Tofenacina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Tofenacina
Alerta sobre risco à saúde
Tofenacin structure.png
Nome IUPAC N-methyl-2-[(2-methylphenyl)(phenyl)methoxy]ethanamine
Identificadores
Número CAS 15301-93-6
PubChem 25315
DrugBank DB00875
ChemSpider 23647
SMILES
Propriedades
Fórmula química C17H21NOS
Massa molar 287.41 g mol-1
Farmacologia
Via(s) de administração oral
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Tofenacina é um medicamento antidepressivo que foi desenvolvido e comercializado no Reino Unido e na Itália, respectivamente, em 1971 e 1981, pela Brocades-Stheeman & Pharmacia (agora parte da Astellas Pharma). Possui estrutura semelhante à dos antidepressivos tricíclicos.[1][2][3] Ele atua como um inibidor da recaptação da serotonina-norepinefrina (SNRI),[4] e, com base em sua estreita relação com a orfenadrina, também pode possuir propriedades anticolinérgicas e anti-histamínicas. A tofenacina também é o principal metabólito ativo da orfenadrina e provavelmente desempenha um papel em seus efeitos contra os sintomas depressivos observados em pacientes com doença de Parkinson.[5][6]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Index Nominum 2000: International Drug Directory. Taylor & Francis US. [S.l.: s.n.] 2000. ISBN 978-3-88763-075-1 
  2. J. Buckingham (1996). Dictionary of organic compounds: Chemical Abstracts Service registry number index. CRC Press. [S.l.: s.n.] ISBN 978-0-412-54090-5 
  3. Pharmaceutical Manufacturing Encyclopedia, 3rd Edition. Elsevier. [S.l.: s.n.] 15 de janeiro de 2013. ISBN 978-0-8155-1526-5 
  4. Gwynn Pennant Ellis; Geoffrey Buckle West (1 de janeiro de 1978). Progress in Medicinal Chemistry. Elsevier. [S.l.: s.n.] ISBN 978-0-7204-0655-9 
  5. Capstick N, Pudney H (1976). «A comparative trial of orphenadrine and tofenacin in the control of depression and extrapyramidal side-effects associated with fluphenazine decanoate therapy». The Journal of International Medical Research. 4: 435–40. PMID 800383. doi:10.1177/030006057600400610 
  6. Altamura AC, Mauri MC, De Novellis F, Percudani M, Vampini V. «Residual neuroleptic-induced parkinsonian symptoms in schizophrenia. A naturalistic study with orphenadrine». Pharmacopsychiatry. 22: 246–9. PMID 2616635. doi:10.1055/s-2007-1014608 
Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.