Ulbra TV

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ulbra TV
Rede ULBRA de Comunicação Ltda.
Logotipo da emissora
Tipo Rede de televisão aberta
País  Brasil
Fundação 26 de novembro de 2004 (10 anos)
Pertence a ULBRACOM (Universidade Luterana do Brasil)
Proprietário Universidade Luterana do Brasil
Cidade de origem Rio Grande do Sul Canoas, RS
Sede Bandeira canoas.png Canoas, RS
Rua Farroupilha, 8001 - Bairro São José
Estúdios Bandeira canoas.png Canoas, RS
Rua Farroupilha, 8001 - Bairro São José
Slogan Formar, Informar e Divertir
Afiliações TV Cultura
Cobertura Sistema analógico, a cabo e via internet.
Emissoras afiliadas Ver lista completa
Cobertura internacional Uruguai
Página oficial www.ulbratv.com.br
Disponibilidade aberta e gratuita
Analógico
Digital
Disponibilidade por cabo
NET
Canal 21 (Porto Alegre)
TVN
Canal 16 (São Luís)
Canal 19 (Canoas)
TCM
Canal 81
Viacabo
Canal 16 (Cachoeiro de Itapemirim)
Multimidia TV
Canal 52
Disponibilidade digital
Streaming
assistir ao vivo

Ulbra TV é uma emissora de televisão brasileira com sede em Canoas. Foi a primeira rede nacional com sede no Rio Grande do Sul. Pertence à Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), a quarta maior universidade do Brasil. Em 2014, a emissora deixou de ser uma rede independente para se tornar afiliada da TV Cultura.

História[2] [editar | editar código-fonte]

No dia 26 de novembro de 2004, nas residências da Região Metropolitana de Porto Alegre, entrava no ar uma emissora que seria uma alternativa às grandes redes de televisão. Era o começo da Ulbra TV.

O começo[editar | editar código-fonte]

O início foi experimental, com programas jornalísticos locais e outros produzidos pela STV (Senac São Paulo). Esse momento, contudo, durou pouco. Já em 1 de maio de 2005, uma nova fase da Ulbra TV destacava programas locais e apresentava as primeiras séries na faixa “Do Baú” e filmes dublados na versão brasileira, e no “Cine 48”. “A Feiticeira”, “Família Buscapé”, “Perdidos no Espaço”, “Chaves” e “MacGyver” eram algumas das séries exibidas na época. No mês seguinte, em 2 de junho, mais um avanço: a TV passa a transmitir sua programação 24 horas por dia. 14 dias depois, no aniversário da Universidade Luterana do Brasil, seus então 80 funcionários comemoravam oficialmente o lançamento do novo canal. Eles produziam 6,5 horas do que ia ao ar diariamente, entre as 27 atrações da grade de programação.

Nessa época, a rádio Pop Rock se aproximou do vídeo ao colocar no ar “Pop Rock na TV”. Entre a miríade de programas locais, uma diversidade de assuntos: o automobilístico “Motor & Cia”, os jovens “Garagem” (música) e “Mistura Fina” (entrevistas), os artísticos “Oficina de Arte” (artes visuais) e “Boca de Cena” (teatro), “Start Game”, “Ulbratech”, “Ecotrip” e “Manobra” (esportes radicais), “Saúde em Foco”, “Fato” (informativo), entre outros.

Nesse período, o slogan do mais novo canal gaúcho era “A TV que vê diferente”, pois tinha como público-alvo os jovens, sempre afeito às novidades.

Nova fase: sinal via satélite para todo o Brasil[editar | editar código-fonte]

À medida que diversificava a programação e conquistava outros públicos, principalmente com as séries e os filmes clássicos, a diretoria do canal repensou seu propósito. A Ulbra TV passou a ser completamente gaúcha por ter-se tornado, com a venda da TV Guaíba para uma grande rede brasileira, o único canal da região metropolitana de Porto Alegre estritamente local e desvinculado dos grandes conglomerados de comunicação.

Mais uma vez em homenagem à Ulbra, no dia do aniversário da universidade, a emissora inaugurou sua primeira retransmissora, em Jaguarão (canal 6). Hoje em dia, a Ulbra TV, com sede em Canoas, possui 23 repetidoras no Rio Grande do Sul e marca presença em Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso e Bahia. Via satélite BrasilSat B4, chega a toda a América Latina.

Em 2007, com sede nova, a Ulbra TV comemorou seus três anos junto a importantes nomes da comunicação gaúcha: Bibo Nunes, Marley Soares, Maria do Carmo Bueno, Luiz Carlos Reche e José Silvas, que estrearam os primeiros programas ao vivo, trazendo mais inovação à programação desta TV completamente gaúcha.

Um dos principais destaques dessa nova fase foi a estreia do primeiro telejornal diário ao vivo da emissora, no dia 2 de maio daquele ano, então com apresentação de Maria do Carmo Bueno.

Também em 2007 estreava o “Prédio 11”, programa produzido pelo Núcleo de Produção Audiovisual do Curso de Comunicação Social da Ulbra e apresentado pelos alunos da universidade.

No ano de 2008, o slogan da emissora passou a ser “Uma TV para Todos”, devido à multiplicidade de atrações: desenhos atuais e clássicos; os grandes sucessos do cinema e os maiores astros e estrelas nas sessões de filmes; séries aclamadas pelo público e pela crítica; jornalísticos que deixam sempre o povo gaúcho atualizado; além dos já tradicionais programas de variedades da casa. No mesmo ano, uma outra mudança: o programa sobre automobilismo passava a se chamar “Ulbra Motors”, com apresentação de Paulo Bogado.

O ano de 2009 foi, entretanto, mais especial para a Ulbra TV. Era o ano do quinto aniversário da emissora, meia década fazendo uma programação alternativa para os gaúchos. Um ano cheio de comemorações e da certeza de que a emissora se consolidava ainda mais.

A principal comemoração foi a entrada da Ulbra TV na teledramaturgia, em dezembro, com a exibição de sua primeira minissérie, a “Parada 90″, mais um espaço para o mercado audiovisual local. Com direção e roteiro de Maurício Gyboski e trazendo no elenco jovens talentos locais, como Pedro Tergolina e Nadinne de Oliveira, e os consagrados atores gaúchos Rogério Beretta, Artur José Pinto, Nadya Mendes e Ingra Liberato, “Parada 90” foi a grande atração dos cinco anos da emissora.

2010 continuou sendo um ano de mudanças e estreias na emissora. Duas delas no mês de abril: os “Pingos de Café na TV” e o “Repórter Universitário”. O primeiro programa leva drops diários ao vivo, de cinco minutos, direto dos estúdios do Cafezinho, na Pop Rock. Já o “Repórter Universitário” é a consolidação do projeto de ligação entre faculdade e TV. O programa trata de pesquisas realizadas dentro da universidade, mostrando ainda suas repercussões sociais. Produzido e apresentado pelo estudante de jornalismo Rafael Freitas, o RU é um programa estilo grande reportagem, onde um único tema é visto por vários ângulos.

Ainda no primeiro semestre, o “Ulbra Motors” voltou repaginado com novo apresentador, Celso Ferlauto, e novo nome, “Ulbra Motors – Veículos e velocidade”, sempre trazendo as grandes novidades do mercado automobilístico. Em setembro do mesmo ano, a Ulbra TV passa a ser parceira da Rede Bandeirantes, passando a exibir matérias produzidas pela equipe de reportagem da emissora e as novelas "Os Imigrantes" e "Meu Pé de Laranja Lima".

No dia 8 de outubro de 2012, a Ulbra TV ganhou mais uma afiliada, a TV Cidade Joaçaba, que tem sinal para região meio-oeste catarinense, através de canal por assinatura.

Em 2013, o sinal da emissora via satélite sai do ar, deixando suas retransmissoras pelo Brasil sem sinal. A Ulbra TV sai da sua sede em Porto Alegre, retornando para o campos da universidade em Canoas.

Afiliação com a TV Cultura[editar | editar código-fonte]

Em 18 de dezembro de 2013, a direção da Ulbra TV assinou contrato com a TV Cultura e a partir de 6 de janeiro de 2014, a emissora da Universidade passa a ser a nova afiliada da Cultura, passando a exibir os programas da grade da emissora da Fundação Padre Anchieta.

Com a afiliação, os antigos programas locais saem da emissora e apenas o Cadeira Cativa permanece na grade, juntamente com o Toque de Vida, o único programa produzido pela emissora que permanece no ar desde sua fundação[3] . Mais tarde, em abril de 2014, é criado o jornalístico Conexão RS.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

A Ulbra TV responde à vice-reitoria da Universidade Luterana do Brasil.

  • Diretores
    • Geral: Mauro Borba
  • Gerentes:
    • Comercial: Irajá Freitas
    • Programação: Rafaela Mangeon
    • Técnico: Juliano Bernardi
  • Coordenadores:
    • Produção: Maressah Sampaio
    • Operações: Paulo Luís Lindner
  • Editor Chefe:
    • Conexão RS: Guilherme Rockett

Cobertura[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ulbra TV. Histórico - Ulbra TV. Visitado em 14 de março de 2012.
  2. Ulbra TV. Histórico - Ulbra TV. Visitado em 14 de março de 2012.
  3. Toque de Vida. Visitado em 29 de abril de 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Rede Manchete
Canal 48 UHF de Porto Alegre
2004 - presente
Sucedido por
-