalmente retardadas". Ela então acrescentou: "Você pode conhecer algumas pessoas que se enquadram nessa categoria — Deus sabe que sim", sendo a linha uma provável referência ao próprio Ritchie, embora isso não tenha sido confirmado.[27]

Lista de faixas e formatos[editar | editar código-fonte]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Créditos adaptados das notas do Hard Candy.[1]

  • Madonna – compositora, produção vocal
  • Timbaland – produção, compositor
  • Justin Timberlake – produção, compositor, vocais de apoio, guitarra
  • Danja – produção, compositor
  • Demacio "Demo" Castellon – gravação, programação, mixagem de áudio
  • Marcella "Ms. Lago" Araica – gravação
  • Chris Gehringer – masterização de áudio
  • Ron Taylor – Pro Tools
  • Dan Warner – guitarra
  • Hannon Lane – teclados adicionais
  • Julian Vasquez – assistente de engenharia
  • Vadim Chislov – assistente de engenharia
  • Graham Archer – assistente de engenharia
  • Fareed Salamah – assistente de engenharia
  • Jose Castellon – assistente de gravação e mixagem
  • Joseph Castellon – assistente de gravação e mixagem

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, "Miles Away" figurou na parada Hot Dance Club Play e alcançando o número dois, atrás apenas do single "I Hate This Part" do Pussycat Dolls.[29] A música se tornou o nono lançamento de Madonna no topo da parada Hot Singles Sales, passando do número 31 para o topo e se tornando a primeira música número um da parada em 2009.[30] Ela estreou no número quinze na Hot Dance Airplay e alcançou o número um na edição de 27 de dezembro de 2008. Essa façanha deu a Madonna o sétimo single número um consecutivo na parada Hot Dance Aiplay, fazendo dela a artista com o maior número de singles em primeiro lugar nessa parada.[31] Na edição de 20 de dezembro de 2008, "Miles Away" estreou e alcançou o número 99 na parada Pop 100, mas caiu na semana seguinte.[32] A música estreou no número 90 no Canadian Hot 100. Na semana seguinte, saiu do gráfico, mas fez uma reentrada e subiu para os quarenta primeiros, chegando ao número 23 na edição de 13 de dezembro de 2008.[33] "Miles Away" ainda recebeu uma certificação de platina no Brasil e pela Pro-Música Brasil (PMB), após ter recebido 100 mil downloads digitais comprados legalmente em solo brasileiro.[34]

"Miles Away" alcançou a melhor recepção comercial no Japão, onde foi lançado como single promocional em 2008, após "4 Minutes".[35] A música atingiu o número sete no Japan Hot 100 em 30 de maio de 2008 e permaneceu na parada por 10 semanas.[36] Tornou-se o single mais vendido digitalmente em 2008 e recebeu certificações pela Recording Industry Association of Japan (RIAJ)— platina por 250,000 downloads digitais e platina dupla por pela comercialização de 500,000 truetones que continham a canção.[37][38] No 23º Japan Gold Disc Awards, "Miles Away" ganhou três prêmios como "Mastertone do ano", "Single Móvel do Ano" e "Single On-line do Ano".[39] Segundo o RIAJ, a música comercializou 681,000 downloads digitais até abril de 2009.[40]

Em 30 de novembro de 2008, a música entrou no UK Singles Chart no número 39, vendendo 5,643 downloads digitais.[41] Ele caiu para o número 68 na semana seguinte, até sair definitivamente do gráfico. Isso encerrou uma série de 63 singles consecutivos da cantora no top 20 do Reino Unido, estendendo-se de 1984 a 2008, quando "Miles Away" se tornou o primeiro single de Madonna (além do single de estréia "Everybody") a não se posicionar dentro do top 20 do Reino Unido.[42] A faixa estreou no número 39 no Dutch Top 40 em 20 de setembro de 2008 e atingiu o pico de número dez em 15 de novembro de 2008.[43] Na Austrália, o Thin White Duke Mix alcançou o número 28 no Australian Club Charts.[44] Na Espanha, "Miles Away" se tornou seu terceiro single consecutivo do Hard Candy a alcançar o número um na parada oficial de singles.[45] Em outros países, "Miles Away" alcançou o topo das quarenta primeiras paradas oficiais.[46]

Tabelas semanais[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. No original: "You always have the biggest heart when we're 6,000 miles apart".

Referências

  1. a b (2008) Créditos do Notas do encarte Hard Candy. Warner Bros. Records.
  2. a b c Stevenson, Jane. «The JAM! Madonna interview». Jam! (em inglês). Canadian Online Explorer 
  3. Gannon, Elle. «From the ELLE archive: Madonna». Elle (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  4. Sischy, Ingrid. «Madonna: the one and only, on her life unchained». Interview (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  5. Moran, Jonathan. «Madonna shows her soft side». The Daily Telegraph (em inglês). Sydney. Consultado em 24 de abril de 2019 
  6. a b c Vineyard, Jennifer; Norris, John. «Madonna And Justin Timberlake Say Their 'Shrink Sessions' Led To Hard Candy's 'Personal' Feel». MTV News. Consultado em 24 de abril de 2019 
  7. a b Mason, Kerri. «The Billboard Reviews: Madonna 'Hard Candy'» (PDF). Billboard (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  8. a b Cinquemani, Sal. «Madonna: Hard Candy | Music Review». Slant Magazine (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  9. a b Anderman, Joan. «On her 11th CD, Madonna still has control issues». Boston Globe (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  10. a b Young, Tom. «Easy to chew, Hard Candy is everything you'd hope for from a Madonna album» (em inglês). BBC. Consultado em 24 de abril de 2019 
  11. a b Guerra, Joey. «Big-name help, production mostly a success». Houston Chronicle (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  12. «Madonna 'Miles Away' Sheet Music». Musicnotes.com. Consultado em 24 de abril de 2019 
  13. a b Ganz, Caryn. «Madonna: Hard Candy review». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  14. Erlewine, Stephen Thomas. «Hard Candy > Review» (em inglês). AllMusic. Consultado em 24 de abril de 2019 
  15. Williams, Chris. «Hard Candy (2008)». Entertainment Weekly (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  16. Farber, Jim. «Madonna's 'Sticky & Sweet' setlist». Daily News (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  17. Alexis Petridis. «Madonna, Hard Candy». The Guardian (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  18. Lewis, Miles Marshall. «A half-centenarian provides more porny pop excellence». The Village Voice (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  19. Paphides, Pete. «Madonna: Hard Candy». The Times (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  20. Hauner, Thomas. «Madonna | Hard Candy». PopMatters (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2019 
  21. «Madonna's 'Sticky & Sweet' world tour secrets revealed». NME (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2018 
  22. a b Rodman, Sarah. «Madonna Opens Up "Candy" Shop». Boston Globe (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2018 
  23. Nagle, Michael. «On Throne, Onstage, Online and on Cellphone». The New York Times (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2018 
  24. Serpe, Gina. «Givenchy Outfits Madonna Tour» (em inglês). E!. Consultado em 28 de junho de 2018 
  25. Ganz, Caryn. «Madonna's Sticky & Sweet Tour Rolls Into New York With Reworked Hits, Virtual Britney». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2018 
  26. Erlewine, Stephen Thomas. «The Sticky & Sweet Tour» (em inglês). AllMusic. Consultado em 28 de junho de 2018 
  27. Leach, Ben. «Madonna takes swipe at Guy Ritchie». The Daily Telegraph (em inglês). Consultado em 28 de junho de 2018 
  28. a b c d e f g «Madonna – Miles Away (Tracklisten)» (em inglês). Tracklisten. Consultado em 19 de junho de 2014 
  29. Trust, Gary. «Ask Billboard: Madonna, Yoko Ono, Gospel». Billboard (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2012 
  30. a b Bronson, Fred. «Madonna, Pussycat Dolls, Beyonce». Billboard (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2012 
  31. Bronson, Fred. «Straight No Chaser, Elvis Presley, Madonna, Brandy». Billboard (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2012 
  32. a b «Madonna (Pop Songs)» (em inglês). Billboard. Consultado em 19 de junho de 2014 
  33. a b «Madonna (Canadian Hot 100)» (em inglês). Canadian Hot 100. Consultado em 19 de junho de 2014 
  34. a b «Certificações (Brasil) (single) – Madonna – Miles Away». Pro-Música Brasil. Consultado em 19 de dezembro de 2019 
  35. «『ハード・キャンディー』絶好調!日本のセカンドシングル曲が決定!» (em japonês). Warner Music Japan. PCS-824. Consultado em 24 de abril de 2012 
  36. a b «Madonna (Japan Hot 100)» (em inglês). Billboard. Consultado em 19 de junho de 2014 
  37. a b «Certificações (Japão) (single) – Madonna – Miles Away» (em japonês). Recording Industry Association of Japan 
  38. a b «Japanese Sales and Certification – July 2008» (em japonês). Recording Industry Association of Japan. Consultado em 24 de abril de 2012 
  39. «The 23rd Japan Gold Disc Award 2009» (em inglês). Recording Industry Association of Japan. Consultado em 24 de abril de 2012 
  40. a b Schwartz, Rob. «Found In Translation». Billboard (em inglês). 121. 12 páginas. ISSN 0006-2510. Consultado em 24 de abril de 2012 
  41. «Madonna scores lowest charting single over 20 years». NME (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2012 
  42. a b «Madonna – Miles Away (UK Singles Chart)» (em inglês). UK Singles Chart. Consultado em 19 de junho de 2014 
  43. a b «Madonna – Miles Away (Dutch Top 40)». Media Markt Top 40. Consultado em 4 de dezembro de 2019 
  44. a b «Madonna – Miles Away (Australian Dance Charts)» (PDF) (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 19 de junho de 2014 
  45. a b «Madonna – Miles Away (Productores de Música de España)» (em inglês). Productores de Música de España. Consultado em 19 de junho de 2014 
  46. a b «Madonna – Miles Away (Ö3 Austria Top 40)» (em inglês). Ö3 Austria Top 40. Consultado em 19 de junho de 2014 
  47. «Madonna – Miles Away (GfK Entertainment Charts)» (em inglês). GfK Entertainment Charts. Consultado em 11 de janeiro de 2018 
  48. «Madonna – Miles Away (Ultratop 50)» (em inglês). Ultratop 50. Consultado em 19 de junho de 2014 
  49. «Madonna – Miles Away (Ultratop 40)» (em inglês). Ultratop 40. Consultado em 19 de junho de 2014 
  50. «Madonna – Miles Away (The Official Charts Company)» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 11 de janeiro de 2018 
  51. «Madonna – Miles Away (IFPI Slovenská Republika)» (em inglês). IFPI Slovenská Republika. Consultado em 19 de junho de 2014 
  52. «Madonna (Dance/Mix Show Airplay)». Billboard (em inglês). Consultado em 23 de janeiro de 2019 
  53. «Madonna (Dance Club Songs)» (em inglês). Billboard. Consultado em 4 de maio de 2016 
  54. «Madonna – Miles Away (IFPI Finlândia)» (em inglês). Pop Songs. Consultado em 19 de junho de 2014 
  55. «Madonna – Miles Away (Syndicat National de l'Édition Phonographique)» (em inglês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 19 de junho de 2014 
  56. «Madonna – Miles Away (Rádiós Top 40)». Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége (em húngaro). Consultado em 23 de janeiro de 2019 
  57. «Madonna – Miles Away (Federazione Industria Musicale Italiana)» (em inglês). Federazione Industria Musicale Italiana. Consultado em 19 de junho de 2014 
  58. «Madonna – Miles Away (Single Top 100)» (em inglês). MegaCharts. Consultado em 10 de novembro de 2017 
  59. «Madonna – Miles Away (IFPI Česká Republika)» (em inglês). IFPI Česká Republika. Consultado em 19 de junho de 2014 
  60. «Madonna – Miles Away (Romanian Top 100)» (em inglês). Romanian Top 100. Consultado em 26 de dezembro de 2017 
  61. {{cite web|língua=ru|publicado=Tophit|url=http://www.tophit.ru/ru/tracks/16128/view%7Ctítulo=Madonna – Miles Away (Tophit)|acessodata=30 de abril de 2016}
  62. «Madonna – Miles Away (Sverigetopplistan)» (em inglês). Sverigetopplistan. Consultado em 19 de junho de 2014 
  63. «Madonna, Justin Timberlake e Timbaland – 4 Minutes (Schweizer Hitparade)» (em inglês). Schweizer Hitparade. Consultado em 19 de junho de 2014 
  64. «Dance/Club Songs – Year End 2009». Billboard (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2012 
  65. «The Year in Music 2009» (PDF). Billboard (em inglês). p. 107. Consultado em 24 de abril de 2012 
  66. «European Hot 100 – Year End 2009». Billboard (em inglês). Consultado em 24 de abril de 2012 
  67. «Éves összesített listák Rádiós TOP 100, 2009» (em húngaro). Mahasz. Consultado em 24 de abril de 2012 
  68. «2008 Year End Chart Dutch» (em neerlandês). MegaCharts. Hung Medien. Consultado em 24 de abril de 2012 
  69. «Airplay Detection Tophit 200 Yearly – 2009» (em russo). Tophit. Consultado em 24 de abril de 2012