Trazodona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Trazodona
Alerta sobre risco à saúde
Trazodone.svg
Trazodone-from-HCl-xtal-3D-balls.png
Identificadores
Número CAS 19794-93-5
Propriedades
Fórmula química C19H22ClN5O
Massa molar 371.86 g mol-1
Farmacologia
Via(s) de administração via oral
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Cloridrato de trazodona é um antidepressivo derivado da triazolopiridina que difere dos atuais antidepressivos atualmente disponíveis, pertence a classe dos antidepressivos atípicos.[1] Embora a trazodona apresente certa semelhança com os benzodiazepínicos, fenotiazinas e antidepressivos tricíclicos, seu perfil farmacológico é único e difere destas classes de drogas.

Indicações[editar | editar código-fonte]

Contraindicações[editar | editar código-fonte]

Pacientes com hipersensibilidade à trazodona e no período de recuperação do infarto agudo do miocárdio.

Outros usos[editar | editar código-fonte]

Pesquisas com animais, indicam que a trazodona combinada com dibenzoilmetano (DBM) pode interromper a morte de células do cérebro e impedir o avanço de várias doenças neurodegenerativas. Pesquisadores pretendem iniciar o ensaio clinico em paciente com demência.[2][3]

Estudo publicado em fevereiro de 2019 sugere que a Trazodona não está associada a superior redução do risco de demência em relação ao uso de outros antidepressivos.[4]

Nomes comerciais[editar | editar código-fonte]

  • Donaren, (APSEN).
  • Triticum[5]
  • Loredon (Laboratório Torrent)

Referências

  1. Goodman & Gilman, Louis S. Goodmam; Alfred G. Gilman (2005). As Bases Farmacológicas da Terapêutica 10 ed. Rio de Janeiro: McGraw-Hill. p. 347. ISBN 85-86804-28-2 
  2. «Scientists discover two repurposed drugs that arrest neurodegeneration in mice». University of Cambridge (em inglês). 20 de abril de 2017. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  3. «Cientistas descobrem duas drogas capazes de frear avanço da demência». O Globo. 20 de abril de 2017. Consultado em 28 de setembro de 2020 
  4. «Impact of Trazodone on Dementia Risk: New Data». Medscape. Consultado em 30 de agosto de 2019 
  5. «2. Sistema Nervoso Central / 2.9. Psicofármacos / 2.9.3. Antidepressores / Tricíclicos e afins / Trazodona». Consultado em 21 de Março de 2012