US F1 Team

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

US F1 Team é uma equipe norte americana que esteve inscrita para disputar a temporada de 2010 de Fórmula 1.[1] Devido a problemas financeiros para concluir o carro, a equipe desistiu da inscrição e acabou sendo banida da categoria.

História[editar | editar código-fonte]

Os idealizadores da equipe foram o jornalista americano Peter Windsor e o engenheiro automobilístico Ken Anderson, responsáveis também pela equipe Haas CNC Racing da NASCAR.

A ideia inicial era criar uma equipe de Fórmula 1 apenas com pilotos americanos. Danica Patrick foi cogitata para integrar a equipe para a temporada de 2010.[2] Além de Danica, foi demonstrado o interesse no piloto Marco Andretti, da Indy. Também houve interesse em Scott Speed, que correu a temporada de 2006 e a metade da temporada de 2007 da F1 pela Scuderia Toro Rosso, bem como em Kyle Busch, piloto da NASCAR.[carece de fontes?]

Em 30 de outubro de 2009 a equipe chegou a anunciar que utilizaria as instalações do Motorland Aragon, na Espanha, como base pra testar e desenvolver o carro.[3]

No dia 25 de janeiro de 2010 a equipe anunciou o argentino José María López como um de seus pilotos para sua primeira temporada na Fórmula 1.[4]

Contrariando as expectativas, a FIA anunciou no dia 3 de março de 2010 que recebeu um comunicado da equipe informando não poder competir na temporada 2010 devido a problemas financeiros.[5]

Em junho de 2010 a equipe foi multada e banida de participar da Fórmula 1 por ter desistido de disputar a temporada 2010. De acordo com o Conselho Mundial de Esporte a Motor a USF1 infringiu o código esportivo da FIA.[6]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Automobilismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.