Clodoaldo (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Clodoaldo Tavares de Santana)
Ir para: navegação, pesquisa
Clodoaldo
Clodoaldo
Clodoaldo em 2013
Informações pessoais
Nome completo Clodoaldo Tavares Santana
Data de nasc. 25 de setembro de 1949 (64 anos)
Local de nasc. Itabaiana (SE), Brasil
Altura 1,74 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Volante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1965–1979
1980
1981
Brasil Santos
Estados Unidos Tampa Bay Rowdies
Brasil Nacional-AM
00510 000(13)
Seleção nacional
1966–1974 Brasil Brasil 00051 0000(3)

Clodoaldo Tavares de Santana, mais conhecido como Clodoaldo, (Itabaiana, 25 de setembro de 1949) é um ex-futebolista brasileiro.

Clodoaldo jogou ao lado de muitos dos seus ídolos de infância. Santista desde criança[carece de fontes?], ele iniciou sua trajetória na Vila Belmiro com treze anos, quando começou a atuar nas categorias de base do clube.

Clodoaldo é considerado por muitos como um volante habilidoso, que marcava bem nos dois lados do campo e era eficiente no apoio ao ataque. Jogou a maior parte da sua carreira no Santos, onde marcou treze gols em 510 partidas.

Seus primeiros jogos no time principal do Santos, em 1966, foram durante uma excursão pela América do Sul. Já em 1967, com apenas dezessete anos, tornou-se titular do time ao substituir Zito.

Nos catorze anos em que atuou equipe santista, Clodoaldo ajudou o Santos a conquistar cinco Campeonatos Paulistas: (Campeonato Paulista de 1967, 1968, 1969, 1973 e 1978), o Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1968, a Supercopa Sulamericana dos Campeões Intercontinentais de 1968 e a Recopa Intercontinental de 1968.

Convocado para a Copa do Mundo de 1970, foi titular e campeão, marcando um gol no Uruguai. Na edição seguinte, em 1974, acabou cortado antes da lista final de inscritos por contusão, e o atacante Mirandinha o substituiu.[1]

Praticamente finalizou sua carreira aos 29 anos, logo após uma cirurgia realizada em seu joelho esquerdo. Depois que parou de jogar, Clodoaldo manteve sua relação com o Santos ocupando cargos como diretor, vice-presidente e gerente de futebol.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]