Festival Eurovisão da Canção 1976

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde agosto de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Festival Eurovisão da Canção 1976
Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção Países Baixos
Statenhal Sebas Veldhuisen.jpg
Congresgebouw, sede da edição.
Edição
21.ª edição
Datas
Final 3 de abril de 1976
Anfitrião
Local Congresgebouw, Haia
Apresentador(es) Países Baixos Corry Brokken
Países Baixos Hans von Willigenburg (green room)
Diretor Países Baixos Theo Ordeman
Maestro Países Baixos Jan Steulen
Supervisor executivo Reino Unido Clifford Brown
Transmissão NOS logo.svg NOS
Atuações
Atuações nos intervalos The Dutch Swing College Band
Participantes
Número de entradas 18 países
Países estreantes Nenhum
Países de regresso Áustria no Festival Eurovisão da Canção Áustria
Grécia Grécia
Países de saída Malta no Festival Eurovisão da Canção Malta
Suécia no Festival Eurovisão da Canção Suécia
Turquia no Festival Eurovisão da Canção Turquia
Mapa dos países participantes
Predefinição:Info/Eurovisão/Festival Eurovisão da Canção 1976

     Países que já escolheram o seu artista e/ou canção     Países que não se classificaram para a final     Países que participaram no passado mas não em 1976

Votação
Sistema de
voto
A votação baseou-se num júri por país que atribuiu 12, 10, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2 e 1 ponto às suas 10 canções favoritas, por ordem de preferência.
Vencedor(a) Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção Reino Unido
Brotherhood of Man
"Save Your Kisses for Me"
Cronologia
Fleche-defaut-gauche-gris-32.png  1975 Wiki Eurovision Heart (Infobox).svg 1977  Fleche-defaut-droite-gris-32.png

O Festival Eurovisão da Canção 1976 (em inglês: Eurovision Song Contest 1976, em francês: Concours Eurovision de la chanson 1976 e em holandês: Eurovisiesongfestival 1976) foi o 21º Festival Eurovisão da Canção e realizou-se a 3 de abril de 1976 em Haia, nos Países Baixos. Corry Brokken foi a apresentadora, tornando-se assim na primeira ex-participante a viver a experiência de apresentar o Festival Eurovisão da Canção. O concurso foi ganho pelo grupo Brotherhood of Man que representou o Reino Unido, com a canção "Save Your Kisses for Me", que se converteu num grande êxito, vendendo seis milhões de exemplares, sendo o tema vencedor de Eurovisão mais vendido até hoje.[1]

Local[editar | editar código-fonte]

Mais sobre a cidade anfitriã: Haia

O Festival Eurovisão da Canção 1976 ocorreu em Haia, nos Países Baixos. Haia é a terceira mais populosa cidade dos Países Baixos (depois de Amesterdão e Roterdão), com uma população de 489 375 (2010) (população da área metropolitana: 600 000) e com uma área aproximada de 100 quilômetros quadrados. Está localizada no oeste do país, na província da Holanda do Sul, da qual também é capital. A cidade da Haia, assim como Amesterdão, Roterdão e Utrecht, é parte do conglomerado urbano de Randstad, com uma população cerca de 7,6 milhões habitantes. A Haia é a sede de facto do governo do país: todavia, oficialmente, não é a capital dos Países Baixos, pois, de acordo com a constituição, a capital é Amesterdão. A Haia é a sede do Eerste Kamer (primeira câmara) e da Tweede Kamer (segunda câmara), respetivamente as câmaras alta e baixa, que formam o Staten Generaal (literalmente, os "Estados Gerais"). O rei Guilherme Alexandre dos Países Baixos vive e trabalha na Haia. Todas as embaixadas e ministérios estão localizados na cidade, assim como a Hoge Raad der Nederlanden (A Suprema Corte), o Raad van State (Conselho do Estado) e muitas organizações lobistas.

O festival em si realizou-se no Congresgebouw, é um local de concertos e centro de convenções em Haia, Países Baixos, perto dos edifícios do Tribunal Penal Internacional para a ex-Jugoslávia, da Organização para a Proibição de Armas Químicas e um dos escritórios administrativos do Bacharelado Internacional. Foi inaugurado em 1969 e foi projetado no estilo funcionalismo holandês pelo arquiteto Jacobus Johannes Pieter Oud. O seu filho, Hans Oud, completou a construção após a morte de seu pai em 1963. Em 2006, uma parte do centro de convenções, incluindo o Statenhal, foi demolida para dar lugar ao edifício da Europol. Muitos concertos e festivais foram realizados lá antes, como o Festival de Jazz do Mar do Norte, e os Festivais Eurovisão da Canção de 1976 e 1980.

Formato[editar | editar código-fonte]

A Áustria e a Grécia regressaram ao certame, enquanto que a Turquia se retirou em protesto à participação da Grécia, que levava uma música considerada "anti-turca" (pois falava abertamente da Invasão turca de Chipre de 1974) e a Suécia também se retirou em protesto contra os gastos da edição anterior. Malta iria participar com a canção "Sing Your Song, Country Boy", interpretada por Enzo Guzman, mas desistiu por razões desconhecidas,[2] O país só voltaria ao certame em 1991.[3]

O Liechtenstein desejou estrear-se e selecionou a música "Little Cowboy", interpretada por Biggi Bachmann, para representar o país. Mas, como na época, o principado ainda não tinha uma emissora pública, o seu pedido foi rejeitado pela EBU.[2][4]

Um debate acalorado surgiu na Suécia sobre a participação do país na Eurovisão. Houve várias oposições à competição, considerada muito comercial. Além disso, a televisão pública sueca considerou que não poderia dar-se ao luxo de organizar uma nova edição, em caso de vitória do país, pois tinha que acatar sozinha com os custos. Assim, Suécia se retirou.[5] Como resultado, a EBU decidiu modificar as regras do concurso: a partir de agora, cada emissora teria que pagar uma parte. Isso permitiu que a emissora anfitriã não assumisse mais os custos organizacionais completos.

Uma outra regra importante do concurso foi alterada: pela primeira vez, a reprodução instrumental foi permitida, mas desde que certas passagens da composição não pudessem ser reproduzidas pela orquestra.[6]

As medidas de segurança reforçadas foram um dos destaques. As forças policiais colocaram barreiras de aço e mais de 200 polícias e seguranças em redor da arena. Além disso, os artistas, supostamente, iriam ficar num hotel junto do recinto, e iriam para o edifício por uma passagem subterrânea. No interior, havia um mecanismo que fazia com que os inspetores soubessem quantas pessoas se encontravam lá dentro e a sua identidade.[7]

Visual[editar | editar código-fonte]

O vídeo introdutório mostrou paisagens turísticas de Haia, intercaladas com sinais que indicam a direção da cidade, aviões, comboios e autocarros e, finalmente, os episódios da vida social e cultural. Também foi mostrada a chegada da rainha Juliana dos Países Baixos à abertura anual dos Estados Gerais. O vídeo termina com várias vistas exteriores e interiores do Congresgebouw.

A orquestra, dirigida por Jan Steulen,[5] ficava ao pé do palco e cercada por um recinto luminoso. O quadro de votação e a mesa do supervisor foram instalados à direita do palco. Combinou três elementos distintos: Primeiro, no chão, um círculo enorme e de cor preta. A metade da frente do círculo foi fixada e decorada com um círculo vermelho menor. A metade traseira tinha três partes móveis, retrateis no chão e cada uma alinhada com uma faixa de luz. Essas três partes podem surgir de forma independente, para criar um pódio de um, dois ou três pessoas. Em segundo lugar, pendurado, um quatro com barras verticais de forma retangular, sete barras horizontais de forma trapezoidal, um semicírculo e um disco. As quatro barras verticais formaram a armação do palco. As sete barras horizontais e o semicírculo se juntaram para criar uma forma oval. Todos esses elementos eram articulados, móveis e iluminados por dentro. Para cada atuação, formaram figuras diferentes e assumiram novas cores. Terceiro, um fundo neutro que também tomou cores diferentes para cada atuação. O palco foi da autoria de Roland de Groot, que já tinha projetado o palco do Festival Eurovisão da Canção 1970.

A apresentadora foi Corry Brokken,[8] vencedora do Festival Eurovisão da Canção 1957, que falou aos espectadores em holandês, inglês e francês.

Todos os participantes receberam flores no final da sua atuação.

Os cartões postais mostravam os artistas passeando em locais turísticos de seu país, geralmente na capital. Todos os vídeos também incluíram um plano de perfil do participante.

O intervalo foi ocupado pelos holandeses The Dutch Swing College Band, um grupo de jazz holandês, que tocaram várias peças instrumentais.[9]

Pela primeira vez na história do concurso, os artistas foram entrevistados nos bastidores. Durante o intervalo, o apresentador Hans von Willigenburg fez duas perguntas, querendo saber se estavam satisfeitos com a sua atuação e qual música preferiam. Todos os artistas se declararam felizes pela sua atuação. Catherine Ferry disse que a sua música favorita era a do Reino Unido; Ruthie Holzman e Braulio acharam todas as músicas muito bonitas; Waterloo & Robinson apoiaram a Jugoslávia; e Pierre Rapsat hesitou entre o Mónaco, a França, Portugal e Grécia.

Votação[editar | editar código-fonte]

Cada país tinha um júri composto por 11 elementos, que atribuiu 12, 10, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1 pontos às dez canções mais votadas.

O supervisor delegado pela UER foi, mais uma vez, Clifford Brown.

Durante a votação do júri francês, a escrutinadora da EBU não contabilizou os 4 pontos dados à Jugoslávia, assim, nos resultados oficiais apareceram apenas 6 pontos em vez dos 10 que lhe foram atribuídos.

Durante a votação, a câmera fez vários close-ups dos artistas. Em particular, Catherine Ferry, Brotherhood of Man, Mariza Koch, Mary Christy, Al Bano e Romina Power apareceram.

Participações individuais[editar | editar código-fonte]


Participações[editar | editar código-fonte]

  Países participantes
País Título original da Canção Artista Processo Data da Selecção
Tradução em Português Idiomas de Interpretação
Alemanha no Festival Eurovisão da Canção Alemanha "Sing Sang Song" Les Humphries Singers Ein lied für Den Haag 1976 1 de fevereiro de 1976
Canta, cantei, canção Alemão & Inglês
Áustria no Festival Eurovisão da Canção Áustria "My Little World" Waterloo & Robinson Seleção Interna -
O meu pequeno mundo Inglês
Bélgica no Festival Eurovisão da Canção Bélgica "Judy et Cie" Pierre Rapsat Avant-Première Eurovision 1976 21 de janeiro de 1976
Judy e Companhia Francês
Espanha no Festival Eurovisão da Canção Espanha "Sobran las palabras" Braulio Eurofestival 1976 15 de fevereiro de 1976
Sobram as palavras Castelhano
Finlândia no Festival Eurovisão da Canção Finlândia "Pump-Pump" Fredi & Ystävät Euroviisut 1976 31 de janeiro de 1976
Pump-Pump Inglês
França no Festival Eurovisão da Canção França "Un, deux, trois" Catherine Ferry Concours de la Chanson Française pour l'Eurovision 1976 29 de fevereiro de 1976
Um Dois, Três Francês
Grécia Grécia "Panayia Mou, Panayia Mou" (Παναγιά μου, Παναγιά μου) Mariza Koch Seleção interna -
Minha Virgem, Minha Virgem Grego
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção Irlanda "When" Red Hurley Irish Final 1976 8 de fevereiro de 1976
Quando Inglês
Israel no Festival Eurovisão da Canção Israel "Emor Shalom" (אמור שלום) Chocolate, Menta, Mastik Seleção interna -
Diz Olá Hebreu
Itália no Festival Eurovisão da Canção Itália "We'll live it all again (lo rivivrei)" Al Bano & Romina Power Seleção interna -
Nós reviveremos de novo Inglês & Italiano
Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção Jugoslávia "Ne mogu skriti svoju bol" Ambasadori Pjesma Eurovizije 1976 21 de fevereiro de 1976
Eu não posso esquecer a minha dor Bósnio
Luxemburgo no Festival Eurovisão da Canção Luxemburgo "Chansons pour ceux qui s'aiment" Jürgen Marcus Finale luxembourgeoise 1976 -
Canções para aqueles que se amam Francês
Mónaco no Festival Eurovisão da Canção Mónaco "Toi, la Musique et moi" Mary Christy Seleção interna -
Tu, a Música e Eu Francês
Noruega no Festival Eurovisão da Canção Noruega "Mata Hari" Anne-Karine Strøm Melodi Grand Prix 1976 7 de fevereiro de 1976
Mata Hari Inglês
Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção Países Baixos "The Party's Over" Sandra Reemer Nationaal Songfestival 1976 18 de fevereiro de 1976
A Festa acabou Inglês
Portugal no Festival Eurovisão da Canção Portugal "Uma flor de verde pinho" Carlos do Carmo Uma Canção Para A Europa 1976 7 de março de 1976
Uma flor de verde pinho Português
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção Reino Unido "Save Your Kisses for Me" Brotherhood of Man A song for Europe 1976 25 de fevereiro de 1976
Guarda os teus beijos para mim Inglês
Suíça no Festival Eurovisão da Canção Suíça "Djambo, Djambo" Peter, Sue and Marc Finale Svizzera 1976 14 de janeiro de 1976
Djambo, Djambo Inglês

Festival[editar | editar código-fonte]

# País Idioma[10] Artista Canção Tradução para Português Lugar Pontuação
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1976 Reino Unido Inglês Brotherhood of Man "Save Your Kisses for Me" Guarda os teus beijos para mim 164
Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1976 Suíça Inglês Peter, Sue & Marc "Djambo, Djambo" Djambo, Djambo 91
Alemanha no Festival Eurovisão da Canção 1976 Alemanha Alemão & Inglês Les Humphries Singers "Sing Sang Song" Canta, cantei, canção 15º 12
Israel no Festival Eurovisão da Canção 1976 Israel Hebraico Chocolate, Menta, Mastik "Emor Shalom" (אמור שלום) Diz Olá 77
Luxemburgo no Festival Eurovisão da Canção 1976 Luxemburgo Francês Jürgen Marcus "Chansons pour ceux qui s'aiment" Canções para aqueles que se amam 14º 17
Bélgica no Festival Eurovisão da Canção 1976 Bélgica Francês Pierre Rapsat "Judy et Cie" Judy e Companhia 68
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção 1976 Irlanda Inglês Red Hurley "When" Quando 10º 54
Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção 1976 Países Baixos Inglês Sandra Reemer "The Party's Over" A Festa acabou 56
Noruega no Festival Eurovisão da Canção 1976 Noruega Inglês Anne-Karine Strøm "Mata Hari" Mata Hari 18º 7
10º Grécia Grécia Grego Mariza Koch "Panayia Mou, Panayia Mou" (Παναγιά μου, Παναγιά μου) Minha Virgem, Minha Virgem 13º 20
11º Finlândia no Festival Eurovisão da Canção 1976 Finlândia Inglês Fredi & Ystävät "Pump-Pump" Pump-Pump 11º 44
12º Espanha no Festival Eurovisão da Canção 1976 Espanha Castelhano Braulio "Sobran las palabras" Sobram as palavras 16º 11
13º Itália no Festival Eurovisão da Canção 1976 Itália Inglês & Italiano Al Bano & Romina Power "We'll live it all again (lo rivivrei)" Nós reviveremos de novo 69
14º Áustria no Festival Eurovisão da Canção 1976 Áustria Inglês Waterloo & Robinson "My Little World" O meu pequeno mundo 80
15º Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1976 Portugal Português Carlos do Carmo "Uma flor de verde pinho" Uma flor de verde pinho 12º 24
16º Mónaco no Festival Eurovisão da Canção 1976 Mónaco Francês Mary Christy "Toi, la Musique et moi" Tu, a Música e Eu 93
17º França no Festival Eurovisão da Canção 1976 França Francês Catherine Ferry "Un, deux, trois" Um Dois, Três 147
18º Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção 1976 Jugoslávia Bósnio Ambasadori "Ne mogu skriti svoju bol" Eu não posso esquecer a minha dor 17º 10

Galeria[editar | editar código-fonte]

Resultados[editar | editar código-fonte]

A ordem de votação no Festival Eurovisão da Canção 1976, foi a seguinte:[11]

  Vencedor
  2º classificado
  3º classificado
Países Votantes Países Pontuados
Reino Unido Suíça Alemanha Israel Luxemburgo Bélgica República da Irlanda Países Baixos Noruega Grécia Finlândia Espanha Itália Áustria Portugal Mónaco França Iugoslávia
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1976 Reino Unido 12 6 7 10 2 3 1 4 5 8
Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1976 Suíça 12 2 7 6 4 8 3 5 10 1
Alemanha no Festival Eurovisão da Canção 1976 Alemanha 8 5 3 1 4 6 10 7 12 2
Israel no Festival Eurovisão da Canção 1976 Israel 12 4 1 3 8 6 2 10 7 5
Luxemburgo no Festival Eurovisão da Canção 1976 Luxemburgo 8 1 2 7 3 4 5 6 12 10
Bélgica no Festival Eurovisão da Canção 1976 Bélgica 12 7 1 5 6 4 2 3 8 10
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção 1976 Irlanda 3 1 4 6 2 5 12 10 8 7
Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção 1976 Países Baixos 10 6 2 5 4 3 1 7 8 12
Noruega no Festival Eurovisão da Canção 1976 Noruega 12 10 7 6 1 4 3 2 5 8
Grécia Grécia 12 2 8 7 1 10 6 4 5 3
Finlândia no Festival Eurovisão da Canção 1976 Finlândia 10 7 8 12 4 6 5 1 2 3
Espanha no Festival Eurovisão da Canção 1976 Espanha 12 4 2 1 5 3 6 8 7 10
Itália no Festival Eurovisão da Canção 1976 Itália 4 10 8 12 2 5 3 1 7 6
Áustria no Festival Eurovisão da Canção 1976 Áustria 10 8 6 3 2 4 7 1 5 12
Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1976 Portugal 12 7 2 8 6 4 1 10 3 5
Mónaco no Festival Eurovisão da Canção 1976 Mónaco 10 4 1 8 6 2 7 3 5 12
França no Festival Eurovisão da Canção 1976 França 7 6 2 5 3 8 1 10 12 4
Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção 1976 Jugoslávia 10 7 3 8 1 5 6 2 4 12
Total 164 91 12 77 17 68 54 56 7 20 44 11 69 80 24 93 147 10
Lugar 15º 14º 10º 18º 13º 11º 16º 12º 17º
Países Votantes Reino Unido Suíça Alemanha Israel Luxemburgo Bélgica República da Irlanda Países Baixos Noruega Grécia Finlândia Espanha Itália Áustria Portugal Mónaco França Iugoslávia
Países Pontuados

12 pontos[editar | editar código-fonte]

Os países que receberam 12 pontos foram os seguintes:

# Países Pontuados Países Votantes
7 Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1976 Reino Unido Bélgica, Espanha, Grécia, Israel, Noruega, Portugal, Suíça
5 França no Festival Eurovisão da Canção 1976 França Alemanha, Áustria, Jugoslávia, Mónaco, Países Baixos
1 Bélgica no Festival Eurovisão da Canção 1976 Bélgica Finlândia
Itália no Festival Eurovisão da Canção 1976 Itália Irlanda
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção 1976 Irlanda Itália
Mónaco no Festival Eurovisão da Canção 1976 Mónaco Luxemburgo
Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1976 Portugal França
Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1976 Suíça Reino Unido

Maestros[editar | editar código-fonte]

Em baixo encontra-se a lista de maestros que conduziram a orquestra, na respectiva actuação de cada país concorrente.

País Maestro
Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1976 Reino Unido Alyn Ainsworth
Suíça no Festival Eurovisão da Canção 1976 Suíça Mario Robbiani
Alemanha no Festival Eurovisão da Canção 1976 Alemanha Les Humphries
Israel no Festival Eurovisão da Canção 1976 Israel Matti Caspi
Luxemburgo no Festival Eurovisão da Canção 1976 Luxemburgo Jo Plée
Bélgica no Festival Eurovisão da Canção 1976 Bélgica Michel Bernholc
Irlanda no Festival Eurovisão da Canção 1976 Irlanda Noel Kelehan
Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção 1976 Países Baixos Harry van Hoof
Noruega no Festival Eurovisão da Canção 1976 Noruega Frode Thingnæs
Grécia Grécia Michalis Rozakis
Finlândia no Festival Eurovisão da Canção 1976 Finlândia Ossi Runne
Espanha no Festival Eurovisão da Canção 1976 Espanha Juan Barcons
Itália no Festival Eurovisão da Canção 1976 Itália Maurizio Fabrizio
Áustria no Festival Eurovisão da Canção 1976 Áustria Erich Kleinschuster
Portugal no Festival Eurovisão da Canção 1976 Portugal Thilo Krasmann
Mónaco no Festival Eurovisão da Canção 1976 Mónaco Raymond Donnez
França no Festival Eurovisão da Canção 1976 França Tony Rallo
Jugoslávia no Festival Eurovisão da Canção 1976 Jugoslávia Esad Arnautalić
Maestro anfitrião Jan Steulen

Artistas repetentes[editar | editar código-fonte]

Em 1976, os repetentes foram:

País (1976) Foto Artista Ano Anterior País Representado Canção Tradução Pontuação Classificação
Finlândia no Festival Eurovisão da Canção Finlândia Matti Siitonen-381.jpg Fredi ESC 1967 Finlândia "Varjoon - suojaan" Para a sombra - para segurança 3 12º
Suíça no Festival Eurovisão da Canção Suíça Eurovision Song Contest 1976 rehearsals - Switzerland - Peter, Sue and Marc 10.png Peter, Sue & Marc ESC 1971 Suíça "Les illusions de nos vingt ans" As ilusões dos nossos vinte anos 78 12º
Países Baixos no Festival Eurovisão da Canção Países Baixos Sandra Reemer.jpg Sandra Reemer ESC 1972 (com Andres) Países Baixos "Als het om de liefde gaat" Quando tudo sobre amor 106
Noruega no Festival Eurovisão da Canção Noruega Eurovision Song Contest 1976 - Norway - Anne-Karine Strøm 4.png Anne-Karine Strøm ESC 1973 (como parte dos Bendik Singers) Noruega "It's Just a Game" Isto é apenas um jogo 89
ESC 1974 Noruega "The First Day of Love" O primeiro dia de amor 3 14º

Referências

  1. http://www.eurovision.tv/page/history/by-year/contest?event=292
  2. a b «No, No, Never!!! - Songs That Did Not Make It To Eurovision». eurovisionsongs.net. Consultado em 23 de julho de 2009.. Arquivado do original em 1 de março de 2009 
  3. KENNEDY O’CONNOR John, The Eurovision Song Contest. 50 Years. The Official History, Londres, Carlton Books Limited, 2005, p.64.
  4. «The Eurovision Song Contest 1956 – present». BBC. 26 de abril de 2007. Consultado em 23 de julho de 2009. 
  5. a b http://www.eurovision.tv/page/history/by-year/contest?event=292#About%20the%20show
  6. https://eurovision.tv/event/the-hague-1976
  7. https://cronicaseurofestivais.blogspot.com/2013/10/a-eurovisao-e-o-festival-da-cancao-na_19.html
  8. https://eurovision.tv/event/the-hague-1976
  9. https://eurovision.tv/event/the-hague-1976
  10. «Eurovision Song Contest 1976». The Diggiloo Thrush. Consultado em 15 de agosto de 2012. 
  11. A ordem de votação foi efectuada através da visualização de vídeos da edição do festival, à semelhança de outras secções deste artigo

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Os mapas presentes neste artigo, respeitam as fronteiras geográficas estabelecidas na altura em que o festival ocorreu.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Festival Eurovisão da Canção 1976