Culinária da Coreia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cozinha coreana)
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «Korean cuisine» na Wikipédia em inglês. Ajude e colabore com a tradução.
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «Gastronomía de Corea» na Wikipédia em espanhol. Ajude e colabore com a tradução.
Culinária da Coreia
Nome em coreano
Hangul 한국요리 ou 한식
Hanja 韓國料理 ou 韓食
Romanização Revisada Hanguk yori ou Hansik
McCune-Reischauer Hanguk yori ou Hansik

A culinária da Coreia conhecida hoje desenvolveu-se através de séculos de mudanças sociais e políticas. Com origem nos mitos e lendas e nas tradições agrícolas e nômades antigas na península coreana e no sul da Manchúria, a cozinha coreana incorporou uma complexa interação entre ambiente natural e tradições culturais.

A culinária coreana é bastante baseada em arroz, tofu, vegetais, carnes e macarrões. As refeições coreanas tradicionais são conhecidas como "pequenos pratos"(반찬, banchan) que acompanham o arroz de grãos curtos cozido a vapor. O kimchi é quase sempre servido em cada refeição. Ingredientes comumente utilizados incluem óleo de gergelim, doenjang(pasta de feijão fermentada), molho de soja, sal, alho, gengibre, flocos de pimenta, gochujang(pasta de pimentão vermelho fermentada) e repolho.

Os ingredientes e os pratos variam entre as províncias. Há um significativo número de pratos regionais que se tornaram tanto nacionais quanto regionais. Muitos pratos regionais tornaram-se nacionais e os pratos que outrora foram apenas regionais se proliferaram em diferentes variações em todo o país. A cozinha coreana da corte real trouxe uma vez todas as especialidades regionais únicas para a família real. As refeições são reguladas pela etiqueta cultural coreana.

História[editar | editar código-fonte]

Culturas pré-históricas[editar | editar código-fonte]

No período da cerâmica Jeulmun que data de aproximadamente 8000 - 1500 a.C, as sociedades eram de caçadores-coletores dedicadas à pesca e à caça, enquanto a agricultura só começou nas fases posteriores.[1] Desde o início do período da cerâmica Mumun(1500 a.C), as tradições agrícolas começava a se desenvolver com novos grupos imigrantes do rio Liao, fundado na Manchúria. Durante o período Mumun o população cultivava milho, cevada, trigo, feijão e arroz, além de ter continuado a caçar e a pescar. Restos arqueológicos indicam o desenvolvimento da fermentação neste período e o contato com culturas nômades do norte facilitou a domesticação dos animais.

Período dos três reinos - Dinastia Goryeo[editar | editar código-fonte]

Em um mural de Gakjeochong (각저총 "Túmulos dos Lutadores"),[2] um túmulo da época Goguryeo construído por volta do século V mostra um nobre da época tendo uma refeição com duas senhoras.[3]

Período Joseon[editar | editar código-fonte]

Século XX - período atual[editar | editar código-fonte]

A spicy stew in a pot
Budae jjigae, um guisado picante originado durante a Guerra da Coreia.

Comidas diversas[editar | editar código-fonte]

Grãos[editar | editar código-fonte]

Cooked rice sprinkled with four pieces of dried grape and cooked three chestnut in a black stone pot
Dolsotbap, arroz cozido em panela de pedra (dolsot).

Os grãos eram e ainda são agora um das comidas as mais importantes da dieta coreana. Mitos das fundações de vários reinos na Coréia são focalizados em grãos. Um mito de fundação refere-se a Jumong, que recebeu sementes de cevada de duas pombas, enviadas por sua mãe depois de estabelecer o reino de Goguryeo.[4] Em um outro mito, havia três divindades e fundadores da Ilha Jeju, que estavam preparados ser casado com as três princesas de Tamna. As divindades trouxeram sementes de cinco tipos de grãos que foram as primeiras sementes plantadas, e foi a primeira instância da agricultura.[5]

Durante a era pré-moderna, grãos como a cevada e o painço foram os principais alimentos básicos e foram complementados por trigo, sorgo e trigo-sarraceno. Arroz não é uma safra indígena para a Coréia, e milheto foi provavelmente o grão preferido antes arroz foi cultivado. Arroz tornou-se o grão escolhado durante o período dos Três Reinos, particularmente nos Reinos Silla e Baekje nas regiões do sul da península. Arroz era uma comodidade tão importante em Silla que ele foi usado para pagar impostos. A palavra sino-coreana para "imposto" é um carácter composto que utiliza o carácter da planta de arroz. A preferência para o arroz aumentou até o período de Joseon, quando novos métodos de cultivo e novas variedades surgiram, ajudando aumentar a produção.[6]


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido. Ajude e colabore com a tradução.

Legumes[editar | editar código-fonte]

A wheat noodles with a cold white broth in a stainless bowl
Kongguksu, um prato de macarrão frio com caldo feito de feijão de soja moída.
A salad consisting of slices of half transparent jelly-like food and vegetables
Tangpyeongchae, um prato feito com nokdumuk (uma geleia de amido de feijão-mungo) e legumes

Carne e peixekkooa[editar | editar código-fonte]

Um prato feito com carne de cachorro na Coreia do Sul

Peixes e frutos do mar[editar | editar código-fonte]

Uma tigela de gejang, caranguejos marinados em molho de soja de vários banchan.

Vegetais[editar | editar código-fonte]

Etiqueta[editar | editar código-fonte]

Pauzinhos coreanos e colher feitos de aço inoxidável.

Cozinha da corte[editar | editar código-fonte]

Um modelo da cozinha real no parque temático Dae Jang Geum, na Coreia do Sul.

Cozinha regional[editar | editar código-fonte]

Uma refeição tradicional em Kaesong, Coreia do Norte.

Cozinha vegetariana[editar | editar código-fonte]

Uma variedade de bap (arroz) e banchan num restaurante vegetariano em Anguk-dong, Seul, Coreia do Sul.

Cozinha budista[editar | editar código-fonte]

Cozinha templária coreana em Sanchon, um restaurante localizado em Insadong, Seul.

Bebidas[editar | editar código-fonte]

Não alcoólicas[editar | editar código-fonte]

Daechu cha (chá jujuba)

Bebidas alcoólicas[editar | editar código-fonte]

Uma tigela de makgeolli, um tipo de takju

Pratos preparados[editar | editar código-fonte]

Sopas[editar | editar código-fonte]

Tteokguk, sopa feita com tteok e bolinho de arroz.
Mul naengmyeon com mandu
Bulgogi, um prato grelhado coreano; a carne e os vegetais mostrados aqui ainda não foram grelhados.

Comida de estrada[editar | editar código-fonte]

Bandeja de gimbap cortado

Anju (Pratos para acompanhar bebidas alcoólicas)[editar | editar código-fonte]

Sobremesas[editar | editar código-fonte]

Vários hahngwa

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Baek Un-hwa (백운화). Inje Food Science Forum (인제식품과학 FORUM), "Part 3 Status quo and prospect about the industrialization of Korean traditional beverages (제 3 주제 전통 음청류의 산업화 현황과 전망)" taken from [1] on 2008-06-15. pp. 75~95.
  • Coultrip-Davis, Deborah, Young Sook Ramsay, and Deborah Davis (1998). Flavors of Korea: Delicious Vegetarian Cuisine. Tennessee: Book Publishing Company. ISBN 1570670536. ISBN 9781570670534.
  • Cost, Bruce. Asian ingredients: a guide to the foodstuffs of China, Japan, Korea, Thailand, and Vietnam. New York: Harper Perennial, 2000. ISBN 0-06-093204-X
  • Crawford, Gary W. (2006) East Asian Plant Domestication. In Archaeology of East Asia, edited by Miriam Stark. Wiley-Blackwell, 2006

ISBN 1405102136

  • Food in Korea, "Jontongjoo - Kinds of Traditional Liquors" taken from [2]
  • Fritscher, Lisa. "Korean Food Basics: What You Might Find On A Korean Food Menu" taken from [3] on 2007-11-17.
  • Herskovitz, Jon. Reuters, "North Korean beer: great taste, low proliferation risk", Mar 9, 2008, taken from [4]
  • Hopkins, Jerry. Extreme Cuisine: The Weird & Wonderful Foods that People Eat, Singapore: Tuttle Publishing, 2004.
  • Korea Agro-Fisheries Trade Corporation. "Introduction of Eumcheongryu" taken from [5] on 2008-05-22.
  • Korea Tourism Organization. "Experience Royal Cuisine" taken from [6] on 2008-06-13.
  • Korean cuisine. Partes deste artigo são traduzido da página em inglês [7].
  • Koryǒsa, The History of the Koryǒ Dynasty, Seoul, 1990.
  • National Assembly of the Republic of Korea. "King Sejong's Humanism" taken from [8] on 2008-06-10.
  • Marks, Copeland. The Korean Kitchen: Classic Recipes from the Land of the Morning Calm. San Francisco: Chronicle Books, 1993.
  • O'Brien, Betsy. Let's Eat Korean Food. Elizabeth, NJ:Hollym, 1997. ISBN 1-56591-071-0
  • Pettid, Michael J., Korean Cuisine: An Illustrated History, London: Reaktion Books Ltd., 2008.
  • Sohn Gyeong-hee (손경희). Inje Food Science Forum (인제식품과학 FORUM), "Part 1 HIstorical overview of Korean traditional eumcheongryu (제 1 주제 한국 전통 음청류의 역사적 고찰)" taken from [9] on 2008-06-16.
  • The Academy of Korean Studies. "농사직설(農事直說), Nongsa jikseol" taken from [10] on 2008-06-10.
  • The Chosun Ilbo. "Hanjeongsik, a full-course Korean meal" taken from [11] on 2008-06-11.
  • The Korea Economic Daily, "Brew master.. the only beer in the world" (브루 마스터 .. 세계 유일의 맥주) taken from [12]
  • Yi Kyubo, Tongmyǒng-wang p'yǒn' (The lay of King Tongmyǒng) in Tongguk Yi Sangguk chip (The Collected Works of Minister Yi of the Eastern Country), Seoul, 1982.
  • Yi Yang-Cha, and Armin E. Möller (1999). Koreanisch vegetarisch: Die kaum bekannte, fettarme, phantasievolle und küchenfreundliche Art asiatisch zu kochen (Korean Vegetarian: Almost Unknown, Low Fat, Creative and Kitchen-friendly Way of Asian Cooking). ISBN 3775004572. ISBN 9783775004572.
  • Yi Tǒngmu, Sasojǒl (Elementary Etiquette for Scholar Families), quaoted in Sources of Korean Tradition, Volume Two: From the Twentieth Centuries, ed. Yǒongho Ch'oe, Peter H. Lee and W. Theodore de Bary. New York, 2000.
  • Yu Jisang (유지상). "How about today? Pojangmacha, outing at night" (오늘 어때? 포장마차 ‘밤마실’) taken from [13] on 2008-06-13.

Referências

  1. Koreafoods.net
  2. «Ssireum» 🔗. Korean Overseas Information Service 
  3. «Gakjeochong (각저총 角抵塚)» (em Korean). Nate /EncyKorea 
  4. Yi Kyubo, 1-9.
  5. Koryǒsa, 57, 53b-54b.
  6. Pettid, 33.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira da Coreia do Sul Coreia do Sul
Bandeira • Brasão • Hino • Cinema • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens
Bandeira da Coreia do Norte Coreia do Norte
Bandeira • Brasão • Hino • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens